Problema crônico do Vasco, Jorginho lamenta gol sofrido de bola parada

Do UOL, no Rio de Janeiro

Em sua segunda partida apenas no retorno ao Vasco, o técnico Jorginho lamentou que a equipe novamente tenha sofrido gols no problema crônico da temporada: a bola parada.

Na derrota por 3 a 1 para o Internacional, nesta quarta-feira, no Beira-Rio (RS), dois gols que o time levou foram desta maneira: o segundo e o terceiro. De acordo com o treinador, o fundamento foi treinado durante a semana.

"Com certeza o gol cedo prejudica. Jogamos fechadinhos em busca de contra-ataques, mas ainda continuamos conservadores, esperando o momento certo. Não poderíamos ter levado gol de bola parada. Treinamos bastante, apesar de ser apenas em um dia", avaliou.

Na partida desta noite, o treinador promoveu a estreia do jovem zagueiro Miranda, de apenas 18 anos, entre os profissionais. Em sua análise, o garoto foi bem:

"O Miranda com 18 anos foi uma grata surpresa, não sentiu a partida. Podemos contar com ele. Se manteve firme contra grandes jogadores. Foi batido poucas vezes", disse.

O Vasco agora dará dez dias de folga para os jogadores antes do período de treinamentos que terá início no centro de treinamento das Vargens, mas que poderá ter um trecho no CT João Havelange, em Pinheiral (RJ).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos