Gabigol faz três, Santos vence no Maracanã e deixa crise para o Vasco

Do UOL, em Santos (SP)

Nada como a boa fase dentro de campo para aliviar a crise que se instalou fora dele. Assim fez o Santos, que neste sábado (1) conquistou uma importante vitória sobre o Vasco em pleno Maracanã. Em noite inspirada, Gabigol fez jus ao apelido e fez três no triunfo por 3 a 0 sobre os cariocas, em duelo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sanchez, personagem que acabou ampliando ainda mais a crise nos bastidores do clube paulista nesta última semana (após ser escalado irregularmente na Libertadores), foi outro destaque do time paulista em campo, inclusive com assistência para o segundo gol. Agora são três vitórias seguidas do Santos no Brasileirão, e cinco jogos sem sofrer gols (somando outras competições). Méritos e alívio para Cuca, que entrou em campo pressionado pelas reclamações feitas à diretoria nos últimos dias.

Em contrapartida, o Vasco sofre a sua segunda derrota seguida e segue sem pontuar com Alberto Valentim. Ainda antes do apito final, na metade do segundo tempo, gritos de 'time sem vergonha' ecoaram no Maracanã, que ainda contou com uma briga entre torcedores.

O triunfo faz o Santos dar um salto enorme na tabela. Chega aos 27 pontos e assume a nona colocação, ao menos até os jogos deste domingo. Já o Vasco estaciona nos 24 e pode ver a zona de rebaixamento ficar ainda mais próxima dependendo dos resultados da sequência da rodada.

O Santos tem agora cinco dias pela frente até seu próximo compromisso, marcado para 6 de setembro, quinta-feira (6), contra o Grêmio, no estádio do Pacaembu, às 19h, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Vasco entre em campo no mesmo dia, mas uma hora depois (20h), contra o América-MG, no estádio Independência.

Os melhores: Sanchez e Gabigol

Thiago Ribeiro/AGIF
Sanchez não parou em campo e certamente teve uma de suas melhores atuações (senão a melhor) com a camisa do Santos. Destruiu e construiu, sendo útil em vários contra-ataques - deu assistência para o segundo gol. Já Gabriel foi o grande destaque da partida, com três gols e um show à parte.

Os piores: Andrey e Kelvin

Kelvin foi uma das novidades de Alberto Valentim, mas não correspondeu. Não criou, errou demais e saiu vaiado pela torcida no começo do segundo tempo. Já Andrey abusou dos passes errados, alguns inclusive rendendo contra-ataques perigosos ao Santos.

Santos acha espaço e abre o placar

Thiago Ribeiro/AGIF
Mesmo fora de casa, o Santos até teve facilidade para encontrar espaços para atacar o Vasco em alguns momentos da etapa inicial. E assim chegou ao gol logo aos 4min, pela esquerda. Após bela troca de passes, Dodô cruzou rasteiro, na medida, para Gabriel; o atacante bateu de esquerda, de primeira, da entrada da área, e acertou o canto direito de Martin Silva para abrir o placar no Maracanã. 1 a 0.

Torcida do Vasco se irrita com erros e vaia

Thiago Ribeiro/AGIF
Se por um lado o Santos encontrou alguns espaços na defesa adversária na etapa inicial, o mesmo não aconteceu com o Vasco, que sofreu para assustar o gol de Vanderlei. Não à toa, a torcida vascaína se mostrou irritada durante vários momentos com a lentidão do time, que não escapou de vaias ao fim do primeiro tempo.

Vasco dá contra-ataque quase perfeito ao Santos

O intervalo não ajudou o Vasco a melhorar. O time carioca seguiu errando passes demais em lugares perigosos do campo e, em um deles, cedeu um contra-ataque quase fatal ao Santos. Sanchez puxou e acionou Gabigol, que cruzou na medida para o uruguaio cabecear com capricho, mas acertar a trave.

Gabigol faz mais dois e mata o jogo

Em mais uma boa jogada do Santos, esta pela direita, Victor Ferraz acionou Sanchez, que cruzou para trás. Gabigol, como numa tacada de bilhar, finalizou de canhota, de primeira, e mandou no canto. E logo depois teve mais. Derlis arrancou pela direita e cruzou para Gabriel fazer mais um e matar a partida.

Gabigol iguala Pedro na artilharia. Efeito Cuca?

Thiago Ribeiro/AGIF
Gabriel Barbosa chegou aos dez gols no Campeonato Brasileiro e assumiu a artilharia da competição ao lado de Pedro, do Fluminense. Curiosamente, cinco deles foram marcados nos últimos cinco jogos, todos eles depois da chegada do técnico Cuca ao Santos. O Gabigol voltou?

De volta ao Maracanã...

Sem atuar no Maracanã desde o dia 19 de maio, no empate por 1 a 1 com o Flamengo, o Vasco retornou ao estádio em jogo que serviu como uma espécie de "evento-teste" para uma possível parceria mais duradoura entre o clube e o consórcio que administra o estádio. O Cruzmaltino pretende fechar um pacote de preços mais em conta de aluguel para ter o local como uma alternativa paralela a São Januário, sua casa.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 3 SANTOS

Data: 01/09/2018 (sábado)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
Público: 33.646 presentes
Renda: R$ 871.670,00
Cartões amarelos: Dodô (Santos), Maxi Lopez (Vasco)
Gols: Gabigol, aos 4min do primeiro tempo e aos 21 e 36min do segundo tempo

VASCO: Martín Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Andrey (Andrés Rios), Yago Pikachu, Raul e Wágner; Kelvin (Thiago Galhardo) e Maxi López
Técnico: Alberto Valentim

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez (Jean Mota); Eduardo Sasha (Derlis González), Rodrygo (Copete) e Gabigol
Técnico: Cuca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos