Grêmio reclama após CBF negar jogo contra o Paraná na quinta-feira

Do UOL, em Porto Alegre

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Renato queria jogar na quinta-feira para dar ritmo a titulares antes da Libertadores

    Renato queria jogar na quinta-feira para dar ritmo a titulares antes da Libertadores

O Grêmio conseguiu antecipar o jogo contra o Paraná, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas não como queria. Inicialmente marcada para domingo, a partida acontecerá no sábado (15) em virtude do duelo com o Tucumán-ARG, pelas quartas de final da Libertadores. A ideia do clube gaúcho, no entanto, era disputar o confronto com o time paranaense na quinta-feira (13).

A ideia era usar a partida em casa, antes do final de semana, para dar ritmo aos titulares antes de abrir a disputa das quartas de final da Libertadores.

"Tentamos adiantar o jogo com o Paraná, queríamos jogar na quinta-feira, mas o Grêmio não foi atendido e vai ter que jogar no sábado. Eu nem estou criticando a CBF, mas não entendo. Às vezes escuto uma letrinha que o Grêmio não se interessa pelo Brasileiro, mas na hora de ela ajudar, ela não libera. Não deixa. Vai entender", disse Renato Gaúcho.

O Grêmio não fez apenas um contato, mas vários. E com a insistência, ganhou duas alternativas de horário para o mesmo dia.

"Tentamos antecipar o jogo com o Paraná para quinta-feira e aí botaram para sábado, 16h. Com a insistência que fizemos, insistência muito forte, nos ofertaram o jogo sábado às 11h. Aí tem uma forma diferente de preparar, acordar às 7h e ficou para às 16h mesmo", comentou Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

O argumento do Grêmio era o intervalo na agenda dos dois clubes envolvidos no jogo do Brasileirão. E também o fato de enfrentar um argentino na terça-feira, no interior do país vizinho. Ainda assim, não obteve o que queria.

"Não será brasileiro contra brasileiro, será contra argentinos. Não conseguimos sensibilizar a CBF, mas sinceramente… Se fossem pensar no Brasil, em ajudar um clube brasileiro em competição continental. Fica o registro. Nosso pleito foi incisivo, mas respeitoso", falou Bolzan.

Derrotado no Gre-Nal, o Grêmio tem 41 pontos e é quinto colocado do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos