Aniversário frustrado: Corinthians fica no empate com Atlético-MG em casa

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Corinthians pós-Fábio Carille ainda procura regularidade. Neste sábado (01), dia de 29 mil torcedores presentes a Itaquera celebrarem 108 anos de aniversário do clube, a equipe de Osmar Loss voltou a tropeçar: diante do Atlético-MG, ficou no empate por 1 a 1 e perdeu a oportunidade de encurtar distância para o G-6.

A quantidade de desfalques – seis ao todo – prejudicou, mas o Corinthians não conseguiu empolgar os torcedores. Pedrinho foi às redes em um bom começo de jogo, mas o Atlético-MG contou com um vacilo de Gabriel, que deixou o braço aberto na área e cometeu pênalti para o time visitante. Fábio Santos bateu para definir a igualdade.

O resultado é bom para o Atlético-MG na disputa por Libertadores, já que conserva uma distância de cinco pontos em relação ao Corinthians – são 35 pontos para os mineiros, na sexta posição, e 30 para os corintianos, que disputam o sétimo lugar com o Cruzeiro. Pela 23ª rodada, às 20h (horário de Brasília) de quarta-feira, o Corinthians precisará jogar fora de casa, em Fortaleza, contra o Ceará. Já os atleticanos voltam a ser mandantes, no Independência, para enfrentar o líder São Paulo. 

Bruno Riganti/AGIF
Gol de Pedrinho deixou os corintianos esperançosos no primeiro tempo

O melhor: Pedrinho

O jovem corintiano teve semana importante. Um dos destaques no jogo da eliminação para o Colo-Colo, ele voltou a jogar bem contra o Atlético-MG e abriu o placar em lance de sorte, mas também de qualidade. Foi o jogador mais criativo no time que Loss mandou a campo. Pelo Galo, Luan foi a principal peça, com muita movimentação e entrega para marcar.

O pior: Roger

Como tem sido rotina, o centroavante não tratou bem a bola. Em nova chance como titular, não anotou nenhum gol e errou boa parte das jogadas que tentou. Saiu a 20 minutos do fim para a entrada de Danilo. Adilson também não foi bem pelos mineiros.

Escalação alternativa surpreende a torcida corintiana

Além de Fagner, Pedro Henrique e Douglas, que já eram ausências esperadas, o Corinthians teve mais três baixas na divulgação da escalação. Depois de fechar o treinamento de sexta, Loss escalou a equipe sem Cássio, Jadson e Henrique. Assim, nomes como Mantuan, Marllon e o chileno Araos tiveram oportunidade em formação que novamente colocou os marcadores Ralf e Gabriel lado a lado.

Pedrinho mostra insistência e traz alívio à Fiel

O ataque era o único setor mais seguro de Osmar Loss, com Ángel Romero pela esquerda, Pedrinho pela direita e Roger pelo meio. E foi por um integrante desse trio que as esperanças corintianas se renovaram. Pedrinho recebeu arremesso lateral de Danilo Avelar na entrada da área, gingou diante de Fábio Santos e bateu colocado. A bola bateu no travessão, nas costas de Victor e entrou.

Pênalti e "lei do ex" despertam o Galo

A etapa inicial já se encaminhava para o fim, com o Corinthians controlando as ações, quando tudo mudou em Itaquera. Gabriel até tentou tirar o braço da trajetória da bola, mas acabou cortando cruzamento da esquerda. Fábio Santos, multicampeão pelo clube paulista, foi para a cobrança, deslocou Walter e deixou tudo igual. O Atlético-MG, então, passou a dominar a partida.

Chará é substituído pela 2ª vez desde que chegou ao Galo

Yimmi Chará foi substituído pela segunda vez desde que chegou ao Atlético-MG. Ele atuou por 90 minutos em oito partidas consecutivas. Antes disso, a única alteração envolvendo o gringo foi diante do Grêmio, em sua estreia pelo clube. Na ocasião, ele deixou o gramado aos 26 minutos do segundo tempo para a entrada de David Terans. O colombiano, neste sábado, foi substituído por Tomás Andrade aos 24 minutos da etapa complementar.

Loss é vaiado ao tirar Romero

Assim como no meio de semana contra o Colo-Colo, o treinador corintiano deixou as substituições para a parte final. Depois de 70 minutos de jogo, resolveu trocar Roger e Romero pelo experiente Danilo e pelo jovem Mateus Vital. A saída do paraguaio, que não fazia boa apresentação, foi motivo para vaias das arquibancadas para o treinador. No fim, mais um garoto entrou em ação: Rodrigo Figueiredo, no lugar de Araos.

Ricardo Oliveira repete maior seca pelo Atlético-MG

Ao passar em branco no duelo contra o Corinthians, Ricardo Oliveira repetiu a maior seca desde que chegou ao Atlético-MG, em janeiro deste ano. O jogador completou quatro jogos sem estufar as redes adversárias na noite deste sábado e igualou a maior série sem marcar na equipe. Além do jogo contra o Timão, ele passou em branco contra Botafogo, Vasco e Vitória. A sequência é idêntica à vivida entre 13 de junho e 25 julho, quando sofreu pelo jejum contra Ceará, Grêmio, Palmeiras e Paraná. Apesar da série negativa, ele é o artilheiro do time no ano, com 18 gols assinalados.

Barrado por Larghi, Nathan não sai do banco em São Paulo

Titular nos últimos quatro jogos do Atlético-MG, Nathan não deixou o banco de reservas no confronto diante do Corinthians, neste sábado, em São Paulo. O meia-atacante que pertence ao Chelsea e está emprestado ao Galo foi barrado para a entrada de Luan e, embora conte com prestígio de Thiago Larghi, nem foi a campo neste fim de semana. Ele passou os 90 minutos do jogo no banco de suplentes. Quando o treinador optou pela entrada de um atleta para o setor ofensivo, Tomás Andrade foi o escolhido. Matheus Galdezani foi o outro acionado pela comissão técnica. O volante entrou no lugar de Adilson.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 1º de setembro de 2018, às 21h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Público/Renda: 29.371 pagantes/ 29.609 presentes/ R$1.059.954,90
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa e Carlos Henrique Alves (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Araos (COR); Leonardo Silva, Adilson e Tomás Andrade (CAM)

Gols: Pedrinho, aos 19 minutos do primeiro tempo (COR); Fábio Santos, de pênalti, aos 36 minutos do primeiro tempo (CAM)

CORINTHIANS: Walter, Mantuan, Marllon, Léo Santos e Danilo Avelar; Gabriel, Ralf e Araos (Rodrigo Figueiredo); Pedrinho, Romero (Matheus Vital) e Roger (Danilo). Técnico: Osmar Loss.

ATLÉTICO-MG: Victor, Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Wellison, Adilson (Galdezani) e Cazares; Luan (Terans), Chará (Tomás Andrade) e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos