Fábio pega pênalti, e Grêmio empata com time misto do Cruzeiro na Arena

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

Uma semana depois de decidir disputa de pênaltis contra o Santos na Copa do Brasil, Fábio voltou a brilhar. Nesta quarta-feira (22), o goleiro defendeu penalidade máxima cobrada por Luan. O lance definiu o empate por 1 a 1 entre Grêmio e Cruzeiro, em Porto Alegre, em jogo da 20 rodada do Brasileirão. O resultado frustra o time gaúcho e mantém jejum da equipe mineira.

O Grêmio chega aos 37 pontos e perde chance de se aproximar do líder São Paulo. Já o Cruzeiro chega a seis jogos sem vitória no campeonato.

Para os gaúchos, o empate é mais amargo. O Grêmio entrou com força máxima, mas o Cruzeiro só usou cinco titulares desde o início. Ainda assim, os visitantes tiveram mais chances para marcar.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Atlético-PR e o Cruzeiro recebe o Fluminense. Os dois jogos são no sábado, mas em horários distintos. O time gaúcho entra em campo às 19h e a equipe mineira joga às 21h (Brasília).

Quem decidiu: Fábio

Goleiro saltou no canto certo e defendeu pênalti cobrado por Luan, na reta final do jogo em Porto Alegre. O camisa 1 brilhou novamente no fundamento uma semana depois de pegar três penalidades na decisão contra o Santos, pelas quartas de final da Copa do Brasil

Quem brilhou: Everton

Guilherme Hahn/AGIF

Meia-atacante marcou um golaço e manteve a rotina de decidir a favor do Grêmio. Já são 14 gols no ano e a confirmação de que camisa 11 é um dos protagonistas do time gaúcho.

Grêmio faz jogo previsível e lento

Guilherme Hahn/AGIF

O Grêmio chegou a ter 70% da posse de bola no primeiro tempo, mas nunca ficou perto de marcar. A melhor chance veio logo após o Cruzeiro se abrir um pouco e dar espaço para Everton criar boa jogada individual pelo lado. De resto, foi uma atuação previsível e lenta no primeiro tempo. Com um registro raro: falha defensiva.

Cruzeiro explora espaços

Guilherme Hahn/AGIF

A estratégia do Cruzeiro foi se fechar, deixar o adversário na intermediária e esperar as brechas que o Grêmio teria de conceder. Aos poucos, o time de Mano Menezes conseguiu aplicar seus princípios de jogo e cresceu. Fechou a primeira etapa com mais finalizações e as melhores chances. Além disso, marcou com Bruno Silva.

Renato foge ao padrão e Grêmio reage

Não está escrito em lugar algum, mas o Grêmio de Renato Gaúcho tem uma regra que evita substituições no intervalo. Contra o Cruzeiro o treinador fugiu ao seu padrão e lançou já na volta do jogo Alisson e Jael nas vagas de Léo Moura e André. As mudanças injetaram ânimo, fôlego, e o time da casa aumentou o volume no início do segundo tempo. O empate, no entanto, saiu em jogada de Everton com Maicon.

Mano reage com Thiago Neves e Lucas Silva

O Cruzeiro esperou o Cruzeiro mais uma vez e só mexeu depois. A primeira troca foi Thiago Neves na vaga de De Arrascaeta para manter a criatividade. Mais além, Lucas Silva entrou no lugar de Ariel Cabral em busca de vigor na marcação. A estrutura foi mantida.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 1 CRUZEIRO

Data e hora: 22/08/2018, às 21h45 (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 14.559 pessoas (12.773 pagantes)
Renda: R$ 398.680,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Cartões amarelos: Ramiro (GRE); Ariel Cabral, Barcos, Ezequiel, Egídio (CRU)
Gols: Bruno Silva, aos 44 minutos do primeiro tempo (CRU); Everton, aos 14 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Alisson), Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Jailson (Douglas), Ramiro, Luan e Everton; André (Jael)
Técnico: Renato Gaúcho

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel (Robinho), Murilo, Léo e Egídio; Ariel Cabral (Lucas Silva), Bruno Silva, Lucas Romero, Rafinha e De Arrascaeta (Thiago Neves); Hernán Barcos
Técnico: Mano Menezes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos