Após falha, Dracena se emociona com apoio do elenco e virada do Palmeiras

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

Edu Dracena falhou no gol do São Paulo no primeiro tempo do clássico desse sábado (2), mas viu o Palmeiras virar no segundo tempo e vencer por 3 a 1 no Allianz Parque. Após a partida, o defensor se emocionou com o apoio que recebeu do restante do elenco alviverde.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Dracena foi recuar a bola de cabeça para Jaílson, mas o passe saiu curto. O goleiro dividiu com Marcos Guilherme e viu a bola entrar devagar no gol.

"Não ia ser um gol em clássico que iria apagar toda a minha história aqui. Falei para eles: joguem à vontade, que eu vou jogar para vocês e vocês vão jogar por mim. Queria agradecer a esse grupo, aos jogadores, à torcida, que me abraçou", disse.

"Se acontecessem algumas coisas, os caras já iam falar que tinha de aposentar, que está velho... Mas Deus é tão bom que só tenho a agradecer. Quando tem de acontecer, acontece. O mais importante de tudo é você dar a volta por cima dentro do jogo. O Palmeiras não merecia sair com uma derrota, por mais que o jogo no início estava bem nervoso e truncado, mas o Palmeiras no segundo tempo soube sair de uma situação adversa para um grande jogo e uma grande vitória", acrescentou.

O zagueiro voltou a falar o que disse para os demais companheiros no intervalo da partida, quando o placar ainda apontava 1 a 0 para os visitantes. No fim, a virada rendeu até choro do veterano jogador.

"Eu falei para eles: joguem tranquilos, porque se perder a responsabilidade é minha. Fazia muito tempo que eu não me emocionava em um jogo. A última vez acho que foi no título aqui em 2016, mas hoje eu me emocionei", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos