Com time reserva, Grêmio sai na frente e cede empate à Chapecoense

Do UOL, em São Paulo

Chapecoense e Grêmio ficaram no empate por 1 a 1, neste domingo (29), na Arena Condá. Em um jogo bastante movimento, os reservas do time gaúcho saíram na frente logo no início, mas cederam a igualdade na segunda etapa. Pepê abriu o placar para os visitantes e Elicarlos igualou. Com o resultado, a Chape deixou a zona de rebaixamento.

Visando o compromisso contra o Flamengo na próxima quarta-feira (1º) pela Copa do Brasil, Renato Gaúcho optou por poupar os titulares e escalou uma equipe alternativa, liderada por Marinho e Douglas – ambos atuando nos 11 iniciais pela primeira vez. A formação reserva saiu na frente, mas não conseguiu segurar o resultado.

O empate deixa o Grêmio com 27 pontos, na quarta colocação. A equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Atlético-MG na sequência da rodada. A Chapecoense chega a 17 e deixa a zona de rebaixamento para ocupar a 15ª posição.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o Flamengo – mesmo adversário da próxima quarta pela Copa do Brasil – em Porto Alegre. Já a Chapecoense enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro.

O melhor: Jovem Pepê é surpresa positiva entre reservas

O técnico Renato Gaúcho surpreendeu ao optar pelo jovem Pepê, de 21 anos, em vez de Thonny Anderson. O atacante formado nas categorias de base correspondeu e anotou o primeiro gol do jogo, logo no início. Além disso, a velocidade do jogador foi uma das grandes armas do Grêmio ao longo da partida.

O pior: Wellington Paulista falha em finalizações

A Chapecoense poderia ter tido melhor sorte neste domingo caso a equipe catarinense aproveitasse as oportunidades criadas na primeira etapa. A principal oportunidade caiu nos pés do centroavante Wellington Paulista aos 35 minutos. O camisa 9 recebeu cruzamento da direita e apareceu livre para finalizar, mas mandou por cima do gol.

Antes disso, Wellington Paulista já havia desperdiçado uma oportunidade ao tentar encobrir Paulo Victor com chute da entrada da área.

Grêmio abre placar logo no início

O Grêmio precisou apenas de dois minutos para abrir o placar na Arena Condá. Pepê escapou em velocidade, tabelou com Hernane e completou para o gol. Foi o primeiro gol do jovem de 21 anos na temporada.

Velocidade é arma dos reservas do Grêmio

Mesmo sem os principais jogadores, o Grêmio mostrou uma proposta de jogo sólida em Chapecó. A principal aposta do time de Renato Gaúcho era a velocidade pelas pontas, com Pepê e Marinho. Foi explorando a característica da dupla que a equipe visitante chegou com perigo. Pepê, depois de marcar no começo do jogo, recebeu uma grande oportunidade em jogada rápida de Marinho aos 32 minutos da etapa inicial, mas acabou furando na pequena área.

Chape se impõe no segundo tempo e consegue empate

Se o primeiro tempo foi de bastante controle do Grêmio, o cenário mudou na segunda etapa. Com mais ímpeto ofensivo, a Chapecoense passou a controlar as ações e pressionou na volta do intervalo. A equipe foi recompensada com o gol de empate aos 16 minutos, com Elicarlos. O lance, porém, contou com reclamação dos visitantes por conta de um impedimento na origem da jogada.

Paulo Victor salva o Grêmio no fim

Por muito pouco a Chapecoense não chegou à virada nos últimos minutos da partida. Aos 46 do segundo tempo, Amaral finalizou de cabeça dentro da área e Paulo Victor fez grande defesa para impedir o segundo gol do time da casa. 

Douglas começa entre titulares pela 1ª vez no ano

Ricardo Luis Artifon/AGIF

A opção de Renato Gaúcho em poupar os titulares possibilitou a chance de outros jogadores atuarem neste domingo. Um deles foi o veterano Douglas, que começou entre os titulares pela primeira vez na temporada. Recuperado de lesão no joelho, o meia de 36 anos foi o responsável por liderar a equipe em Chapecó – antes disso, ele havia entrado no decorrer das partidas contra Atlético-MG e Vasco.

Sequência negativa

Com o resultado, a Chapecoense chegou ao quinto jogo consecutivo sem vitória na competição – uma derrota (Botafogo) e quatro empates (contra Grêmio, Santos, Bahia e América-MG). A última vitória aconteceu em 9 de junho, diante do Cruzeiro.

Os tropeços igualam a pior sequência negativa da Chape na temporada, entre 1º e 29 de abril, quando também ficou cinco jogos sem vencer.

Virando a chave

Agora, as duas equipes voltam as atenções para a Copa do Brasil. O Grêmio recebe o Flamengo na próxima quarta-feira (1º), em Porto Alegre, pelo confronto de ida das quartas de final. Já a Chapecoense visita o Corinthians, em Itaquera. Curiosamente, no mesmo dia a equipe catarinense tem um amistoso contra o Torino e mandará um time alternativo à Itália.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 X 1 GRÊMIO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 29/07/2018
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Auxiliares: Wendel de Paiva Gouvea (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)

Gols: Pepê (GRE), aos 2 minutos do 1º tempo; Elicarlos (CHA), aos 16 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos: Eduardo (CHA); Paulo Victor (GRE) e Thaciano (GRE)

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Douglas, Nery e Bruno Pacheco; Elicarlos, Amaral e Yann (Alan Ruschel); Osman (Leandro Pereira), Bruno Silva e Wellington Paulista (Vinícius Freitas). Técnico: Gilson Kleina.

Grêmio: Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda, Bressan (Derlan) e Guilherme Guedes; Jailson, Thaciano (Matheus Henrique), Douglas, Marinho e Pepê; Hernane (Thonny Anderson). Técnico: Renato Gaúcho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos