Artilheiro Ederson fala em despedida do Atlético-PR, há 3 jogos sem marcar

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

Com 10 gols marcados no ano, o atacante Ederson deu entrevistas na saída de campo, após a derrota do Atlético Paranaense para o Botafogo (2 a 0), já em tom de despedida do clube. Ele foi artilheiro do Paranaense e tem um gol marcado no Brasileirão, em que atuou em quatro partidas. Ederson entrou em campo já no segundo tempo, aos 31 minutos. Na saída, deixou no ar que não seguirá no clube.

"Acredito que possa ter sido meu último jogo, saio triste pela situação em que se encontra a equipe. Individualmente eu acho que muito feliz aqui, devo muito ao Atlético. Esse ano fui artilheiro do Estadual, agradeço a todos que sempre torceram por mim", disse aos microfones do Canal Premiere.

Pouco utilizado pelo técnico e coordenador de futebol atleticano, Fernando Diniz, Ederson pouco jogou com o técnico e deu a entender que procura novos caminhos. "Meu contrato acaba no Japão no dia 30, junto com o Atlético. Tô esperando alguma coisa aparecer, meu empresário tá mexendo aí, vamos ver", disse desta feita aos microfones das rádios que acompanhavam a partida. Ederson pertence ao Kashiwa Reysol, mas não renovará com os japoneses.

Com a chance de ficar sem o principal artilheiro no ano, o Atlético vive um jejum de três partidas sem marcar, com quatro derrotas consecutivas. Desde a derrota para o América-MG por 3 a 1, o Furacão passou em branco nos tropeços diante de Sport (1 a 0), São Paulo (1 a 0) e Botafogo. Além de artilheiro do Paranaense 2018, Ederson ainda foi artilheiro do Brasileirão em 2013 com a camisa do Furacão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos