Jair diz que seu emprego depende da diretoria e avisa: "não peço demissão"

Do UOL, em Santos (SP)

O técnico Jair Ventura preferiu não garantir que será mantido no cargo mesmo com a vitória do Santos contra o Fluminense por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador deixou claro que ainda se sente "ameaçado" no cargo e alega que sua permanência depende somente da diretoria santista.

O treinador, inclusive, voltou a enfatizar que não pedirá demissão e que pretende cumprir o seu contrato até o final, no dia 31 de dezembro deste ano.

"Aí eu estaria respondendo por eles (garantido após a vitória?). Por mim eu estaria garantido sempre, quero cumprir meu contrato, não depende da minha pessoa, depende da diretoria, a gente sabe como é o futebol. Estamos classificados na Libertadores e com uma goleada na Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro só não enxerga quem não quer que não é o lugar do Santos (últimas colocações)", afirmou Jair Ventura.

"É a situação de todos os treinadores do Brasil: trabalho em xeque até o próximo jogo. Tento ser a mesma pessoa sempre. Não depende de mim  a minha permanência, não vou pedir demissão. E quando a bola entra as coisas aliviam para a vida do treinador", completou.

Jair Ventura também fez questão de "vender o seu peixe" na entrevista coletiva. Ao ser questionado sobre o ponto determinante da vitória, o treinador disse que foi o esquema tático. Ele alega que perdeu quatro atacantes para o jogo (Eduardo Sasha, Rodrygo, Arthur Gomes e Yuri Alberto) e, por isso, mudou o esquema para o 4-4-2, em formato de "quadrado" no meio-campo, com Gabigol e Bruno Henrique mais avançados no ataque.

"Foi tática, pois perdemos quatro atacantes para este jogo. Eu tive que fazer uma mudança tática, jogamos no 'quadrado', soltamos mais o Bruno e o Gabriel. O grupo deu uma resposta boa. Mesmo com tantas perdas conseguimos ter as melhores chances. O importante é conseguir jogar com um forte mandante que é o Fluminense e conseguimos uma grande vitória, que estava batendo na trave, que foi contra o Corinthians, e vencemos a primeira fora de casa", disse.

Por fim, Jair Ventura elogiou a pergunta de um repórter que o colocou como uma espécie de "blindagem" aos problemas financeiros do clube e até questões da diretoria.

"Excelente pergunta. Aprendizado enorme. Cresço como profissional, não queria passar por esse aprendizado tão rápido. Fico feliz de estar amadurecendo. Eu hoje sou uma pessoa e o Jair com 70 anos vai ser um eterno aprendiz. Isso tudo que eu venho passando só serve para isso que a vida de treinador reserva para gente", concluiu.

O Santos venceu o Flu com um gol de Bruno Henrique aos 40 minutos do segundo tempo e se garantiu fora da zona de rebaixamento durante o período de Copa do Mundo, na Rússia. A equipe santista iniciou a rodada com apenas um ponto a frente da zona de degola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos