Com reservas, Grêmio vence e deixa Flamengo ameaçado de perder liderança

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio venceu o Flamengo, neste sábado (4), por 2 a 0 em Porto Alegre. A vitória em jogo da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro tem um quê de ironia pela estratégia dos clubes. O time gaúcho usou apenas um titular e a equipe carioca fez o contrário: preservou somente três da escalação considerada ideal. Jael e Marinho marcaram.

O placar poderia ter sido ainda maior se Jael não tivesse perdido um pênalti. A penalidade foi defendida por Diego Alves quando o jogo ainda estava 0 a 0.

O pênalti não impediu que nos minutos finais a torcida gremista gritasse 'olé' durante troca de passes.

A vitória do Grêmio é uma boa notícia para o São Paulo. Com a derrota, o Flamengo para nos 34 pontos e pode ser superado pelo time de Diego Aguirre, que neste domingo recebe o Vasco.

O Grêmio entrou em campo apenas com Bruno Cortez, de volta após lesão muscular e em busca de ritmo de jogo, mas fez uma partida segura. Com muito vigor e esforço. Já o Fla poupou apenas a dupla de zaga e Diego, mas teve um desempenho bem discreto.

Quem decidiu: Jael, do pênalti perdido ao gol e assistência

O centroavante perdeu pênalti, em cobrança fraca e rasteira para fácil defesa de Diego Alves, mas depois se redimiu. Foi do camisa 9 o toque final para marcar o primeiro gol do Grêmio. No lance, Jael ainda acertou Marinho e cortou a região do supercílio. Com isso, sangrou e foi para o vestiário segundos antes do restante do time. No segundo tempo, ele ainda virou garçom e deu assistência para Marinho marcar o segundo.

Quem decepcionou: Vitinho

Camisa 14 fez o primeiro jogo como titular e não levou perigo ao Grêmio. Atacante seguiu o padrão do Flamengo e teve atuação discreta, sem criatividade. Foi sacado na etapa final.

Grêmio vai na base da vontade

A vontade fez o Grêmio sair em vantagem. Sem tanta inspiração, o time gaúcho criou com empenho individual e compensou déficit em entrosamento e poder de fogo. A formação reserva aproveitou os vacilos do Flamengo para marcar no último lance antes do intervalo.

Na arrancada da etapa final, o time gaúcho fez o segundo gol e a partir dali passou a explorar os espaços concedidos pelo Flamengo. Nem mesmo o improviso de Jailson como zagueiro, após lesão de Bressan ainda no primeiro tempo, afetou a solidez defensiva do Grêmio.

Flamengo joga com lentidão

O Flamengo fechou o primeiro tempo com 66% de posse, mas sem nenhuma chance clara para marcar. O dado resume a etapa de um time que flertou com a preguiça. A postura cobrou seu preço em forma de gol sofrido.

Geuvânio e Marlos Moreno foram usados no segundo tempo e o Fla melhorou em relação a ele mesmo, mas ainda longe de ter uma atuação que merecesse reverter o cenário.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 0 FLAMENGO

Data e hora: 04/08/2018, às 19h (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 16.588 pessoas (14.649 pagantes)
Renda: R$ 499.161,00
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Cartões amarelos: Jailson, Matheus Henrique, Thaciano (GRE); Juan, Cuéllar, Renê, Marlos (FLA)
Gols: Jael, aos 46 minutos do primeiro tempo (GRE); Marinho, aos 2 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Gomes, Paulo Miranda, Bressan (Matheus Henrique) e Bruno Cortez; Jaílson, Thaciano, Marinho (Alisson), Douglas e Pepê (Thonny Anderson); Jael
Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Thuler, Juan e Renê; Cuéllar, Jean Lucas (Geuvânio), Lucas Paquetá, Everton Ribeiro (Lincoln) e Vitinho (Marlos Moreno); Uribe
Técnico: Maurício Barbieri

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos