Artilheiros brilham, Atlético-MG goleia o Fluminense e vira vice-líder

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Nenhuma outra equipe do Campeonato Brasileiro tem tantos gols em seus jogos como o Atlético-MG. E não foi diferente contra o Fluminense, neste domingo (10), no estádio Independência, pela 11ª rodada. Numa partida de sete gols, o Galo venceu por 5 a 2 em mais uma tarde inspirada de seus artilheiros e assumiu a vice-liderança da competição.

O triunfo faz o Atlético-MG subir duas posições, também beneficiado pelo empate do Palmeiras com o Ceará. Segundo colocado, agora soma 20 pontos. Já o Fluminense completou quatro rodadas sem vencer e despencou das primeiras colocações para a 11ª posição, com 14 pontos. 

O bom desempenho do time mineiro é fruto do ótimo momento de sua dupla de ataque, que lidera a artilharia da competição. Róger Guedes marcou duas vezes contra o Fluminense e chegou ao oitavo gol no Brasileirão. Ricardo Oliveira anotou um, o sexto dele no torneio.

Fica, Róger Guedes

Artilheiro do Brasileirão com oito gols e melhor jogador do Atlético na competição, o camisa 23 não tem seu futuro definido. Emprestado pelo Palmeiras, o atacante tem propostas do exterior e sua permanência na Cidade do Galo não está confirmada. Após marcar pela segunda vez no jogo, em lance que deixou o zagueiro no chão, Róger Guedes escutou o pedido da torcida, que deseja sua permanência para o segundo semestre.

Quem foi bem: Tomás Andrade

MAILSON SANTANA/FLUMINENSE
Tomás Andrade foi bem diante doo Fluminense e marcou pela segunda vez consecutiva pelo Galo

Como Luan reclamou de fadiga muscular, a comissão técnica do Atlético optou por segurar o camisa 27 para o segundo tempo. Tomás Andrade foi o escolhido para começar como titular. O argentino entrou com moral, já que na rodada anterior havia marcado o primeiro gol pelo Galo, diante do América-MG. E Tomás correspondeu. Participou intensamente do ataque e marcou um dos gols.

Quem foi mal: Cazares

Bastante questionado pela torcida nas rodadas anteriores, apesar do gol anotado no clássico com o América-MG, o equatoriano Cazares foi o pior jogador do Atlético-MG diante do Fluminense. Apesar da falha de Patric no segundo gol do time carioca, o camisa 10 do Galo esteve numa tarde apagada no Independência. Foi substituído no começo do segundo tempo e bastante vaiado pelos torcedores.

Pedro retorna ao Fluminense com gol

Foram duas rodadas fora do time por causa de uma lesão na coxa esquerda. E o artilheiro do Fluminense na temporada retornou com gol. Ainda teve ótima chance no começo do segundo tempo, mas bateu por cima do gol defendido por Victor. O centroavante do Flu também teve a bola do empate quando estava 3 a 2 para o Galo, mas novamente finalizou para fora.

Tomás teve muito azar antes do gol

Cinco minutos antes de fazer o terceiro gol da vitória atleticana, Tomás Andrade teve muito azar em um chute de fora da área. O argentino tirou a marcação e finalizou bem. A bola bateu na trave, nas costas do goleiro Júlio César e novamente na trave. Um lance de azar para o argentino, que na sequência teve a boa atuação premiada com gol.

De novo, Ricardo Oliveira?

Em jogos recentes, o atacante Ricardo Oliveira bateu faltas e não foi bem sucedido. Inclusive o técnico Thiago Larghi chegou a ser questionado e saiu em defesa do atacante. Contra o Fluminense, porém, foi diferente: marcou um belo gol, o sexto dele no Brasileirão.

Atlético-MG está perto de cumprir promessa do presidente

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, afirmou que seu clube certamente estaria entre os três primeiros colocados do Brasileirão até a parada para a Copa do Mundo. Faltando uma rodada para ser disputada antes do Mundial, o Galo depende de uma vitória simples para ficar entre os três primeiros colocados. Na quarta-feira (13) o time alvinegro recebe o Ceará, às 21h45 (horário de Brasília), no Independência. O Fluminense recebe no mesmo dia o Santos, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 5 X 2 FLUMINENSE

Data: 10 de junho de 2018, quinta-feira
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA/SP)
Cartões amarelos: Gustavo Blanco e Róger Guedes (CAM) Matheus Alessandro e Ibañez (FLU)
Gols: Gilberto aos 28, Leonardo Silva aos 34, Róger Guedes aos 45 e Pedro aos 47 minutos do primeiro tempo; Tomás Andrade aos 18, Ricardo Oliveira aos 41 e Róger Guedes aos 49 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva (Bremer, aos 43 do 1º), Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Elias, aos 38 do 2º), Tomás Andrade e Cazares (Luan, aos 14 do 2º); Róger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

FLUMINENSE: Júlio César, Ibañez, Nathan Ribeiro e Luan Peres; Gilberto (Sornoza, aos 25 do 2º), Richard, Jadson, Douglas e Ayrton Lucas (João Carlos, aos 33 do 2º); Pedro e Matheus Alessandro (Pablo Dyego, no intervalo).
Técnico: Abel Braga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos