Flu e Bota fazem clássico de alto risco, mas esvaziado por mau momento

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Lucas Merçon/Fluminense

    Clássico é de suma importância para as duas equipes na tabela

    Clássico é de suma importância para as duas equipes na tabela

Multidões, Maracanã cheio e briga pelo título. Ingredientes que fazem parte da história das trajetórias de Fluminense e Botafogo, mas que não estarão em campo quando a bola rolar para o clássico deste domingo, às 16h.

Mal das pernas na tabela do Brasileiro, os rivais farão um Clássico Vovô esvaziado pelo momento esportivo, pelo feriado prolongado e também pela transmissão da televisão aberta. Mas, apesar de tantos obstáculos, o confronto é de vital importância para ambos.

Mandante da partida, o Flu fez apenas seis pontos dos últimos 15 em disputa. Ainda que ocupe a 12ª posição, o Tricolor está a quatro pontos do Sport, time que abre o Z-4. A distância não é confortável nas Laranjeiras, já que o plano do clube inclui um campeonato sem sustos e uma concentração cada vez maior na Copa Sul-Americana.

"Temos de ter frieza, inteligência. Não adianta chegar e querer ganhar de qualquer jeito. Temos de fazer um bom jogo, organizados e com a cabeça no lugar", disse o volante Jadson.

O Alvinegro também chega sem muita força para o duelo. Com quatro dos últimos 15 pontos em disputa conquistados, o Bota entra mais que pressionado por um triunfo. Se perder mais uma vez, a equipe de Zé Ricardo, 15ª colocada no momento, pode terminar o final de semana na zona da degola. Com apenas uma vitória nos últimos oito jogos, a ordem em General Severiano é ter serenidade neste momento conturbado, já que um tropeço pode ser fatal caso o Ceará vença o América

"Ninguém gosta de estar próximo da zona do rebaixamento, mas eu tenho certeza que a nossa sequência trará estabilidade e equilíbrio para aumentar o nosso rendimento. É uma competição extremamente difícil, todos adversários têm qualidade e suas armas", ressaltou Zé Ricardo.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X BOTAFOGO

Data: 09/09/2018
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS)

FLUMINENSE
Júlio César; Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton, Dodi e Jadson; Luciano, Everaldo e Kayke.
Técnico: Marcelo Oliveira

BOTAFOGO
Saulo; Marcinho, Igor Rabello, Yago e Moisés; Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha e Luiz Fernando; Erik e Kieza.
Técnico: Zé Ricardo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos