Defesa faz lambança, mas Inter vira sobre o Vitória com pênalti irregular

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional bateu o Vitória graças a um pênalti irregular. Neste domingo (30), o Colorado saiu atrás com uma lambança da defesa, mas empatou e virou graças a um erro do juiz. O 2 a 1 no Beira-Rio teve gols de Leandro Damião e D'Alessandro para o Colorado. Emerson Santos, contra, fez para o Vitória.

Logo no começo da partida, Emerson Santos, em uma lambança da zaga, colocou na própria meta, de cabeça. O Inter empatou na segunda etapa, mas o que definiu o placar foi um pênalti irregular. Uma cobrança de falta de Camilo acertou o braço do jogador do Vitória que estava na barreira. Ele estava fora da área, mas o árbitro Sávio Pereira Sampaio assinalou pênalti, que virou gol de D'Ale.

O Inter chegou aos 53 pontos na classificação do Brasileiro, mesma pontuação do líder Palmeiras. Está em segundo, já que o São Paulo empatou com o Botafogo e ficou com 52, em terceiro. O Vitória para com 29 e ocupa a 15ª posição. 

Na próxima rodada, o Inter encara o Sport, sexta-feira, em Recife. Já o Vitória terá pela frente o Santos.

Damião faz gol importante e recoloca Inter na briga

Quando o Inter vivia o ápice do nervosismo, no segundo tempo, Leandro Damião exerceu o ofício do centroavante. Recebeu cruzamento e, de cabeça, igualou o placar recolocando o time na disputa. 

Vilão para o Inter, Emerson Santos muda rumo do jogo

Emerson Santos foi vilão para o time que defende. Com menos de dois minutos de jogo, uma bola sem perigo algum foi recuada de forma equivocada para Marcelo Lomba e significou gol do Vitória, mudando o rumo da partida. 

D'Alessandro volta ovacionado e faz gol da virada

D'Alessandro voltou a ser titular do Inter. Ovacionado pela torcida desde antes da partida, o camisa 10 abriu mão da braçadeira de capitão, que seguiu com Rodrigo Dourado. Em campo, tratou de organizar as ações ofensivas da equipe com a conhecida qualidade. Acertou a trave em cobrança de falta e foi importante para o time. Jogou os 90 minutos e, de pênalti, marcou o gol da virada. 

Defesa faz lambança e Vitória abre o placar com um minuto

O jogo tinha pouco mais de um minuto, e o Vitória saiu na frente graças a uma lambança da zaga do Inter. Sem Cuesta, que recebia atendimento fora de campo por conta de um corte no rosto, o Colorado foi afastar uma bola na área e Emerson Santos cabeceou para trás, enganando o goleiro Marcelo Lomba e marcando contra. O gol abateu o Inter, que passou minutos tensos logo em seguida.

Reflexo do gol no Inter

Com 1 a 0 atrás no placar, o Inter ficou abalado. O plano de comandar a partida iniciou abalado por estar atrás no marcador e os jogadores mostraram sinais de tensão. Erros técnicos básicos, discussões, decisões precipitadas, o Colorado via escapar o placar que pretendia e não conseguiu se organizar por longos minutos.

Reflexo do gol no Vitória

Nem mesmo na melhor de seus planos de jogo o Vitória esperava sair na frente tão rapidamente. Com 1 a 0 no placar em menos de dois minutos de partida, o time baiano adotou a cera técnica como artifício. Se já atuaria fechado, retraiu-se ainda mais e abusou de contra-ataques. E sempre que teve oportunidade, retardou o reinício de jogo, com quedas do goleiro e jogadores pedindo atendimento repetidamente.

Odair abre mão da velocidade e tenta armação com Camilo

Sem espaço para enfiadas em profundidade, Odair Hellmann mudou a característica ofensiva do Inter. Tirou Pottker, colocou Camilo para dar maior poder de criação ao time como alternativa contra as linhas recuadas do adversário. 

Carpegiani troca atacantes e dá gás para contra-ataque

Carpegiani tratou de renovar o fôlego de seu contra-ataque no segundo tempo. Sacou Neilton, que havia recebido amarelo e se envolvia repetidamente em discussões, e colocou Lucas Fernandes na expectativa de aproveitar-se dos espaços deixados pelo Inter, que atacou até o fim. 

Nilmar nas cadeiras do Beira-Rio

Enquanto o Inter encarava o Vitória, o atacante Nilmar estava nas cadeiras do Beira-Rio. Com história ligada ao clube gaúcho, ele garante que não tem negociação para voltar a atuar, porém evita tratar-se como ex-atleta.

FICHA TÉCNICA
INTER 2 X 1 VITÓRIA
Data
: 30/09/2018 (Domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira
Renda: R$ 921.900,00
Público: 37.070 (total)
Cartões amarelos:  Neilton (VIT), Léo Gomes (VIT), Ronaldo (VIT), Jeferson (VIT), André Lima (VIT); Edenílson (INT), D'Alessandro (INT), Cuesta (INT); 
Gols: Emerson Santos, do Inter, contra, com 1 minuto de primeiro tempo; Leandro Damião, do Inter, aos 17 minutos do segundo tempo; D'Alessandro, do Inter, aos 40 minutos do segundo tempo;  

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, D'Alessandro, Nico López (Jonatan Alvez) e William Pottker (Camilo); Leandro Damião (Rossi).
Técnico: Odair Hellmann

VITÓRIA
Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Ramon e Fabiano; Marcelo Meli (Walyson), Léo Gomes, Yago e Rodrigo Andrade; Léo Ceará (André Lima) e Neilton (Lucas Fernandes).
Técnico: Paulo César Carpegiani

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos