Cruzeiro atribui vice-liderança do Campeonato Brasileiro à força do elenco

Do UOL, em Belo Horizonte

Quando no início da temporada a diretoria do Cruzeiro reforçou o elenco campeão da Copa do Brasil do ano passado, o recado passado aos adversários foi claro. A Raposa entrou em 2018 com ambições altas e disposta a brigar por todos os títulos. Alguns meses depois os resultados em campo mostram que a decisão da diretoria foi acertada. O Cruzeiro assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao bater Ceará, por 1 a 0, nesse domingo, no Castelão, pela 9ª rodada.

Resultado conquistado graças à força do elenco. Foi assim que o técnico Mano Menezes e os jogadores explicaram o resultado em Fortaleza. Diante do lanterna da competição o Cruzeiro não tinha em campos alguns atletas considerados titulares, além de outras peças importantes. Os nomes foram citados pelo treinador cruzeirense.

"É bom lembrar que estamos jogando sem Fred, sem David, sem Rafinha. Contra o Ceará também jogamos sem Robinho, sem o capitão Henrique, Arrascaeta. E, mesmo assim, a equipe vem mantendo constância e padrão que são necessários para um campeonato tão duro como esse. Não tenho nenhuma preocupação quanto a sair ou entrar jogador. Eles me deram essa confiança como técnico e estão dando para o torcedor".

Com um elenco qualificado em mãos, Mano Menezes vai fazer novas mudanças no time que vai enfrentar o Vasco, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela 10ª rodada do Brasileirão. Entre as alterações, algumas são por necessidade, como o caso do atacante Sassá, que está suspenso, e também do volante Lucas Silva, que jogou no sacrifício contra o Ceará e fica fora do duelo com o Vasco. Já outras mudanças podem acontecer por opção.

"Tenho certeza que logo logo teremos voltas e poderemos dar descanso para jogadores como Lucas Silva, que jogou no sacrifício dois jogos e, aliás, vem jogando muito bem", completou Mano Menezes.

Para o duelo com o Vasco, o treinador cruzeirense tem dois retornos importantes. O volante Henrique o meia Robinho vão ficar à disposição. Existe também a possibilidade de que Rafinha também seja relacionado. A definição, no entanto, vai acontecer somente nesta terça-feira.

Além do Brasileirão, que ocupa a vice-liderança, o Cruzeiro vai muito bem nas demais competições. A Raposa foi campeã mineira e está classificada para as oitavas de final da Copa Libertadores e conhece nesta segunda-feira seu adversário, em sorteio que será realizado pela Conmebol. Na Copa do Brasil o time celeste está com ótima vantagem diante do Atlético-PR, nas oitavas de final. Venceu o primeiro jogo por 2 a 1, em Curitiba. A partida da volta está marcada para 16 de julho, no Mineirão, um dia após a final da Copa do Mundo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos