Atlético-PR vence em estreia de técnico Alberto Valentim no Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

O técnico Alberto Valentim estreou no Vasco na noite desta quarta-feira na Arena da Baixada (PR), mas por ironia do destino, coube ao Atlético-PR, clube onde foi ídolo como jogador, não ter piedade e carimbar seu primeiro jogo com derrota por 1 a 0, gol de Raphael Veiga.

Além de ter sido atleta na equipe paranaense, Valentim também iniciou por lá sua carreira fora dos gramados trabalhando como auxiliar.

Com o resultado, o Atlético-PR alcançou o Vasco na tabela e somou 24 pontos na 13ª colocação, mas ficou à frente dos cariocas por conta do saldo de gols.

A equipe de São Januário ainda tem um jogo a menos no Campeonato Brasileiro, válido pela terceira rodada, contra o Santos, fora de casa. O mesmo vale para o time paranaense, que enfrentará a Chapecoense no dia 13 de setembro, em jogo adiado da 20ª rodada.

Atlético-PR chegou a vitória com desempenho melhor na etapa final

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Atlético-PR e Vasco fizeram um primeiro tempo bastante equilibrado, com os paranaenses tendo mais volume de jogo, mas com os cariocas criando as duas melhores oportunidades. No segundo tempo, no entanto, o Furacão foi para cima e fez por merecer a vitória diante de um Cruzmaltino excessivamente recuado. 

Passou perto

Logo aos cinco minutos do primeiro tempo, Veiga bateu escanteio da esquerda e Zé Ivaldo subiu mais alto que a zaga do Vasco. A cabeçada passou muito perto do gol de Martín Silva.

Que isso, Santos!

Aos 25, o goleiro Santos foi sair jogando com os pés e entregou o ouro para Vinícius Araújo. O atacante driblou Zé Ivaldo e chutou forte, mas para fora.

Santos falha de novo

Cinco minutos depois, Santos falhou de novo ao sair mal num cruzamento e deixar a bola nos pés de Raul. O volante furou na primeira conclusão, mas na segunda obrigou o goleiro a se redimir. No rebote, Andrés Rios tentou de bicicleta, mas a bola foi para fora.

Início avassalador

O Atlético-PR começou o segundo tempo a todo o vapor pressionando e criando duas grandes chances de gols na sequência aos 1 e 2 minutos.

No travessão!

Um minuto depois, Raphael Veiga bateu falta da esquerda por baixo. Zé Ivaldo finalizou no segundo pau e acertou o travessão!

Atlético-PR abre o placar!

A pressão do Atlético-PR acabou resultando em gol aos 18 minutos do primeiro tempo, quando Léo Pereira cruzou da esquerda e Raphael Veiga subiu mais alto que a zaga para abrir o placar.

Raphael Veiga - o melhor

GERALDO BUBNIAK/AGB/ESTADÃO CONTEÚDO

Emprestado pelo Palmeiras, o meia comandou o Atlético-PR com bons passes e também deixou o dele no segundo tempo.

Henrique - o pior

O lateral esquerdo do Vasco cedeu muitos espaços e falhou na marcação no gol do Atlético-PR.

Tiago Nunes explora as bolas aéreas

GUILHERME ARTIGAS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O técnico do Atlético-PR, Tiago Nunes, explorou bem as bolas aéreas ciente de que esta era a fragilidade do sistema defensivo do Vasco. E foi desta maneira que o time da casa achou o gol com Raphael Veiga de cabeça.

Valentim aposta em três volantes

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Em sua estreia, Alberto Valentim apostou no mesmo esquema com três volantes que o interino Valdir Bigode havia feito na vitória sobre a Chapecoense na rodada anterior. O time até se portou bem no primeiro tempo, mas caiu de produção na etapa final e o treinador demorou a fazer alterações. 

Reencontro com Wellington

O Vasco reencontrou com seu ex-volante Wellington. O jogador rescindiu com o Cruzmaltino este ano após sofrer fortes críticas por parte da torcida. Sua atuação foi discreta na Arena da Baixada.

Torcida única

Em parceria com o Ministério Público, o Atlético-PR novamente adotou o projeto de "torcida única", não abrindo venda e nem setores para os vascaínos na Arena da Baixada. O cruzmaltino que quisesse comparecer ao estádio tinha que ir sem camisa ou adereços do clube e deveria ficar misturado aos atleticanos.

Wagner poupado

Mesmo tendo viajado com o elenco do Vasco, o meia Wagner foi poupado pela comissão técnica após avaliações dos médicos dando conta de que o experiente jogador estava desgastado fisicamente.

ATLÉTICO-PR 1 X 0 VASCO
Local:
 Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Hora: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)
Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Thiago Americano (SC)
Cartões amarelos: Léo Pereira (ATL); Luiz Gustavo (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Raphael Veiga, aos 18 minutos do segundo tempo (ATL)

ATLÉTICO-PR
Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães) e Raphael Veiga; Marcinho (Anderson Plata), Bruno Nazário (Marcio Azevedo) e Pablo
Técnico: Tiago Nunes

VASCO
Martín Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Desábato (Thiago Galhardo), Raul e Andrey (Moresche); Yago Pikachu, Andrés Rios (Kelvin) e Vinícius Araújo
Técnico: Alberto Valentim

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos