Sem moral com torcidas, L. Lima dá "dor de cabeça" para Santos e Palmeiras

Leandro Miranda e Samir Carvalho

Do UOL, em Santos e São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Meia será vaiado pela torcida do Santos, fato que já ocorreu com a torcida palmeirense

    Meia será vaiado pela torcida do Santos, fato que já ocorreu com a torcida palmeirense

O meia Lucas Lima é um dos principais atrativos do clássico entre Santos e Palmeiras nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no estádio do Pacaembu, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 20 está em baixa com as duas torcidas. Santistas não o suportam por conta de sua saída para um arquirrival, enquanto boa parte dos palmeirenses já dirigiu vaias ao jogador pelo desempenho apresentado em campo desde que chegou ao clube no início desta temporada.

Lucas Lima ainda provoca "dor de cabeça" para os dois técnicos. No Santos, o técnico Jair Ventura só recebeu um reforço da posição durante o recesso da Copa do Mundo. Trata-se do costa-riquenho Bryan Ruiz. Mas o problema persistirá pelo menos por duas ou três rodadas, já que o meia recebeu dez dias de férias após o término do Mundial da Rússia.

Sem Bryan Ruiz, a equipe santista pode até ser escalada com quatro atacantes – Eduardo Sasha, Rodrygo, Gabigol e Bruno Henrique. A experiência de um "quarteto ofensivo" foi testada, aliás, no clássico contra o Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista. Na ocasião, a equipe santista venceu por 2 a 1, mas foi eliminada nos pênaltis.

No duelo contra o Palmeiras, a função de "camisa 10" ficou com o jovem Rodrygo. Mas vale ressaltar que Jair também testou Gabigol na armação das jogadas em algumas partidas. Aliás, a lista é extensa: Emiliano Vecchio, Jean Mota, Léo Cittadini, Vitor Bueno e até o veterano Renato foram testados na função, todos sem sucesso.

Por conta disso, Lucas Lima foi lembrado diversas vezes pelo técnico Jair Ventura ou jornalistas em entrevistas coletivas nesta temporada. A pressão interna e externa fez a diretoria santista "quebrar a cabeça" no mercado do futebol em busca de um camisa 10 de origem.

Lucas Zelarayán, Paulo Henrique Ganso, Marquinhos Gabriel, Nenê (antes do acerto com o São Paulo), entre outros, negociaram com o alvinegro praiano, mas não chegaram a um acordo.

Para piorar, o meia Diogo Vitor, uma das apostas do presidente José Carlos Peres para suprir a saída de Lucas Lima na armação das jogadas, foi flagrado no exame antidoping por uso de cocaína e está suspenso do futebol.

Já no Palmeiras, Lucas tem tido uma temporada de altos e baixos. Apesar de ser o líder de assistências do time na temporada, ele tem apresentado dificuldades para entregar tudo o que o técnico Roger Machado espera de um "camisa 10": além dos passes precisos, infiltração na área adversária e intensidade com e sem a bola.

Com características de mais cadências, Lucas Lima perdeu a posição para Moisés antes da parada da Copa do Mundo. Hoje, pode-se considerar que o jogador é reserva do Palmeiras. Mas com o titular suspenso pelo terceiro amarelo, ele terá mais uma chance de enfrentar o ex-time. Roger Machado se animou com o que viu de Lucas na intertemporada alviverde, que contou com três vitórias em amistosos na América Central.

"Reparamos o Lucas muito motivado na intertemporada, os trabalhos foram intercalados e ele mostrou interesse em elevar seu nível, sabendo que poderia voltar ao time pelas suspensões contra o Flamengo. Vi o Lucas nos amistosos com intensidade alta, que é uma questão que eu sempre conversei com ele. Ele se locomove bem no campo, mas a intensidade no momento decisivo da partida precisava crescer, e isso aconteceu. Ele deu assistência e está muito motivado a recuperar o terreno que de certa forma foi perdido antes da parada da Copa. Vamos ver o Lucas no ápice da forma física", disse Roger.

Além de Bryan, Santos não terá Pituca

O técnico Jair Ventura realizou o último treino tático do Santos antes do clássico na tarde desta quarta-feira, no CT Rei Pelé. O treino foi fechado, mas tudo indica que o treinador escalará quatro atacantes. Além de Bryan Ruiz que não está disponível para estrear, Jair não conta com o Diego Pituca, suspenso. Jean Mota deve fazer a função de segundo volante em seu lugar.

Na zaga, David Braz, que passou a semana se recuperando de uma virose, treinou nesta quarta-feira e deve formar a dupla de zaga titular com Gustavo Henrique. Lucas Veríssimo, que teve negociação polêmica recentemente com o Torino, da Itália, deve ficar como opção no banco de reservas.

Ficha Técnica

Santos x Palmeiras

Data e horário: 19/07/2018, às 20h (de Brasília)
Local: Estádio do Pacaembu
Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Helcio Araújo Neves e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Jean Mota e Rodrygo; Gabigol, Eduardo Sasha e Bruno Henrique.
Técnico Jair Ventura.

Palmeiras
Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Bruno Henrique e Felipe Melo; Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Hyoran; Willian.
Técnico: Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos