Veloz e experiente, São Paulo derruba o Sport e segue na liderança

Do UOL, em São Paulo (SP)

O São Paulo se garantiu por mais uma rodada na liderança do Campeonato Brasileiro. A vitória por 3 a 1 sobre o Sport neste domingo, na Ilha do Retiro, foi construída pela velocidade dos pontas Everton e Rojas e pela experiência de Diego Souza e Nenê, responsáveis pelos dois primeiros gols do time comandado por Diego Aguirre - Tréllez fechou a conta. A vantagem para o segundo colocado Flamengo segue em um ponto.

Foi a primeira vitória são-paulina nos domínios do Sport desde 2012, quando Lucas brilhou em goleada por 4 a 2 no Brasileirão daquele ano. Desde então, os rubro-negros haviam vencido duas vezes, com mais dois empates. Foi a décima vitória fora de casa do Tricolor na temporada em 23 jogos.

Na 19ª rodada, quem entra em campo primeiro é o Sport, que visita o Santos às 16h de sábado na Vila Belmiro. No domingo, às 19h, o São Paulo recebe a Chapecoense no Morumbi. Antes, porém, o Tricolor vai até a Argentina para enfrentar o Colón, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. O confronto será às 21h45 de quinta-feira e o time paulista precisa vencer marcando dois gols para se classificar direto.

Paulo Paiva/AGIF

Os melhores

Ele não fez gol - apesar de um golaço anulado no segundo tempo -, mas foi o grande nome do São Paulo no Recife. Reinaldo está cada vez mais confiante e se tornou um dos pilares do time comandado por Aguirre. Firme na marcação, ele iniciou a jogada do primeiro gol e foi impecável no mano a mano. Diego Souza, oportunista e com boa visão de jogo, também se destacou na tarde em que os pontas Everton e Rojas foram os pontos de desequilíbrio.

Os piores

O Sport não conseguiu ameaçar o São Paulo em nenhum momento, apesar das tentativas do estreante Morato. Para piorar, atuações individuais ruins deixaram o time pernambucano ainda mais fragilizado. A falha grotesca de Gabriel que originou o primeiro gol tricolor é um exemplo disso. Além do meia, também esteve muito mal o atacante Rafael Marques, escondido na ponta esquerda até ser substituído.

Quem é o visitante?

O São Paulo pode ter viajado até o Recife, mas certamente não se sentiu longe de casa neste domingo. O setor de visitantes da Ilha do Retiro teve os 3 mil ingressos vendidos e cantou o tempo todo pelo Tricolor, enquanto a torcida do Sport se mostrou impaciente e vaiou jogadores que têm atuado mal o tempo todo.

Paulo Paiva/AGIF

Meio de campo dá controle de jogo ao São Paulo

Dentro desse ambiente hostil para a equipe de Claudinei Olveira, o São Paulo conseguiu se impor e controlar o ritmo do jogo o tempo todo. A posse de bola foi maior e os desarmes muitas vezes aconteceram já no campo ofensivo. Hudson e Jucilei - que voltou ao time titular após lesão -, apesar de certa dificuldade para armar mesmo com espaço, foram decisivos para manter os rubro-negros acuados.

Diego Souza marca e é aplaudido na Ilha

O domínio paulista ainda parava na falta de capricho no último passe, principalmente por parte de Nenê. O Sport, então, resolveu facilitar as coisas. Gabriel saiu jogando errado, Reinaldo ligou Everton rapidamente e o ponta cruzou rasteiro para Diego Souza, com muita categoria, abrir o placar aos 29 minutos do primeiro tempo. O camisa 9, artilheiro tricolor na temporada com 11 gols empatado com Nenê, foi até aplaudido pela torcida pernambucana e retribuiu saudando o goleiro Magrão, seu companheiro nos últimos três anos.

Claudinei Oliveira tenta o troco com a "lei do ex"

Se o São Paulo se deu bem com Diego Souza marcando sobre o ex-clube, o técnico Claudinei Oliveira tentou tirar proveito da mesma estratégia no segundo tempo. Saíram Ferreira e Rafael Marques para as entradas de Rogério e Morato, dois ex-jogadores do Tricolor. Morato, inclusive, estreou pelo Sport após ser envolvido na ida de Everton Felipe para o time do Morumbi e teve boa atuação.

Nenê reaparece após nova investida pelo lado

Everton foi o nome da etapa inicial com suas arrancadas e a assistência para Diego Souza. Na volta do intervalo, quem apareceu bem foi Joao Rojas pelo lado direito. Em lindo lance individual, ele invadiu a área e rolou para Nenê, até então sumido, bater no contrapé e aumentar a vantagem são-paulina aos sete minutos.

Bandeira marca impedimento e "tira" golaço de Reinaldo

Diego Souza recuperou a bola no meio, virou para Rojas e viu o equatoriano cruzar no peito de Nenê. Sem dominar, o meia já ajeitou para trás, aproveitando a chegada de Reinaldo. O lateral-esquerdo bateu de primeira e marcou belíssimo gol. O problema é que Nenê estava impedido e o lance foi invalidado pelo bandeira Rafael da Silva Alves.

Everton Felipe estreia e vê o Sport incendiar o jogo

Aguirre já dava descanso a seus principais jogadores, inclusive promovendo a estreia de Everton Felipe na vaga de Rojas. O problema é que, no lance seguinte, Hudson colocou a mão na bola na entrada da área e, na cobrança da falta, Marlone contou com desvio em Tréllez, que havia entrado no posto de Diego Souza, para matar Sidão aos 41 minutos. O gol deixou a partida quente, com Rogério perdendo ótima chance ao girar sobre Arboleda.

Tréllez afunda as esperanças dos pernambucanos

Três minutos após Marlone descontar e empolgar a torcida na Ilha do Retiro, Hudson se redimiu da falta cometida. Um belo lançamento do volante encontrou Tréllez sozinho para arrancar, tentar por baixo e, por cobertura, aliviar os são-paulinos com o terceiro gol no jogo.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1x3 SÃO PAULO
Local: 
Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Hora: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Anderson Martins, Arboleda e Bruno Peres (SAO)

Gols: Diego Souza, aos 29 minutos do primeiro tempo, e Nenê, aos sete, e Tréllez aos 44 minutos do segundo tempo (SAO); Marlone, aos 41 minutos do segundo tempo (SPO)

Sport
Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Ferreira (Rogério) e Fellipe Bastos; Gabriel, Rafael Marques (Morato) e Carlos Henrique (Marlone). 
Treinador: Claudinei Oliveira. 

São Paulo
Sidão, Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Jucilei, Rojas (Everton Felipe) e Everton; Nenê (Shaylon); Diego Souza (Tréllez).
Treinador: Diego Aguirre. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos