Topo

Esporte


Expulsões e vendas deixam Fla sem "meio time" para retorno do Brasileiro

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

2018-06-16T04:00:00

16/06/2018 04h00

O Flamengo aproveita o recesso por conta da Copa do Mundo para recarregar as baterias enquanto curte a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O retorno aos treinamentos, no entanto, será de muito trabalho para o técnico Maurício Barbieri. Por conta das três expulsões no empate por 1 a 1 com o Palmeiras e das negociações de Felipe Vizeu e Vinicius Júnior, o Rubro-negro não contará com "meio time" em um duelo importantíssimo.

No dia 18 de julho, os cariocas recebem o São Paulo, terceiro colocado, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã. O jogo é fundamental para as pretensões dos clubes na competição. Tanto que Barbieri precisará "quebrar a cabeça" para montar o Flamengo, que tentará abrir vantagem na ponta. São pelo menos cinco desfalques, mas a conta ainda pode aumentar.

O ataque é o setor mais problemático. Felipe Vizeu foi negociado com a Udinese-ITA e já se despediu do clube. Vinicius Júnior ainda não deu adeus de maneira oficial, mas se apresentará ao Real Madrid após a Copa do Mundo. A permanência no Ninho do Urubu até o final do ano é tratada como absolutamente improvável.

Marcello Zambrana/AGIF
A confusão no empate com o Palmeiras desfalcou o Flamengo em posições estratégicas Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Além dos garotos, Henrique Dourado foi expulso na confusão que tomou conta do fim do jogo contra o Palmeiras. Paolo Guerrero até poderia ser o titular, mas depende da participação do Peru na Copa do Mundo e da situação contratual em relação ao caso de doping.

Para o setor ofensivo, Marlos Moreno ou Geuvânio devem substituir Vinicius Júnior. Na posição de centroavante, Lincoln é a opção para a vaga de Dourado se, de fato, Guerrero não reunir condições de entrar em campo.

O Flamengo também perdeu os dois volantes. O titular Cuéllar e o reserva Jonas foram expulsos na confusão com os jogadores do Palmeiras. É um problema considerável para Barbieri, já que o colombiano é um ponto de equilíbrio importante da equipe.

Para substituí-lo, as opções no setor são Jean Lucas, Willian Arão, Rômulo e Ronaldo. Nenhum deles, porém, possui a mesma característica de marcação dos desfalques.

O Flamengo se reapresenta no dia 25 de junho e começará a trabalhar para buscar soluções para o problema. A comissão técnica pretende realizar jogos-treino e pelo menos um amistoso no período para testar as possibilidades na equipe titular. Enquanto isso, a diretoria busca reforços no mercado. Lateral, volante e atacante são as posições prioritárias na análise do departamento de futebol.

Mais Esporte