Cássio falha, Corinthians leva gol no fim e perde para Chapecoense

Do UOL, em Santos (SP)

Uma vitória para entrar para a história. Com um gol nos acréscimos, a Chapecoense bateu o time reserva do Corinthians, de virada (2 a 1), e assim conquistou o seu primeiro triunfo sobre o adversário dentro da Arena Condá. Marquinhos Gabriel abriu o placar, mas Diego Torres (de falta após lance polêmico com Cássio) e Doffo viraram a partida de forma emocionante.

Um lance polêmico marcou a partida. Na metade do segundo tempo, Cássio pegou a bola com a mão ainda fora da área – apesar de cair dentro dela – e o assistente assinalou a falta. A Chape reclamou bastante pedindo a expulsão do goleiro que, na sequência, sequer viu a bola em cobrança de falta perfeita de Diego Torres. Já no minuto final, Doffo aproveitou rebote do próprio Cássio para conquistar o triunfo.

Com o resultado, o Corinthians estaciona nos 26 pontos e perde a chance de assumir, ao menos temporariamente, a zona de classificação para a Libertadores. Já a Chapecoense vai a 21, dá um salto na tabela (assume o 13º lugar) e joga o Santos para a zona de rebaixamento.

Corinthians e Chapecoense agora voltam a se enfrentar na quarta-feira, de novo na Arena Condá, às 21h45 (de Brasília), no segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil. Na partida de ida, na Arena Corinthians, o time paulista venceu por 1 a 0.

O melhor: Mateus Vital

Foi uma das principais armas ofensivas do Corinthians. Por pouco não marcou um bonito gol na etapa inicial - bola carimbou o travessão - e outro já nos acréscimos, de fora da área, que Jandrei salvou.

O pior: Victor Andrade

Começou bem a partida, mas caiu de produção e acabou substituído no segundo tempo.

Gol em homenagem a Vilson

Em apenas cinco minutos, Marquinhos Gabriel aproveitou rebote de cabeçada de Roger – após boa jogada e cruzamento de Clayson – e completou para as redes. Na comemoração, foi até o banco de reservas e dedicou o gol a Vilson, zagueiro que voltou a ficar no banco do Corinthians depois de um ano e meio. Sua última partida foi em fevereiro de 2017, em amistoso, e desde então vinha se recuperando do joelho.

Corinthians pressiona e Chape reage. Mas nem tanto

O Corinthians começou o jogo em cima da Chapecoense, e assim dominou os primeiros minutos da partida até chegar ao gol. Em seguida, passou a administrar a partida, tocando mais bola, e, aos poucos, a Chapecoense conseguiu começar a assustar o gol de Cássio, especialmente com bolas aéreas – aproveitando falhas do setor defensivo do time paulista. Mas não demorou para o Corinthians voltar a tomar conta do jogo e pressionar, até carimbando o travessão.

Está certo? Juiz marca mão de Cássio fora da área e Chape empata

Reprodução/Premiere FC
Um lance mais que polêmico marcou a metade do segundo tempo na Arena Condá. Após lançamento do goleiro, Cássio saiu da área e pegou a bola, segundo o assistente, fora dela. A infração foi marcada e a Chape reclamou muito do fato de o juiz ter mostrado apenas amarelo ao goleiro. Na cobrança de falta, quase na linha, Diego Torres marcou um belo gol.

Contra-ataque fatal da Chapecoense

O empate já parecia certo, mas aos 49min do segundo tempo a história mudou após um belo contra-ataque da Chapecoense. Márcio Araújo cruzou, Cássio rebateu e, no rebote, Doffo completou para as redes para marcar o seu primeiro gol pela Chape.

Atleta da Chape é expulso do banco de reservas

Reprodução
Jogador da Chape, Barreto não entrou em campo, mas mesmo assim acabou expulso. Ele foi colocado para fora pelo árbitro por reclamação, ainda no primeiro tempo.

Chape vence a 1ª contra o Corinthians na Arena

O Corinthians era até este domingo o único time que ainda não havia perdido dentro da Arena Condá. Era. Com o gol nos acréscimos, a Chape venceu o adversário dentro de casa pela primeira vez após nove confrontos.

Araos vai bem em estreia como titular

O jovem meia chileno Ángelo Araos ganhou neste domingo a sua primeira chance como titular com a camisa do Corinthians. E deu conta do recado. Apareceu muito bem no primeiro tempo e deu uma bela assistência para um quase gol de Clayson.

Clayson joga água em torcedora

Reprodução/Premiere
Após ser substituído no segundo tempo, Clayson se irritou, pegou uma garrafinha e jogou água numa torcedora da Chapecoense que estava atrás do banco.

O Gordiola voltou!

Substituto de Gilson Kleina, o técnico Guto Ferreira fez a sua reestreia pela Chapecoense. Em sua primeira passagem, conquistou o Campeonato Catarinense de 2016. Ao entrar em campo, foi bastante aplaudido pela torcida presente na Arena Condá. "Um momento importante e emocionante, esse carinho que sempre teve aqui em Chapecó", disse antes do jogo.

CHAPECOENSE 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 12/08/2018 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: João Luiz Coelho (RJ) e Thiago Henrique Farinha (RJ)
Público: 10.070 pessoas
Renda: R$ 324.005,00
Cartões amarelos: Leandro Pereira (Chapecoense); Cássio e Marquinhos Gabriel (Corinthians)
Cartão vermelho: Barreto (reserva da Chapecoense)
Gols: Marquinhos Gabriel, aos 5 minutos do primeiro tempo, Diego Torres, aos 24, e Doffo, aos 49 minutos do segundo tempo

CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral, Victor Andrade (Bruno Silva), Yann Rolim (Doffo) e Diego Torres (Canteros); Leandro Pereira
Técnico: Guto Ferreira

CORINTHIANS
Cássio; Mantuan, Léo Santos, Marllon e Carlos Augusto; Gabriel, Araos, Marquinhos Gabriel (Ralf), Mateus Vital e Clayson (Pedrinho); Roger (Emerson Sheik)
Técnico: Osmar Loss

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos