Pior visitante, Jair precisa vencer Furacão para não perder últimos aliados

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Ale Cabral/AGIF

    Entre os nove dirigentes do Comitê Gestor, apenas três apoiam permanência de Jair

    Entre os nove dirigentes do Comitê Gestor, apenas três apoiam permanência de Jair

O técnico Jair Ventura segue vivendo o seu pior momento no comando do Santos. Para vencer o Atlético-PR, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), em duelo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e continuar empregado no clube paulista, ele terá de superar um dilema na competição: somar pontos fora de casa.

O Santos, ao lado do Bahia, é o pior visitante do Campeonato Brasileiro. A equipe alvinegra não somou um ponto sequer longe de Vila Belmiro e Pacaembu, onde atua como mandante. Até o lanterna da competição, o Paraná, somou um ponto fora de casa.

Jair Ventura sabe que perde aliados na diretoria santista a cada rodada. Após a derrota no clássico para o São Paulo, na sexta rodada do Brasileiro, no Morumbi, o treinador foi bancado no cargo pelo presidente José Carlos Peres.

Na ocasião, reuniões entre os dirigentes santistas analisaram uma possível demissão de Jair Ventura. A troca de técnico causava divisão no Comitê Gestor santista. No entanto, após o empate sem gols com o modesto Real Garcilaso, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores, e a derrota para o Cruzeiro, pelo Brasileiro, no Pacaembu, fizeram o treinador perder adeptos na diretoria.

O UOL Esporte apurou que hoje somente o presidente Peres, o vice Orlando Rollo, e apenas um dos sete integrantes do Comitê Gestor, são favoráveis a permanência de Jair Ventura. O restante prefere a demissão e até já sugerem nomes para o posto, entre eles, Zé Ricardo, do Vasco, e Abel Braga, do Fluminense.

Desta forma, Jair Ventura sabe que precisa vencer para não perder seus últimos adeptos na cúpula santista. Em reuniões no CT Rei Pelé, o treinador já foi avisado que a diretoria sofre grande pressão de conselheiros para a sua demissão.

Bruno Henrique viaja e fica no banco de reservas

O atacante Bruno Henrique está recuperado de uma contusão na bacia, sofrida na derrota do Santos para o Cruzeiro no último domingo e foi relacionado para o duelo contra o Atlético-PR. Como não participou de nenhuma atividade no gramado com os demais companheiros, pois ficou em recuperação no departamento médico, ele ficará como opção no banco de reservas.

Apesar do retorno de Bruno Henrique, o técnico Jair Ventura segue sem contar com quatro jogadores, sendo que três deles são titulares: Vitor Bueno, Victor Ferraz e Alison, todos lesionados. O atacante Arthur Gomes, considerado uma espécie de 12º titular de Jair, também está vetado pelo departamento médico.

O volante Renato, com dores nas costas, é dúvida para o confronto contra os paranaenses. Com isso, o meia Léo Cittadini pode voltar a ser titular. O volante, que vive imbróglio de renovação contratual, retornou ao time no último domingo, mas só entrou no segundo tempo da derrota para o Cruzeiro.

O Santos já soma quatro jogos sem vitórias e três sem marcar gols. Por conta disso, o time entrará na zona de rebaixamento caso seja derrotado para o Atlético-PR. Nesta quarta-feira, o elenco recebeu quatro torcidas organizadas no CT Rei Pelé.

O Santos é o 16º colocado, o último fora da zona de degola, mas tem o mesmo número de pontos de Furacão e Chapecoense (seis pontos), equipes que estão na zona de rebaixamento, na 17ª e 18ª colocação, respectivamente. A diferença é que o clube paulista tem uma vitória a mais: duas contra uma.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR X SANTOS

Data e hora: 31/05/2018 (quinta-feira), às 21h (Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez (Wanderson), Thiago Heleno e José Ivaldo; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González e Thiago Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato (Léo Cittadini) e Jean Mota; Gabigol, Eduardo Sasha e Rodrygo.
Técnico: Jair Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos