Na volta de D'Ale, Inter fura retranca do Ceará, vence e pula para terceiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Inter voltou a vencer, mas foi complicado. Depois de sofrer com uma retranca bem montada pelo Ceará, nesta segunda-feira (23), o Colorado fez 1 a 0, gol de Pottker. Com o 10º jogo de invencibilidade, o time gaúcho pulou para o terceiro lugar na classificação.

São 26 pontos conquistados. Na próxima rodada o adversário será o América-MG, em Belo Horizonte, quinta-feira. Já o Ceará é lanterna com oito e no sábado terá pela frente o Santos.

O jogo marcou retorno de D'Alessandro depois de nove jogos afastado por lesão. O gringo entrou na etapa final e participou do lance do gol.

Faro artilheiro volta e Pottker marca de novo

Depois de passar mais de mil minutos sem marcar, Pottker recuperou o faro artilheiro. Aproveitou-se de um rebote e colocou nas redes. Foi seu sétimo na temporada, igualando Nico López, o goleador do Inter no ano. 

Edenílson contribui pouco com o time

Responsável por auxiliar o setor de criação principalmente no primeiro tempo, Edenílson não conseguiu contribuir e como Odair Hellmann gostaria. 

D'Alessandro volta após nove jogos

Aos 15 minutos do segundo tempo, D'Alessandro voltou. Depois de nove jogos afastados por dois entorses no tornozelo esquerdo, o argentino foi chamado para resolver o problema de armação do time. Tentou de todas as formas estar nas zonas de ação do jogo. Por pouco não deu uma assistência para Leandro Damião. E participou do lance do gol. 

Inter ronda o gol do Ceará e só chuta aos 30 minutos

Não seria fácil penetrar na defesa do Ceará. E o Inter não desperdiçou jogadas para isso. Sem arriscar qualquer movimento que pudesse dar errado, o Colorado trocou muitos passes e teve posse de bola muito superior ao adversário. Penetrou pouco, mesmo que os jogadores de lado tivesse solicitado lançamento repetidamente. Não receberam a bola. Com toques curtos, o Inter tentou tramar pelo meio e foi chutar em gol pela primeira vez com 30 minutos de jogo. Em seguida, Rossi acertou a trave no movimento mais efetivo do primeiro tempo.

Ceará recua, faz tempo e se contentaria com empate

E por que tanta dificuldade? Culpa do Ceará. O time de Lisca postou-se defensivamente. Com a linha de meio bem compacta junto à defesa, o alvinegro parecia contente com o empate. Fez tempo sempre que possível, e arriscou apenas em contra-ataques. Até mesmo estes foram medidos com acertos quase nulos. Pretendia se defender e estava satisfeito se apenas isso ocorresse no jogo.

Odair muda formato do Inter ainda no primeiro tempo

Percebendo a dificuldade de criação do Inter, Odair Hellmann mudou o formato do time ainda no primeiro tempo. Com uma profusão de jogadas sem sucesso pelo meio, já que os volantes do Ceará 'afundavam' e, somados aos zagueiros, cercavam Pottker e Nico, o treinador abriu mão do 4-4-1-1, centralizou Patrick, abriu Nico López pela direita, Rossi na esquerda e montou o 4-1-4-1 já utilizado outras vezes na equipe. Melhorou e o Inter passou a ser mais produtivo no último terço do campo.

Lisca 'doido' dá show no reservado

Não é à toa que Lisca carrega a alcunha de 'doido'. O treinador do Ceará deu show no reservado. Gesticulando para reclamar da arbitragem, conversando 'sozinho' muitas vezes, orientando aos berros seus jogadores para voltar e ajudar a defesa. Se não mexeu no time taticamente, o treinador orientou o que havia pré-determinado e chamou atenção pela conhecida conduta participativa.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 CEARÁ
Data
: 23/07/2018 (Segunda-feira)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo
Auxiliares:  Luiz Claudio Regazone e Carlos Henrique Cardoso de Souza
Renda: R$ 569.225,00
Público:23.595 (19.27 pagantes)
Cartões amarelos: Arthur (CEA), Richardson (CEA), Reina (CEA); Rodrigo Dourado (INT), Danilo Silva (INT); 
Gols: William Potter, do Inter, aos 30 minutos do segundo tempo; 

INTERNACIONAL
Danilo Fernandes; Zeca, Danilo Silva, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson (Damião), Patrick, Nico López Gabriel Dias) e D'Alessandro; William Pottker.
Técnico: Odair Hellmann

CEARÁ
Everson; Samuel Xavier, Thiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Richardson, Juninho (Eder Luís) e Reina (Calyson); Felipe Azevedo (Luidy) e Arthur.
Técnico: Lisca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos