Sport vira em 6 minutos e impede Atlético-MG de voltar à liderança

Do UOL, em Belo Horizonte

A liderança do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro durou uma semana. E agora o time mineiro pode ficar ainda mais longe da ponta da tabela. Em seis minutos o Galo levou a virada do Sport e acabou derrotado por 3 a 2, na Ilha do Retiro, pela oitava rodada. Foi a segunda derrota consecutiva do clube mineiro, que no jogo anterior havia perdido para o Flamengo, por 1 a 0.

O resultado na Ilha do Retiro pode fazer o Galo ficar até quatro pontos atrás do líder, caso o Flamengo derrote o Bahia, nesta quinta-feira, no Maracanã. Além disso, a presença dentro do G-6, que garante vaga na próxima Copa Libertadores, está ameaçada. Com o complemento da rodada o Atlético pode cair até para a décima colocação. Já o Sport venceu pela quarta vez no Brasileirão, passou o adversário mineiro e vai terminar a rodada entre os primeiros colocados.

Quem foi o melhor: Anselmo

O volante do Sport provou que vive uma grande fase. Após marcar dois gols no triunfo por 3 a 2 sobre o Palmeiras, em São Paulo, o camisa 8 do Leão deu a assistência para Rogério abrir o placar diante do Atlético. E não foi um passe qualquer, já que o volante estava no campo de defesa e encontrou o companheiro entre os zagueiros do Galo. Anselmo também comandou o meio do Sport, com várias roubadas de bola.

Quem foi o pior: defesa do Atlético

A dupla Bremer e Gabriel não teve uma jornada feliz na Ilha do Retiro. Juntos eles já tiveram atuações mais seguras do que foi contra o Sport. Os atacantes do clube pernambucano encontravam muita facilidade para jogar entre os dois defensores. Foi assim nos dois primeiros gols, com Rogério ficando sozinho com Victor e Rafael Marques preparando a bola para a finalização do meia Gabriel.

Data histórica para Victor, mas sem milagre

Foi em 30 de maio de 2013 que Victor entrou para o grupo de grandes ídolos do Atlético. Há cinco anos o goleiro defendeu o pênalti batido por Riascos, então no Tijuana, em jogo válido pelas quartas de final da Copa Libertadores. A defesa quase aos 48 minutos do segundo tempo colocou o Galo na semifinal e posteriormente o clube mineiro conquistou a América. Pela primeira vez desde então que Victor entrou em campo num 30 de maio, mas sem muito o que comemorar. O goleiro atleticano não conseguiu impedir a derrota para o Sport.

O jogo do Atlético-MG: quem não faz...

A derrota parcial por 1 a 0 ao término do primeiro tempo foi bastante lamentada pelos jogadores alvinegros, especialmente pelas oportunidades criadas antes do gol anotado pelo Sport. Assim como aconteceu na rodada anterior, na derrota para o Flamengo, mais uma vez o Galo criou chances de abrir o placar e não aproveitou, fazendo valer o famoso ditado "quem não faz, leva".

Nove jogos sem fazer gol no primeiro tempo

Na segunda rodada do Brasileirão o Atlético venceu o Vitória, por 2 a 1, no Independência. Triunfo que começou a ser construído no primeiro tempo, com gol de Ricardo Oliveira. E desde aquele gol que o Galo não sabe o que é marcar durante o primeiro tempo. Desde então foram nove partidas, por Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, com oito gols anotados. Todos na etapa final.

Adilson "tira" gol do Atlético e fica suspenso

Aos 16 minutos do segundo tempo o Atlético marcou o segundo diante do Sport, com Bremer. Mas o gol foi anulado, já que fora do lance o volante Adilson fez falta em Anselmo. Prejuízo duplo para o Galo, que não tomou a frente no placar como perdeu um titular para o jogo com a Chapecoense. Adilson foi amarelado, o terceiro dele no Brasileirão, e está suspenso para a partida de sábado, no Independência.

Última viagem antes da Copa do Mundo

O jogo no Recife foi o último do Atlético fora de Belo Horizonte antes da Copa do Mundo. A tabela do Brasileirão reserva agora quatro partidas consecutivas na capital mineira para o time alvinegro. Jogos com Chapecoense, Fluminense e Ceará como mandante, além do clássico com o América-MG, mas como visitante. Todas as partidas devem ser disputadas no Independência.

FICHA TÉCNICA
SPORT 3 X 2 ATLÉTICO-MG

Data: 30 de maio de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Motivo: 8ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa/RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ).
Cartões amarelos: Anselmo, Fabrício, Magrão e Ernando (SPT) Adilson e Matheus Galdezani (CAM)
Gols: Rogério aos 29 minutos do primeiro tempo; Cazares aos 3, Ricardo Oliveira aos 20, Gabriel 22 e Michel Bastos aos 26 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão, Fabrício, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Fellipe Bastos (Deivid, aos 29 do 2º) e Gabriel; Rogério (Carlos Henrique, aos 27 do 2º), Marlone (Michel Bastos, aos 18 do 2º) e Rafael Marques.
Técnico: Claudinei Oliveira.

ATLÉTICO-MG: Victor, Emerson, Gabriel, Bremer e Fábio Santos; Adilson (Elias, aos 29 do 2º), Gustavo Blanco (Alerrandro, aos 37 do 2º), Luan (Matheus Galdezani, aos 26 do 2º) e Cazares; Róger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos