Atlético-PR vira sobre reservas do Grêmio e deixa zona de rebaixamento

Do UOL, em Porto Alegre

O Atlético-PR deixou a zona de rebaixamento. Após sair atrás, os comandados de Tiago Nunes venceram por 2 a 1 os reservas do Grêmio, neste sábado (25), na Arena da Baixada. E as quatro últimas posições deixaram de ser realidade, empurrando para lá o Sport. 

Jonathan e Pablo marcaram para o Rubro-Negro. Cícero, de pênalti, fez para o Grêmio. Agora com 21 pontos, o time paranaense pulou para o 14º lugar. O Tricolor, por sua vez, pode perder contato com os primeiros já que parou com 37. Se o São Paulo vencer, vira a rodada oito pontos atrás do líder. 

Em seu próximo desafio, o Furacão recebe o Vasco, quarta-feira. Já o Grêmio pega o Botafogo no fim de semana. Antes, porém, o time gaúcho encara o Estudiantes em decisão por vaga na fase seguinte da Libertadores. 

Foi bem: Pablo faz golaço com chute em curva

O centroavante do Atlético-PR foi feliz em uma conclusão de onde pouco se espera. De lado para o gol, com o cruzamento ou o passe como alternativa mais provável, Pablo acertou um belo chute no ângulo de Paulo Victor.

Foi mal: Marinho destoa e Renato Gaúcho perde a paciência

Renato Gaúcho perdeu a paciência com Marinho. A jornada ruim do meia-atacante começou logo na etapa inicial. Ao errar dribles e chutes, tentar cavar faltas e criar confusão, ele teve atenção chamada repetidamente pelo técnico. E Portaluppi insistiu até o segundo tempo, quando após um erro no ataque e uma falta na defesa o treinador optou por sacar o ex-Vitória. Já no banco, ele deu socos na parede e no chão, mostrando irritação com seu rendimento. 

Renato troca centroavante pela velocidade de Pepê

Em crise com seus centroavantes, Renato Gaúcho optou por tirar ambos. Se Jael e André não têm dado resultado, o treinador não usou nenhum deles no time reserva contra o Atlético-PR. Trocou a posse e o pivô pela velocidade às costas da zaga adversária e utilizou Pepê. O jovem justificou a oportunidade e logo no início do jogo recebeu lançamento de Cícero e acertou a trave.

Grêmio muda formação e vai 'sem volantes'

O Grêmio mudou bastante sua ideia de jogo para partida contra o Atlético-PR. Em vez do 4-2-3-1 já conhecido, Renato Gaúcho optou pelo 4-4-2 e simplesmente não escalou volante de ofício algum. Os meio-campistas defensivos foram Cícero e Thaciano, ambos originalmente meias. Pelos lados foram Marinho e Pepê, com Douglas e Alisson centralizados. Outra novidade foi a ausência de um centroavante. O time gaúcho abriu mão da posse de bola e da construção apoiada, apostou em lançamentos longos apostando na velocidade de seus jogadores de lado. Dominou a partida por 10 minutos, mas depois viu o Atlético-PR crescer e passou por dificuldades.

Posse, ofensividade e aposta no goleiro

O Atlético-PR foi um time de posse de bola e toques curtos. Com jogadores de apoio, o time de Tiago Nunes praticamente não realizou lançamentos. E chamou atenção ainda por, sempre que não conseguiu construir uma jogada desde a defesa, utilizou o goleiro como 'bengala' para o recuo e recomeço da construção. E nem quando foi Santos a iniciar o lance, a bola longa foi utilizada. Até mesmo o goleiro procurou sair curto com toques laterais e deslocamento dos companheiros. E numa criação curta, com base em tabelas, saiu o gol da virada no segundo tempo. O lateral Jonathan apareceu dentro da área. 

Renato Gaúcho muda plano e tenta centroavante

Depois de começar sem a figura do centroavante, Renato Gaúcho mudou de ideia. Ao ver o Grêmio criar praticamente nada, o treinador optou pela saída de Marinho e entrada de Thonny Anderson. Com um jogador centralizado, a ideia era empurrar a defesa atleticana para trás. 

Jogada ensaiada de escanteio: Tiago Nunes mostra trabalho

O principal ponto a ser citado na participação do técnico Tiago Nunes no jogo é a bola parada ensaiada em escanteio do Rubro-Negro. Acada batida, uma série de jogadores se acumulavam na pequena área, carregando para ali seus marcadores. Ou seja, o goleiro Paulo Victor ficava impossibilitado de sair do gol pelo número de atletas na sua frente. O batedos colocava a bola em direção ao gol e qualquer desvio poderia acabar em gol. Cada jogada deste tipo, durante todo jogo, foi perigo de gol.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 1 GRÊMIO

Data: 25/08/2018 (Sábado)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos:  Nikão (CAP), Bruno Nazário (CAP); Paulo Miranda (GRE), Marinho (GRE);
Gols: Cícero, do Grêmio, aos 9 minutos do primeiro tempo; Pablo, do Atlético-PR, aos 12 minutos do primeiro tempo. Jonathan, do Atlético-PR, aos 24 minutos do segundo tempo; 

ATLÉTICO-PR
Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães), Lucho González e Raphael Veiga (Márcio Azevedo); Marcinho, Nikão (Bruno Nazário) e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Cícero, Thaciano (Lincoln), Marinho (Thonny Anderson), Douglas (Jean Pyerre) e Alisson; Pepê.
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos