Palmeiras no divã: time embala, mas Felipão quer melhorar cabeça de atletas

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

Em excelente fase dentro de campo, o Palmeiras desperta preocupação em comissão técnica e diretoria por conta da instabilidade emocional. Depois de vencer o Corinthians por 1 a 0 no último domingo e chegar à impressionante marca de 75% de aproveitamento dos pontos disputados, Felipão revelou que trabalhar o extracampo é a sua principal função no momento. 

O melhor exemplo é o de Deyverson. O atacante vive fase goleadora, com quatro gols nos últimos oito jogos, mas sempre protagoniza episódios de falta de controle. Não à toa, o camisa 16 está suspenso de três competições diferentes e só voltará a ter condições de jogo no dia 23 de setembro, contra o Sport.

Neste meio tempo, ele vai perder os jogos contra o Bahia, pelo Brasileirão, contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, e contra o Colo Colo, pela Libertadores. Desde a chegada de Felipão, ele tomou dois cartões vermelhos e um amarelo. "Tem algumas situações que ele faz dentro e fora de campo que não pegam muito bem", afirmou o comandante.

Deyverson tem recebido conselhos de todo o grupo. Willian e Moisés, por exemplo, deixaram o Allianz Parque afirmando que ele está "passando do ponto" em alguns momentos, mas que a maturidade vem com o tempo. Curiosamente, o corintiano Cássio foi mais condescendente e disse que a provocação "faz parte", fazendo comparações com Romero.

Outro que sempre desperta atenção por comportamento inadequado é Felipe Melo. Expulso contra o Cerro Porteño aos 3 minutos do primeiro tempo, ele já foi multado para não repetir episódios de indisciplina. Ele já tem 18 cartões amarelos em 39 jogos neste ano, além de duas expulsões.

"Sinceramente? Preciso ajustar alguns procedimentos ainda do nosso time. Não jogando futebol, fora do futebol. E é essa a minha função. Dentro de campo está tudo bem organizado. Só que eu ainda preciso ajustar algumas situações que não são de dentro de campo. E isso é o que me preocupa. Para ganhar, a gente precisa ter cabeça muito boa", completou o treinador.

Dudu é outro que tem atenção especial do clube, mas tem conseguido ficar longe das polêmicas nesta temporada. Seu bom comportamento, inclusive, chegou a ser premiado por Cuca com a faixa de capitão. Lucas Lima, que também já precisou ir para o divã, foi amarelado por reclamação, outra atitude de descontrole. E praticamente no primeiro lance do jogo.

Felipão também fez um mea-culpa na coletiva sobre ter sido expulso na partida contra o Corinthians. O comandante não concordou com o árbitro e reclamou de alguns lances específicos. Segundo a súmula oficial do dérbi, no entanto, a discordância teve xingamentos: "vai tomar no...", teria dito o gaúcho.

Até mesmo o preparador físico do clube, Omar Feitosa, já se envolveu em confusões. Na penúltima rodada do Brasileirão, contra o Atlético-PR, ele foi flagrado trocando empurrões com adversários. Ele também já discutiu com Felipe Melo e Thiago Santos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos