À espera de Felipão, Palmeiras vence Paraná com dois de Bruno Henrique

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

Ainda sem contar com seu novo técnico Luiz Felipe Scolari, que só deve chegar no final desta semana, o Palmeiras construiu uma vitória tranquila sob o comando do interino Wesley Carvalho e bateu o Paraná por 3 a 0 neste domingo (29), no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Bruno Henrique foi o destaque do jogo ao marcar duas vezes, e Lucas Lima saiu do banco para fechar o placar com um golaço.

Contra um adversário que apresentou muito pouco na defesa e no ataque, o Palmeiras fez uma excelente partida e praticamente não tomou sustos. O triunfo levou o alviverde aos 26 pontos, provisoriamente na quarta colocação, ultrapassando Grêmio, Inter e Cruzeiro, que ainda jogam neste domingo. Já o Paraná, com 13 pontos, é o 18º, na zona do rebaixamento.

O próximo compromisso do Palmeiras é na quinta-feira (2), contra o Bahia, fora de casa, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Ainda não está definido se Wesley Carvalho segue no comando do time para esse jogo, enquanto Felipão resolve questões particulares em Portugal, ou se o auxiliar Paulo Turra assume o time.

O melhor: Bruno Henrique

ADRIANA SPACA/ESTADÃO CONTEÚDO

Efetivado como capitão do Palmeiras, o volante segue em grande fase com a camisa alviverde. Com os dois gols marcados neste domingo – o primeiro com um chute certeiro de fora da área, o segundo aproveitando um rebote – já chegou a 11 na temporada e só está atrás de Borja e Willian na artilharia do ano. Além disso, comandou o meio-campo com pressão intensa sobre os adversários e ótimos passes e lançamentos. Ao ser substituído por Thiago Santos no final, foi muito aplaudido por todo o estádio.

O pior: Alex Santana

O camisa 10 do Paraná não conseguiu fazer muita coisa com a bola no pé e ainda foi muito mal na marcação. Responsável por fechar o lado direito do meio-campo, tomou muitas bolas nas costas no primeiro tempo e o Palmeiras criou quase todas as suas melhores oportunidades por ali. Acabou substituído por Rogério Micale no intervalo.

Palmeiras repete início acelerado e abre o placar

Como já vinha acontecendo com Roger Machado, o Palmeiras começou o jogo em um ritmo muito acelerado e não demorou para chegar ao primeiro gol. Pressionando forte no meio-campo com Bruno Henrique, Moisés e Gustavo Scarpa, o time paulista não deixou o Paraná respirar. Até que, aos 17 minutos, Dudu tabelou com Scarpa pela esquerda e cruzou para Willian, que ajeitou para a chegada de Bruno Henrique. O volante bateu rasteiro no canto, de primeira, para fazer 1 a 0.

Novidade, Artur joga bem e levanta torcida

A principal novidade do interino Wesley Carvalho no time titular foi a presença de Artur na ponta direita. Após um começo nervoso, a cria da base alviverde foi se soltando e fez ótimas jogadas usando sua velocidade. Algumas arrancadas levantaram a torcida no Allianz Parque. Em uma delas, cortou para o pé esquerdo e chutou, mas Scarpa não conseguiu chegar a tempo no rebote. Cinco minutos depois, porém, não teve jeito: chute de Artur, rebote de Thiago Fernandes e oportunismo de Bruno Henrique para completar para as redes e marcar o segundo gol. No segundo tempo, o garoto saiu ovacionado para a entrada de Lucas Lima.

Interino muda meio-campo do Palmeiras

Com Felipe Melo suspenso, Wesley Carvalho mudou a configuração de meio-campo do Palmeiras. Em vez de dois volantes com um meia à frente, o time jogou com apenas Bruno Henrique na base, e Moisés e Gustavo Scarpa à frente dele. O setor ficou mais agressivo na marcação e dificultou bastante as tentativas de toque de bola do Paraná. Já na hora de atacar, Moisés e Scarpa se revezaram na tarefa de ajudar na saída de bola e aparecer na frente para concluir.

Paraná cria pouco e mal incomoda Weverton

O time de Rogério Micale buscou incomodar o Palmeiras com tabelas rápidas pelo meio e algumas bolas esticadas para a velocidade dos pontas Rodolfo e Silvinho, mas mal incomodou o gol alviverde. A marcação palmeirense no meio-campo foi muito eficiente e os zagueiros também lidaram bem com as tentativas mais diretas para o atacante Carlos. O maior trabalho de Weverton foi defender uma falta cobrada por Rodolfo no primeiro tempo. Já na segunda etapa, outra falta, batida por Silvinho, explodiu na trave.

Lucas Lima fecha a conta com golaço

Lucas Lima entrou no segundo tempo no lugar de Artur, que foi bastante festejado pela torcida alviverde. E não demorou muito para o camisa 20 também ser aplaudido. Após sobra de cobrança de escanteio, ele pegou de primeira e acertou um lindo chute no ângulo, sem chances para Thiago Rodrigues, para fazer o terceiro e fechar o placar. Na briga para voltar a ser titular, o meia também jogou bem, com toques de efeito e disposição no meio-campo.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 3 x 0 Paraná

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 29/07/2018
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz e Kleber Lúcio Gil
Público: 35.776
Renda: R$ 2.565.986,14

Gols: Bruno Henrique, aos 17 e aos 40 minutos do 1º tempo; Lucas Lima, aos 33 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Diogo Barbosa e Mayke (Palmeiras); Mansur e Rodolfo (Paraná)

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Bruno Henrique (Thiago Santos), Moisés e Gustavo Scarpa (Hyoran); Artur (Lucas Lima), Willian e Dudu. Técnico: Wesley Carvalho

Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Cleber Reis (Renê Santos), Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Alex Santana (Torito) e Caio Henrique; Rodolfo, Carlos (Iacovelli) e Silvinho. Técnico: Rogério Micale

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos