Internacional muda estilo de jogo e cresce na ausência de D'Alessandro

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rímoli/AGIF

    D'Alessandro tem ficado fora do time por conta de uma suspensão no STJD

    D'Alessandro tem ficado fora do time por conta de uma suspensão no STJD

Durante muito tempo, não ter D'Alessandro era sinônimo de pânico no Inter. Aparentemente, não é mais. Sem o "gringo", o Colorado mudou de estilo, apostou na velocidade em vez do controle de bola e venceu duas em sequência. Nesta quarta-feira (30), mais uma vez ele será ausência diante do Vitória, a partir das 19h30 (de Brasília), em Salvador.

D'Ale segue suspenso. Depois de ter cumprido uma partida pelos incidentes ocorridos no jogo com Flamengo, restam duas reflexo da briga com Luan na saída do último Gre-Nal. Liberado pelo clube, ele viajou à Argentina para tratar de assuntos pessoais.

Mas fato é que nos jogos sem ele, o Inter mudou e teve sucesso. Com D'Alessandro, um dos lados de campo do Inter não tinha um jogador propriamente da posição. Em vez da velocidade e a busca pelo flanco, o meia fazia um movimento em diagonal para o centro visando ter claro à sua frente o centroavante Leandro Damião para uma enfiada. Enquanto isso era Iago que precisava dar amplitude no flanco canhoto.

Na recomposição, D'Alessandro recuava aberto, deixando o centro com Patrick, Edenílson e Dourado. Mas o desgaste gerado pelo movimento acabava prejudicando o gringo de 37 anos.

Sem D'Alessandro, o Inter conta com dois jogadores originalmente de lado. Lucca ocupa o flanco esquerdo, Pottker o direito. Sem o movimento em diagonal do camisa 10, eles abusam da velocidade em direção a linha de fundo para tramar com os centrais, cruzar para Damião ou mesmo fazer o movimento de entrada na área, popularmente chamado de 'facão'.

O novo estilo de jogo foi adotado nas duas partidas mais recentes e em ambas o Inter obteve sucesso. Fez 3 a 0 na Chapecoense e venceu o Corinthians por 2 a 1. Ambos os jogos em casa.

Em números, com o gringo foram 17 partidas na temporada, 9 vitórias, 2 empates e 6 derrotas, aproveitamento de 56,8%. Sem ele foram 9 jogos, 4 vitórias, 4 empates e 1 derrota, aproveitamento de 59,2%.

"O D'Alessandro é um jogador muito importante para nós. É um representante nosso dentro de campo. Eu sempre prezo o coletivo, de um grupo forte se extrai um time forte. Quando ele não está, nos faz muita falta", disse o técnico Odair Hellmann na última semana.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X INTERNACIONAL
Data e hora:
30/05/2018 (quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: estádio Barradão, em Salvador (BA)
Transmissão na TV: Sportv e PPV
Árbitro: Raphael Klaus (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Danilo Ricardo Manis (ambos de SP)
VITÓRIA: Elias; Lucas, Aderlan, Ramon e Jeferson; Rodrigo Andrade, Zé Welison e Lucas Fernandes; Neilton, Walyson e Denílson.
Técnico: Vágner Mancini
INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick, Lucca e Pottker; Nico López (Brenner).
Técnico: Odair Hellmann

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos