Fla bate Vitória, se recupera no Brasileiro e fica a 2 pontos do São Paulo

Do UOL, no Rio de Janeiro

A briga pelo título do Campeonato Brasileiro embolou ainda mais na abertura do returno. O Flamengo fez a sua parte depois da derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR e bateu o Vitória por 1 a 0, nesta quinta-feira (23), no Maracanã. O gol foi de Diego.

Somado ao tropeço do São Paulo nesta rodada, o triunfo rubro-negro fez a diferença para o líder diminuir em dois pontos. Agora, o Flamengo está em terceiro lugar, com 40 pontos, um abaixo do vice-líder Internacional. Já o Vitória segue na zona de rebaixamento, com 19 pontos na 17ª colocação.

Os times voltam a campo no próximo domingo (26) na busca por objetivos distintos na competição. O Flamengo visita o América-MG, às 16h (de Brasília), no Independência. No mesmo horário, o Vitória recebe o Atlético-MG no Barradão.

Everton Ribeiro é o destaque da partida no Maracanã

Thiago Ribeiro/AGIF

Diego fez o gol do Flamengo, mas foi outro meia do Rubro-negro o destaque da partida. Everton Ribeiro comandou o time com passes, triangulações e função importantíssima no meio de campo. O camisa 7 apresenta crescimento nas últimas apresentações e aparece cada vez mais como uma peça fundamental na equipe de Maurício Barbieri. Uma excelente notícia diante de tantos compromissos decisivos pela frente.

Vitinho acerta bomba no travessão logo no início

Ainda devendo uma boa atuação desde que foi contratado, o atacante Vitinho protagonizou lance importante logo no começo da partida. Reforço mais caro da história rubro-negra, ele soltou a bomba de fora da área e acertou o travessão do goleiro Ronaldo. O chute levantou a torcida no Maracanã. O jogador ainda protagonizou outros bons lances pela ponta esquerda.

Mais uma bomba! Dourado foi o cara da vez

A pressão do Flamengo continuou. Com um Vitória absolutamente defensivo em campo, os donos da casa buscavam a construção de jogadas. Aos 19min, Henrique Dourado foi o responsável por soltar mais uma bomba na direção de Ronaldo. O goleiro fez uma grande defesa e impediu o gol do Ceifador.

Diego desafoga torcida no fim do primeiro tempo

O empate sem gols perturbava a torcida do Flamengo diante de uma pressão absoluta do time. Mas a retranca dos visitantes suportou somente até os 40min. Vitinho recebeu pela esquerda e cruzou. Lucas Paquetá cabeceou e obrigou Ronaldo a defender. No rebote, o camisa 10 apareceu como uma espécie de centroavante para estufar as redes. Festa da torcida no Maracanã, que por muito pouco não viu o segundo gol logo depois, quando Dourado mandou para fora após passe de Renê.

Com jogo controlado pelo Fla, Paquetá dá cavadinha e quase amplia

O panorama do primeiro tempo foi mantido na segunda etapa. O Vitória esperava o Flamengo na expectativa de emplacar um contra-ataque. Não houve sucesso na estratégia. Tranquilo, o Rubro-negro controlou o jogo e por pouco não ampliou aos 20min. Everton Ribeiro lançou Paquetá em profundidade. O selecionável de Tite entrou na cara do goleiro e deu uma cavadinha, mas a bola caprichosamente foi para fora.

Vitória só ameaça no fim do jogo, tarde demais

Abatido durante toda a partida, o Vitória só "apareceu" nos cinco minutos finais do confronto, quando Diego Alves fez sua primeira defesa no jogo. Mas não passou de um ensaio. O Flamengo confirmou o triunfo e embolou ainda mais o Campeonato Brasileiro.

FLAMENGO 1 X 0 VITÓRIA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Boschilia (PR)
Renda: R$ 1.090.353,60
Público: 48.757 pagantes / 51.878 presentes
Cartões amarelos: Everton Ribeiro e Cuéllar (Flamengo); Yago e Lucas Ribeiro (Vitória)
Gol: Diego, aos 40min do primeiro tempo

Flamengo
Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá (Piris da Motta), Diego, Everton Ribeiro e Vitinho (Marlos Moreno); Henrique Dourado (Lincoln)
Técnico: Maurício Barbieri

Vitória
Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Aderlan (Ruan Renato) e Benítez; Rodrigo (Lucas Fernandes), Arouca (Willian Farias) e Léo Gomes; Neilton, Yago e Léo Ceará
Técnico: Paulo César Carpegiani

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos