Sem vencer com Valentim, Vasco vê pressão contra rebaixamento aumentar

Do UOL, em São Paulo

A situação do Vasco no Campeonato Brasileiro está cada vez mais delicada. Sem vencer desde a chegada do técnico Alberto Valentim, o Cruzmaltino soma tropeços em sequência e vê a ameaça do rebaixamento aumentar nas últimas rodadas. A derrota para o Vitória no último domingo (9) foi a quarta consecutiva da equipe na competição.

A última vitória do Vasco aconteceu há 16 dias, em 26 de agosto, diante da Chapecoense, ainda sob o comando do interino Valdir Bigode. Desde então, a equipe foi superada por Atlético-PR, Santos, América-MG e Vitória. O próximo compromisso do time de São Januário será contra o Flamengo, no sábado (15). 

Diante do cenário delicado e um jogo importante na sequência do Brasileiro, o técnico Alberto Valentim pediu apoio da torcida para o clássico, que será disputado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

"Temos que pensar sempre no jogo que vamos enfrentar. É um clássico, tenho certeza que o torcedor vai nos apoiar. Vamos trabalhar essa semana para recuperar os jogadores. Vamos ter uma semana, primeiro para recuperá-los e depois aproveitar os treinos para o jogo de sábado", destacou o treinador.

Apesar da marca negativa sob o comando de Valentim, a falta de resultados do time de São Januário antecede a chegada do atual comandante. Antes da vitória contra a Chapecoense, a equipe somava uma sequência de cinco jogos sem vitória (dois empates e três derrotas). Ao todo, portanto, o time carioca conseguiu apenas um triunfo nas últimas dez partidas.

A falta de vitórias deixa o Vasco com a ameaça de um novo rebaixamento – o clube soma três ao longo de sua história (2008, 2013 e 2015). Atualmente, a equipe está na 16ª colocação, com 24 pontos. A pontuação é a mesma do Sport, primeiro time na zona da degola. O Cruzmaltino, no entanto, conta com um jogo a menos em relação aos adversários.

Mesmo com a sequência negativa, Valentim elogiou a postura da equipe e garantiu reação. O goleiro Martín Silva, por sua vez, citou o clássico na próxima rodada como grande chance para reverter o cenário.

"Temos que contar com a experiência dos mais velhos, passar tranquilidade para os mais novos. Sabemos que estamos em uma sequência ruim. Estamos tentando de todo jeito. Hoje [domingo], a sorte não estava com a gente. Não podemos abaixar a cabeça. Falta muito ainda, estamos em uma situação muito delicada, mas não tem motivação maior do que uma semana de clássico, que sabemos que uma vitória significa mais do que três pontos", destacou o goleiro.

Para a próxima partida, o Vasco não contará com o lateral Yago Pikachu, um dos destaques da equipe na temporada. O jogador foi expulso após se envolver em confusão com os jogadores do Vitória na partida em Salvador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos