Em jogo sem muitas chances, Cruzeiro e Atlético-MG empatam no Mineirão

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Cruzeiro e Atlético-MG não saíram de um empate sem gols - 0 a 0 - na tarde deste domingo (16) no Mineirão. O jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro teve poucas chances de gol para as duas equipes. O mandante entrou em campo com um time repleto de reservas.

Com o resultado, o Galo cai para a sexta colocação do torneio, com 42 pontos. A Raposa, por sua vez, permanece na sétima posição, com 34.

O melhor: Rafael supre ausência de Fábio e faz boa partida

Rafael fez ótima partida no Mineirão. Embora Fábio, titular da equipe, viva um bom momento na temporada, o seu reserva imediato não decepcionou e fez bom jogo, sobretudo no primeiro tempo. O camisa 12 impediu dois gols do arquirrival Atlético-MG no jogo deste fim de semana. O goleiro fez ótima defesa em cabeceio de Luan nos minutos iniciais e também impediu gol de Juan Cazares no lance. É a terceira vez no ano que o atleta não sofre gols.

Os piores: Ezequiel e Emerson cometem erros e vão mal no Mineirão

A dupla de laterais de Cruzeiro e Atlético-MG ficou abaixo da expectativa no jogo ocorrido no Mineirão. Ezequiel vacilou em alguns lances defensivos e deu brecha para os homens de frente do Galo no jogo ocorrido no Mineirão. A jogada mais chamativa foi ainda no primeiro tempo, quando não viu sobra no escanteio ao conversar com o técnico Mano Menezes. O fato gerou reclamação por parte da torcida.

Emerson fez uma partida muito ruim no Mineirão. O lateral direito errou passes cruciais nos setores defensivo e ofensivo, cometeu erros de tempo de bola, domínio e acabou recebendo críticas. O jovem é titular da equipe de Thiago Larghi desde o fim do ano passado, quando viu Patric ser barrado pelo treinador.

Cazares sobressai com técnica e quase marca

Juan Cazares foi o principal nome do Atlético-MG em campo. Com lances de inteligência, criou as melhores oportunidades ofensivas do time no jogo disputado no Mineirão. O meia-atacante por pouco não marcou em chutes de longa distância. Ele tentou desta forma em duas oportunidades. Ambos passaram raspando a trave do goleiro Rafael. Em outro lance, obrigou o camisa 12 adversário a fazer boa defesa.

Chará volta após data Fifa, faz partida ruim e deixa campo

Yimmi Chará voltou como titular do Atlético-MG após defender a seleção colombiana na última data Fifa. O jogador, no entanto, esteve longe de ser um destaque no jogo ocorrido no Mineirão. Ele participou somente de uma ação ofensiva. Na ocasião, ele deixou Cazares em boa condição, mas o equatoriano falhou na conclusão.

Sassá volta após três meses na vaga de Raniel, ovacionado por torcida

Sassá está de volta ao Cruzeiro. Depois de três meses fora dos gramados se recuperando de problema no joelho esquerdo, o atacante de 24 anos entrou em campo aos 30 minutos do segundo tempo para substituir Raniel. Na saída do gramado, o jovem Raniel teve o nome ovacionado pela torcida do Cruzeiro que compareceu ao Mineirão. Sassá ainda teve uma chance de marcar logo ao entrar. A bola raspou a trave direita de Victor.

Edinho se recupera e volta a jogar após dois meses fora

Contratado em julho passado, Edinho retornou aos gramados pelo Atlético-MG na tarde deste domingo (16). Ele havia iniciado a sua passagem pelo Galo como titular, no revés para o Grêmio. No entanto, na ocasião, se lesionou, e só voltou aos gramados neste fim de semana. Ele já havia ficado no banco de reservas no triunfo sobre o Atlético-PR, na última segunda-feira. Mas não foi escolhido por Thiago Larghi para entrar em campo. A opção do técnico foi colocá-lo na vaga de Luan aos 32 minutos do segundo tempo.

Cruzeiro se revolta com lance em que bola bate no braço de Maidana

O Cruzeiro deixou o Mineirão mais uma vez indignado com um lance da arbitragem. A bola bateu no braço de Maidana na pequena área em lance de Thiago Neves, mas a arbitragem não assinalou pênalti do defensor. O fato gerou muita reclamação por parte dos jogadores do Cruzeiro e do técnico Mano Menezes.

Mineirão veta provocações, mas permite faixa do Cruzeiro por minutos

Thiago Fernandes/UOL Esporte
Bandeira da torcida do Atlético-MG é vetada para o clássico na entrada do Mineirão

O Mineirão vetou materiais com provocações aos adversários no clássico deste domingo (16). Baseado no artigo 13-A do Estatuto do Torcedor, que impede "bandeiras, símbolos ou outros sinais com mensagens ofensivas, inclusive de caráter racista ou xenófobo", a administração do estádio vetou bandeiras de Atlético-MG e Cruzeiro alusivas a derrotas passadas. Membros de uma torcida organizada do Galo foram impedidos de entrar nas dependências do Gigante da Pampulha com uma bandeira que lembrava do revés por 9 a 2, ocorrido em 1927 (foto acima). Torcedores da Raposa, por outro lado, entraram no estádio com uma faixa provocando o arquirrival: "Já caiu, tomou de 6, não tem bi". A mensagem é alusiva à queda do Galo para a Série B em 2005 e relembra também a derrota por 6 a 1 para os cruzeirenses em 2011. No entanto, aos 3 minutos da etapa inicial, o objeto foi retirado por membros da segurança (foto abaixo).

Thiago Fernandes/UOL Esporte
Faixa da torcida do Cruzeiro no Mineirão durante o clássico

Cruzeiro volta a usar faixa da Toca da Raposa 3

Enrico Bruno/UOL

Depois do imbróglio envolvendo o Mineirão, o Cruzeiro e a Konami, desenvolvedora do PES (Pro Evolution Soccer), em que o estádio era nomeado como Toca da Raposa 3, o Cruzeiro enfim foi autorizado a voltar com a faixa Toca da Raposa 3 nas arquibancadas do estádio. O clube colocou a mensagem sobre uma faixa que tinha os seguintes dizeres: "Estádio Mineirão". O fato aconteceu minutos antes do início da partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. A ação dá indícios de que a Minas Arena, gestora do estádio, pode permitir novamente o fato pelo clube.

CRUZEIRO x ATLÉTICO-MG

Motivo: 25ª rodada do Brasileirão
Data/Hora: 16/09/2018, às 16h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rafael Traci (CBF/PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (CBF/PR) e Rafael Trombeta (CBF/PR)

GOLS: - - -
Cartões amarelos: Lucas Romero, Ariel Cabral, Ezequiel (CRU), Adilson (CAM)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 21.795 pagantes/24.999 presentes/R$1.034.712,00.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Lucas Romero,  Ariel Cabral e Bruno Silva; Mancuello (Rafael Sóbis, 34'1ºT), David (Thiago Neves, 20'2ºT) e Raniel (Sassá, 29'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-MG: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Adilson (Matheus Galdezani, 19'2ºT) e Elias; Cazares, Luan (Edinho, 32'2ºT) e Chará (David Terans, 19'2ºT); Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos