São Paulo vacila, sofre empate do América-MG e vê liderança sob ameaça

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

O jogo parecia desenhado para mais uma vitória pelo placar mínimo no Morumbi, mas o São Paulo não conseguiu ser seguro como em outros momentos. Dessa forma, com um gol aos 35min do segundo tempo, o América-MG frustrou a torcida tricolor, levou um ponto para Belo Horizonte com o 1 a 1 e ainda reabriu a liderança do Campeonato Brasileiro. 

Diego Souza, na etapa inicial, é quem havia marcado para se isolar como goleador do São Paulo em 2018, após assistência de um inspirado Nenê. Porém, o garoto Matheusinho, acionado por Adílson Batista em uma ofensiva para tentar evitar a derrota, foi quem vazou Sidão e frustrou o público da casa. 

Com o empate, o São Paulo fica com 51 pontos e, ao desperdiçar a chance de vitória, permite que o Internacional possa se tornar líder em caso de triunfo sobre o Corinthians em duelo de domingo, em Itaquera. Já o América segue sua campanha estável a caminho da permanência na primeira divisão. Com 31 pontos, é ao menos nesse momento o 10º colocado. 

O melhor: Diego Souza

Pressionou muito os zagueiros do América, recuou com inteligência após a entrada de Tréllez e, claro, marcou em mais um jogo do Brasileiro. 

O pior: Aderlan

O lateral direito - xará de ex-zagueiro do São Paulo que hoje atua no Vitória - teve dificuldades defensivas. O setor dele foi o mais explorado pelo ataque são-paulino, que por ali encontrou espaços e até o gol de Diego Souza. 

Com América atrás, Diego Souza tenta de bicicleta

Nenê ajuda Diego Souza a marcar e superar ele próprio 

Depois de um primeiro tempo quase todo amarrado no Morumbi, em que só Liziero e Diego Souza tiveram chances de perigo, a defesa americana foi furada aos 46min com uma combinação conhecida do time de Aguirre. Nenê alçou da esquerda e achou Diego, entre os zagueiros, para marcar de cabeça. Com isso, o camisa 10 se igualou a Everton como garçom do ano (6 assistências), e Diego Souza superou o próprio Nenê como artilheiro de 2018 com 13 gols. 

"Faz-tudo", Nenê pede até inversão de posicionamento

REUTERS/Paulo Whitaker

Destaque tricolor novamente, o camisa 10 não apenas jogou muito bem e participou de lances como o gol de Diego Souza, mas também ajudou de outras formas. A inversão de posicionamento entre Liziero, que começou na meia à esquerda, com Reinaldo, que iniciou a partida na lateral, foi feita após pedido do veterano. Em momento que o América jogava com liberdade, o meia também cobrou mais pressão na bola.   

Nenê e Reinaldo se atrapalham e perdem chance de ampliar

Adílson avança América, que usa espaços e empata

Atrás do marcador, o América se tornou ofensivo após três trocas de Adílson Batista. No intervalo, o volante David deu lugar a Wesley Pacheco, atacante. Depois, saíram o volante Juninho e o meia Ruy para as entradas de Matheusinho e Robinho, dois ofensivos. E apesar de ceder espaços nesse momento, o time visitante também avançou e aproveitou: após boa linha de passes, Matheusinho marcou depois de rebote em batida de Carlinhos.  

Desfalques dão chance a Rodrigo Caio, E. Felipe e Liziero

GUILHERME RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO

As ausências de Bruno Peres e Everton (lesionados), além de Rojas e Bruno Alves (suspensos) abriram a possibilidade para Diego Aguirre usar opções do banco de reservas na equipe principal. A maior atração ficou por conta do retorno de Rodrigo Caio após exatos cinco meses após cirurgia no pé direito e trauma no joelho. Ele foi o escolhido para a lateral direita, enquanto Liziero se ocupou da meia esquerda, antes de inverter com Reinaldo. Já na ponta direita, Everton Felipe foi titular pela terceira vez desde a chegada.

SÃO PAULO 1 x 1 AMÉRICA-MG

Competição: Campeonato Brasileiro (rodada 26)
Data/hora: 22/09/2018, às 16h (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios e Fabrício Vilarinho da Silva
Público:  47846 (total) 
Renda: R$ 1.906.143,00
Gols: Diego Souza, aos 46min do primeiro tempo, Matheusinho, aos 35min do segundo tempo 
Cartões amarelos: Arboleda e Carlinhos

São Paulo: Sidão; Rodrigo Caio, Arboleda (Carneiro), Anderson Martins e Reinaldo; Hudson e Jucilei; Everton Felipe (Tréllez), Nenê e Liziero (Régis); Diego Souza. Treinador: Diego Aguirre

América-MG: João Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Leandro Donizete e Zé Ricardo; Juninho (Matheusinho), David (Wesley Pacheco) e Gerson Magrão; Ruy (Robinho). Treinador: Adílson Batista

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos