Com gol de Felipe Melo, Palmeiras empata com Bahia e permanece em 3º

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras contou com um gol de cabeça de Felipe Melo no segundo tempo para buscar um empate por 1 a 1 com o Bahia neste domingo (16), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro. O time da casa saiu na frente no começo do jogo com Gilberto, mas não resistiu à pressão alviverde no final.

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 47 pontos e perdeu a chance de encostar em São Paulo e Internacional, mantendo-se na terceira colocação do Brasileiro. O time de Luiz Felipe Scolari (que, suspenso, foi substituído pelo auxiliar Paulo Turra no banco) não perde há dez rodadas. O Bahia, por sua vez, foi a 29 pontos e está no 14º lugar.

O primeiro tempo foi de superioridade do Bahia, mas o Palmeiras melhorou após as entradas de Dudu e Willian no segundo tempo. O time paulista volta a campo na quinta-feira (20) para enfrentar o Colo-Colo, fora de casa, pela Libertadores. No mesmo dia, o Bahia recebe o Botafogo pela Copa Sul-Americana.

O melhor: Ramires

Fazendo apenas seu segundo jogo como profissional, o meia de 18 anos deu muito trabalho para o sistema defensivo do Palmeiras. Com velocidade e inteligência, foi o principal jogador de frente do time tricolor e teve muita lucidez no lance do gol, limpando a marcação de Felipe Melo e servindo Gilberto.

O pior: Victor Luís

O lateral esquerdo palmeirense errou bastante no ataque e não conseguiu levar perigo nas subidas à frente. Já na defesa, seu ponto forte, foi mal no lance do gol. Primeiro afastou mal o cruzamento e jogou nos pés de Ramires, depois ficou dando condição para Gilberto receber e finalizar.

Bahia começa pressionando e abre o placar

O Bahia começou o jogo bem melhor que o Palmeiras. Ligado na partida, o time da casa recuperava rápido a bola e acelerava com perigo. Já o alviverde errava muitos passes fáceis e parecia uma rotação abaixo. A pressão virou gol aos 18 minutos: Victor Luís afastou mal um cruzamento e jogou nos pés de Ramires, que fintou Felipe Melo e serviu Gilberto. O centroavante tricolor chutou de primeira para abrir o placar.

Ligações diretas não funcionam para o Palmeiras

Como tem se tornado comum com Felipão, o Palmeiras procurou sair bastante para o jogo usando ligações diretas da defesa para o ataque. Mas dessa vez elas funcionaram pouco. Borja, o principal alvo dessas bolas longas, não esteve bem para ganhar as disputas no alto, e os meias Lucas Lima, Hyoran e Jean se aproximaram pouco do centroavante para ficar com a segunda bola. O resultado foi que a equipe paulista não criou quase nada na primeira etapa.

Luan sente lesão e dá lugar a Antônio Carlos

Um dos jogadores que tem sido mais elogiado por Felipão, o zagueiro Luan não durou até o intervalo. Ele já havia sentido um problema muscular na metade do primeiro tempo e, aos 35 minutos, não conseguiu mais continuar. Foi substituído pelo habitual titular Antônio Carlos.

Borja isola a melhor chance do Palmeiras

Nos minutos finais do primeiro tempo, Borja perdeu a melhor oportunidade criada pelo Palmeiras. Marcos Rocha fez linda jogada pela direita, colocando a bola entre as pernas de Zé Rafael, e cruzou na cabeça do colombiano, que estava desmarcado dentro da área. Mas o camisa 9 palmeirense, artilheiro do time na temporada, desviou muito mal e mandou para fora.

Turra recorre a titulares e lança Dudu e Willian

Após um início de segundo tempo com o mesmo panorama do primeiro, em que o Palmeiras não conseguiu criar chances claras, o auxiliar técnico Paulo Turra, que substituiu o suspenso Felipão no banco de reservas, resolveu mexer. Dudu, que fez o gol que eliminou o Bahia da Copa do Brasil, foi a campo no lugar de Bruno Henrique, recuando Jean para a função de volante. Pouco depois, foi a vez de outro titular, Willian, substituir Hyoran. O Palmeiras ganhou velocidade e passou a ameaçar mais.

Felipe Melo empata de cabeça

Com Willian e Dudu, o Palmeiras teve mais volume ofensivo e passou a encurralar o Bahia nos minutos finais. Até que, aos 32 minutos, veio o empate na bola parada. Dudu bateu o escanteio da direita e Felipe Melo subiu muito para cabecear, igualando o marcador. O Bahia tentou reagir e se lançou à frente, mas o placar não se mexeu mais.

FICHA TÉCNICA

Bahia 1 x 1 Palmeiras

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 16/09/2018
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Eder Alexandre (SC)

Gols: Gilberto, aos 18 minutos do primeiro tempo; Felipe Melo, aos 32 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Elton (Bahia); Lucas Lima e Bruno Henrique (Palmeiras)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton (Edson); Élber (Marco Antônio), Ramires e Zé Rafael; Gilberto (Júnior Brumado). Técnico: Enderson Moreira

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan (Antônio Carlos), Gustavo Gómez e Victor Luís; Bruno Henrique (Dudu) e Felipe Melo; Jean, Lucas Lima e Hyoran (Willian); Borja. Técnico: Paulo Turra

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos