Com gol de Vizeu, Flamengo bate Corinthians e amplia vantagem na liderança

Do UOL, em São Paulo

O clássico das multidões fez jus ao nome neste domingo. Diante de um Maracanã cheio, com muita festa das torcidas, o Flamengo derrotou o Corinthians por 1 a 0 em um jogo movimentado no Rio. Felipe Vizeu fez o gol da vitória rubro-negra no segundo tempo e ajudou a equipe carioca a ampliar vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro depois de dez rodadas disputadas.

Com o resultado, o Flamengo de Maurício Barbieri chegou à marca de 20 pontos, quatro a mais que Grêmio e São Paulo. Já o Corinthians caiu para a oitava sétima posição, com 14 pontos. A equipe de Osmar Loss também está atrás de Inter, Sport, Palmeiras e Cruzeiro na tabela.

Os dois times agora têm clássicos pela frente na próxima rodada. O Corinthians recebe o Santos em Itaquera na próxima quarta-feira, enquanto o Flamengo mede forças com o Fluminense, como visitante, no Mané Garrincha.

Os melhores: Vinícius Júnior e Pedrinho

Os dois garotos formados na base se destacaram na partida e se transformaram na melhor opção para os times. De um lado, Vinícius Júnior levou a melhor sobre Mantuan na maior parte das jogadas e até arriscou para o gol em alguns lances de ataque do Flamengo. Pedrinho, por sua vez, tornou-se uma válvula de escape nas saídas rápidas do Corinthians para o ataque. À vontade, o meia-atacante esbanjou categoria ao driblar os marcadores. 

Os piores: Henrique Dourado e Roger

Thiago Ribeiro/AGIF

Os centroavantes não estavam num bom dia. Dourado pouco participou do jogo e, quando conseguiu receber a bola, acabou anulado por Balbuena - o atacante deixou o gramado na etapa final, dando lugar a Felipe Vizeu. Já Roger, que entrou na vaga de Jadson ainda na etapa final, mostrou-se muito pesado em campo e perdeu quase todas as bolas recebidas entre os zagueiros do Flamengo.

Flamengo sai para o jogo 

Empurrado pelos torcedores que lotaram o Maracanã, o Flamengo encurralou o Corinthians nos primeiros minutos do duelo. Para se ter uma ideia, a equipe rubro-negra chegou a ter 83% de posse de bola até os 30 minutos do primeiro tempo. Em seguida, o time paulista conseguiu controlar o jogos em alguns momentos - ao fim da etapa inicial, a posse do Flamengo ficou em 70%.

Corinthians joga como gosta

Thiago Ribeiro/AGIF

Apesar de ser pressionado pelo Flamengo, o Corinthians soube sofrer novamente e até se lançou ao ataque na base das saídas rápidas, no estilo em que está habituado - Pedrinho, aberto à direita, destacou-se diante desse cenário. A melhor chance corintiana veio aos 31 minutos, com Jadson, que bateu colocado para fora. O volante Gabriel também obrigou o goleiro Diego Alves a espalmar uma bola. 

Jadson deixa o campo com dores na coxa

Thiago Ribeiro/AGIF

Logo depois de concluir com perigo o lance, o meia  Jadson sentiu dores no posterior da coxa direita e pediu para ser substituído. Osmar Loss, então, colocou Roger em campo. Com isso, o Corinthians passou a atuar com uma referência na área, no esquema 4-2-3-1, abandonando o 4-2-4, sem centroavante

Bola parada e Vinicíus Júnior viram armas

Com mais posse de bola, mas com muitas dificuldades em finalizar ao gol corintiano, o Flamengo recorreu às bolas paradas para assustar o adversário. Em uma delas, Everton Ribeiro bateu falta na entrada da área para Léo Duarte cabecear e mandar a bola rente à trave. Vinícius Júnior, semptre em jogadas rápidas, também virou uma das armas rubro-negras.

Cenário é mantido no segundo tempo

Sem alterações, as equipes voltaram para a etapa final com a mesma estratégia. O Flamengo, um pouco mais organizado, tentou furar o bloqueio corintiano pelos lados do campo. Foi dessa forma que o time quase abriu o placar aos 15 minutos, em finalização do meia Diego, de cabeça. A bola passou muito perto da trave.

Vizeu faz 1 a 0 no fim

Thiago Ribeiro/AGIF

O Flamengo, na base do abafa, conseguiu abrir o placar com Felipe Vizeu, que entrou no lugar de Henrique Dourado aos 22 minutos da etapa final. Treze minutos depois, o centroavante aproveitou um rebote do goleiro Walter, que não conseguiu afasta a bola em chute de Lucas Paquetá, e tocou para marcar seu primeiro gol na temporada.

Corinthians reclama da arbitragem

Os jogadores do Corinthians reclamaram de uma marcação do árbitro Anderson Daronco, que terminou o jogo no Maracanã com o time alvinegro no ataque. Mesmo depois de um toque de Rhodolfo, a equipe paulista ainda tinha chance de concluir ao gol com Roger, que tinha recebido com liberdade na área.

Maracanã tem bom público mais uma vez

Já virou rotina nesta temporada. Mais uma vez o Maracanã recebeu um grande público em um jogo em que o Flamengo estava envolvido. Na tarde deste domingo, mesmo com o tempo fechado, quase 50 mil torcedores assistiram à partida entre válida pela nona rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 0 CORINTHIANS

Data: 3 de junho de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (9ª rodada)
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 44.075 pagantes (total: 49.222)
Renda: R$ 2.033.277,00
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves Elio Nepomuceno de Andrade (ambos do RS)
Cartões amarelos: Jonas, Diego e Renê (Flamengo); Balbuena (Corinthians)

Gol: Felipe Vizeu, aos 35 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Jonas; Lucas Paquetá e Diego; Everton Ribeiro (Jean Lucas), Henrique Dourado (Felipe Vizeu) e Vinícius Júnior (Marlos Moreno). Técnico: Marurício  Barbieri

CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel (Kazim) e Maycon; Pedrinho (Marquinhos Gabriel), Jadson (Roger), Rodriguinho e Mateus Vital. Técnico: Osmar Loss

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos