Botafogo vence Vasco em São Januário e se afasta da zona de rebaixamento

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Botafogo não se intimidou por atuar em São Januário e, jogando com personalidade, venceu o clássico com o Vasco por 2 a 1 neste sábado. Com o resultado, o Alvinegro se afastou da zona de rebaixamento. Cerca de uma hora após o término da partida, o técnico Zé Ricardo pediu demissão do cargo de treinador do clube cruz-maltino - Valdir Bigode assumirá o time de forma interina.

O time de General Severiano agora soma 12 pontos e está em décimo. O Cruzmaltino estacionou no meio da tabela e está com 11, em 12º.

Na próxima quarta, o Botafogo recebe o Ceará no estádio Nilton Santos. Já o Vasco visita o Cruzeiro no Mineirão.

Gol do Botafogo

O Botafogo abriu o placar logo aos três minutos do primeiro tempo, quando o volante Jean, ex-Vasco, foi à linha de fundo, cruzou, Fernando Miguel não interceptou e Kieza se esticou para concluir.

Vasco reage

Logo após o gol, o Vasco quase empatou quando Yago Pikachu arriscou chute e a bola passou com perigo pelo gol de Jefferson.

Pênalti ou não?

Aos 26 minutos, Giovanni Augusto foi à linha de fundo e sofreu uma dividida. O meia do Vasco ficou pedindo pênalti. Foi ou não?

Gol do Botafogo

O Botafogo ampliou aos 36 minutos do segundo tempo, quando Leo Valencia cruzou e o zagueiro Igor Rabello subiu mais do que todo mundo para cabecear ao fundo da rede.

Golaço do Vasco!

Aos sete minutos do segundo tempo, o jovem Andrey recebeu de Yago Pikachu e arriscou de muito longe. A bola entrou na gaveta do goleiro Jefferson. Golaço do volante!

Que patada!

Aos 19 minutos do segundo tempo, Marcelo quis imitar Andrey e também arriscou de longe. A bola passou muito perto. Quase o Botafogo ampliou.

Quase Kieza de novo

O atacante do Botafogo assustou aos 26 minutos do segundo tempo, quando invadiu a área e bateu com categoria, mas o goleiro Fernando Miguel fez grande defesa.

Quem foi bem - Leo Valencia e Kieza

O meia e o atacante fizeram uma boa dobradinha. Valencia organizou as jogadas do Botafogo, enquanto Kieza fez bem a função de pivô e ainda deixou o dele.

Quem foi mal - Fabrício

O lateral esquerdo do Vasco não teve uma noite feliz e foi muito vaiado pela torcida do Vasco desde o primeiro tempo. Errou passes e foi omisso no ataque.

Igor Rabello - O "general"

Apelidado de "general", o zagueiro tem se destacado nas bolas aéreas. Com o gol sobre o Vasco, o jovem fez o seu sexto com a camisa do Botafogo.

Atuação do Vasco - Time sentiu as vaias

O time sentiu muito as vaias da torcida no primeiro tempo e não conseguiu desenvolver seu futebol. Teve dificuldades quando passou do meio de campo. No segundo tempo, a equipe entrou muito mais ligada e melhorou bastante, principalmente com a entrada do lateral esquerdo Ramon.

Atuação do Botafogo - Corajoso

O Alvinegro foi corajoso na etapa inicial e se beneficiou das vaias da torcida do Vasco contra o próprio time. O Botafogo acabou saindo do primeiro tempo com 2 a 0 no placar, mas recuou excessivamente na etapa final.

Zé Ricardo - Demorou a mexer

O treinador do Vasco voltou a improvisar o zagueiro Luiz Gustavo na lateral direita e apostou em Fabrício na esquerda. Os dois jogadores não foram efetivos no ataque e isso custou caro, já que o time teve dificuldades de atacar pelos lados do campo.

Alberto Valentim - Fez boas mexidas

Foi bem nas substituições e soube explorar bem as laterais do sistema defensivo do Vasco.

Confusão na arquibancada

Após o segundo gol do Botafogo, uma pancadaria ocorreu na torcida do Vasco. A Polícia Militar precisou intervir. As confusões nos jogos em São Januário têm se tornado praxe.

Eles voltaram!

Afastados após postarem fotos nas redes sociais que geraram polêmica, três dos quatro envolvidos foram relacionados para a partida deste sábado: Wellington, Paulão e Gabriel Félix. Evander, o quarto, esteve próximo de se transferir para o Atlético-MG, mas com o cancelamento do empréstimo, treinou em separado e não foi para o jogo.

Wellington e Fabrício hostilizados

Durante o aquecimento, o volante Wellington foi fortemente hostilizado pela torcida do Vasco, que ainda não o perdoou pelo episódio. Outro perseguido pela torcida foi o lateral esquerdo Fabrício. Ainda no primeiro tempo os vascaínos pediram Ramon em seu lugar e gritaram "tira o Fabrício!".

VASCO 1 X 2 BOTAFOGO
Local:
Sao Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Alessandro A. de Matos (Fifa-BA) e Danilo R. Manis (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Luiz Gustavo, Wagner (VAS); Rodrigo Pimpão, Jean, Rodrigo Lindoso, Marcinho (BOT)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Kieza, aos 3 minutos do primeiro tempo (BOT); Igor Rabello, aos 36 minutos do primeiro tempo (BOT); Andrey, aos 7 minutos do segundo tempo (VAS)

Vasco
Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Erazo (Lucas Santos), Ricardo Graça e Fabrício (Ramon); Desábato, Andrey, Wagner, Yago Pikachu e Giovanni Augusto (Riascos); Andrés Rios
Técnico: Zé Ricardo

Botafogo
Jefferson, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Jean (Marcelo), Marcos Vinícius (Rodrigo Pimpão), Léo Valencia e Aguirre; Kieza
Técnico: Alberto Valentim

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos