Ramon salva o Vasco no fim e time vence o Sport em São Januário

Do UOL, no Rio de Janeiro

No dia da reestreia do técnico Jorginho no comando do Vasco, o Cruz-maltino respirou aliviado ao vencer o Sport neste sábado (9) por 3 a 2, com dois gols de Yago Pikachu e um de Ramon (Paulão contra e Michel Bastos marcaram para o Sport), em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro.

A vitória ficou com a equipe que foi mais organizada ao longo dos 90 minutos e demonstrou mais vontade para sair com o triunfo. Sem muita imaginação, o Sport nem de longe lembrou o time que chegou a ocupar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

Na última rodada antes da pausa para a Copa do Mundo, o Vasco visita o Internacional na quarta-feira (13), às 21h45 (horário de Brasília), no Beira-Rio. Já os pernambucanos recebem no mesmo dia o Grêmio, às 19h30, na Ilha do Retiro.

O melhor: Giovanni Augusto lidera o Vasco

Perseguido por muitas contusões desde que chegou a São Januário, o meia Giovanni Augusto viveu um de seus melhores dias com a camisa vascaína. Além do passe que resultou no gol de Pikachu (outro grande destaque da equipe mandante), o meia ditou o ritmo do meio-campo vascaíno e serviu bem seus companheiros. Na primeira etapa, acertou uma bomba que assustou Magrão. Desgastado fisicamente, ele foi substituído por Raul.

O pior: Paulão entrega

Jogador que vive em eterno conflito com a torcida vascaína, Paulão voltou a ser o destaque negativo na partida deste sábado, visto que teve participação decisiva nos dois gols do Sport. Quase no fim do primeiro tempo, o jogador resvalou de cabeça e matou o goleiro Fernando Miguel. O Vasco buscou o segundo gol, mas o camisa 3 voltou a falhar. Aos 28 minutos, ele cabeceou para dentro da área e Michel Bastos, de bicicleta, concluiu para empatar. A partir daí, o camisa 25 foi perseguido por boa parte da torcida.

Vasco na frente

A partida começou muito estudada, com marcação forte de ambos os lados e muita dificuldade de penetração das duas equipes. O equilíbrio marcava o duelo até que Giovanni Augusto encontrou um raro espaço vazio. Aos 18 minutos, o meia percebeu a infiltração de Yago Pikachu, que saiu na frente de Magrão para abrir a contagem em São Januário.

Com a vantagem, o Vasco rodava a bola até encontrar novas brechas. O Sport, por sua vez, tinha mais dificuldade para ameaçar o rival e afrouxou na marcação. Em nova escapada, Pikachu saiu novamente sozinho à frente de Magrão, que conseguiu se antecipar e cortar a bola antes da chegada do cruz-maltino.

Diante de um rival desorganizado e sem nenhuma criatividade para chegar ao gol adversário, tudo indicava que o Vasco iria para o vestiário com a vitória parcial. O zagueiro Paulão, porém, deu uma "forcinha" para o Sport. Aos 42, Marlone bateu falta, o defensor resvalou na bola e tirou Fernando Miguel da jogada. Mas os protestos na arquibancada duraram muito pouco. Em nova investida, Pikachu, mais uma vez, entrou sozinho na frente de Magrão, que derrubou o jogador dentro da área. Pênalti que o 22 cobrou para recolocar o Vasco na frente.

Pikachu matador

Lateral de origem, o jogador tem se notabilizado como grande peça ofensiva vascaína na atual temporada. Com os dois gols deste sábado, ele chegou a 13 gols e se isolou ainda mais na artilharia cruz-maltina na temporada de 2018.

Ramon salva no fim

Atrás do marcador, o Sport teve de se atirar um pouco mais na etapa final. Ao passo que saiu com mais ímpeto para tentar o empate, o Sport deixou ainda mais espaços para o Vasco, que desperdiçou ótimas chances de ampliar.

Aos 9, Luiz Gustavo bateu em cima de Magrão e lamentou a oportunidade perdida. Dois minutos depois, Giovanni Augusto conseguiu bom cruzamento pelo lado direito, e Yago Pikachu, de voleio, obrigou o camisa 1 rubro-negro a outra importante defesa.

Com a vitória parcial, o Vasco se retraiu e chamou o adversário para o seu campo. Ainda que de forma não muito coordenada, o Sport aproveitou o espaço concedido e foi para cima. Aos 28 minutos, o zagueiro Paulão voltou a jogar contra. Em uma rebatida sua, Michel Bastos arrematou de bicicleta para empatar. Um justo castigo para o recuo do Vasco e a persistência do Sport.

Aos 44, no entanto, Ramon aproveitou rebatida do goleiro e marcou o gol que fez o Caldeirão de São Januário ferver.

Sem perdão

Antonio Marcos/Agêndia O Dia/Estadão Conteúdo

Formado nas categorias de base do Vasco, o meia Marlone não foi recebido com carinho pela torcida do Vasco, que vaiou e xingou o jogador a cada toque na bola. Em dezembro de 2013, o jogador deixou o Vasco rumo ao Cruzeiro, e muitos torcedores consideraram uma traição da parte do hoje rubro-negro. O Cruz-maltino terminou rebaixado à Série B aquele ano. Fellipe Bastos, outro ex-vascaíno, também recebeu todo o "carinho" dos torcedores presentes.

Baixa

Titular absoluto da equipe vascaína, o meia Wagner foi desfalque de última hora para o técnico Jorginho. Por conta de desgaste físico, o jogador sequer foi relacionado para a partida em São Januário.

Homenagem

Carlos Gregório/Vasco
Henrique é presenteado pelo presidente Alexandre Campello com camisa especial

Antes de a bola rolar, o lateral-esquerdo Henrique, que completou 100 partidas com a camisa vascaína diante do Sport, foi homenageado com uma camisa especial com o número nas costas. A entrega foi feita pelo presidente Alexandre Campello, que ressaltou a identificação do jovem com o clube.

VASCO 3 X 2 SPORT

Data/Hora: 9 de junho de 2018, às 19h (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio,
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira
Gols: Yago Pikachu, aos 18 minutos; Paulão (contra), aos 42 minutos; e Yago Pikachu, aos 45 minutos do primeiro tempo; Michel Bastos, aos 28, e Ramon, aos 44 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Ricardo, Henrique, Paulão, Bruno Cosendey (VAS); Magrão (SPT)

VASCO
Fernando Miguel, Luiz Gustavo, Paulão, Ricardo (Erazo), Henrique, Desábato, Andrey, Bruno Cosendey (Ramon), Pikachu, Giovanni Augusto (Raul) e Andres Ríos. Técnico: Jorginho

SPORT
Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Fellipe Bastos (Michel Bastos) e Gabriel; Marlone (Neto Moura), Rogério (Carlos Henrique) e Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos