Aguirre elogia elenco do SP e diz não se preocupar com transferências

Do UOL, em São Paulo

Diego Aguirre não quis ser egoísta na hora de receber os méritos pela histórica vitória conquistada pelo São Paulo, neste sábado (9). O treinador uruguaio fez questão de elogiar os jogadores pelo triunfo de 1 a 0, com gol de Nenê, contra o Atlético-PR, sendo esta a primeira vez que o tricolor derrotou o adversário na Arena da Baixada desde a fundação do estádio, em 1999.

"Estou feliz porque o São Paulo ganhou fora de casa. Não presto muito atenção a essas estatísticas, mas muitos craques do São Paulo jogaram aqui e não conseguiram vencer. Por isso quero ressaltar esses jogadores que venceram hoje [sábado]", disse Aguirre.

O treinador também não se mostrou preocupado com a possibilidade de perder jogadores durante a pausa para a Copa do Mundo e a abertura da janela de transferências para o exterior. Nas últimas semanas, o Tricolor já perdeu os atacantes Marcos Guilherme e Valdívia. 

"Não tenho medo que isso aconteça [o São Paulo perca força com a saída de atletas], porque sei que jogadores vão sair. É normal, o São Paulo precisa vender, faz parte. O importante é que estamos trabalhando para ter opções e jogadores que vão chegar para substituir os que vão embora. Não me preocupa, estamos trabalhando para ter um elenco forte", afirmou Aguirre.

"Sobre reforços, como toda janela que se abre, atrai jogadores. Alguns já foram embora, mas também estamos trabalhando com a diretoria com alguns nomes pontuais que talvez nas próximas semanas podemos fechar e reforçar o time porque estamos de um jogadores para ocupar os lugares dos jogadores que foram embora", completou.

O jogo deste sábado teve duas equipes em situações opostas. Enquanto o São Paulo passou a somar 20 pontos e briga pelas primeiras colocações na tabela, o Atlético-PR se mantém na zona do rebaixamento e tem o técnico Fernando Diniz pressionado pela torcida. 

"Jogar contra um time pressionado, por um lado tem a dificuldade no começo, mas com o passar dos minutos penso que o time sente a pressão e comete erros. Lamentavelmente essas coisas acontecem e às vezes as torcidas jogam contra. Faz parte, tem que ter personalidade para reverter essa situação", avaliou Aguirre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos