Santos marca no fim após pênalti polêmico e vence Atlético-PR na Vila

Do UOL, em Santos (SP)

O Santos, enfim, voltou a vencer como mandante. Depois de quatro empates seguidos, o time de Cuca venceu o Atlético-PR na tarde deste domingo (30), na Vila Belmiro, por 1 a 0. Mas o triunfo só veio depois de muita polêmica, com um pênalti marcado aos 47min do segundo tempo bastante contestado pela equipe paranaense. Carlos Sanchez cobrou com categoria, marcou o seu primeiro gol com a camisa santista e confirmou o triunfo.

Com o resultado, o Santos vai a 36 pontos, pula para a oitava colocação e segue com o sonho de uma vaga na Libertadores. O time já acumulava quatro tropeços seguidos como mandante e não vencia há três jogos. Já o Atlético-PR estaciona nos 33 pontos e continua a apenas cinco da zona de rebaixamento.

Agora, enquanto o Santos tem o meio de semana livre e só volta a campo na sexta-feira (5) para visitar o Vitória, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR volta as atenções para a Copa Sul-Americana. Na quarta-feira (3), recebe o Caracas-VEN no jogo de volta das oitavas de final, na Arena da Baixada.

Os melhores: Vanderlei e Santos

Com a chuva na Vila, qualquer bola ao gol ganhava um grau a mais de dificuldade. E tanto Vanderlei como Santos foram bastante exigidos nesta tarde. Saíram-se muito bem.

O pior: Sasha

Não aproveitou a chance como titular e foi quem menos rendeu no ataque santista. Foi substituído na metade do segundo tempo.

Robson Bambu sente lesão e sai antes do intervalo

Titular pela sétima vez seguida, Robson Bambu sentiu um desconforto muscular e precisou deixar o campo com apenas 25 minutos de jogo. Irritado com a lesão, o jovem zagueiro – que pode acertar com o Atlético-PR para a próxima temporada – deu até um soco na maca antes de deixar o campo e ir direto para o vestiário.

Primeiro tempo animado. E com muita chuva

Debaixo de muita chuva, Santos e Atlético-PR se igualaram na etapa inicial. O time visitante iniciou assustando Vanderlei, com Nikão, mas os anfitriões logo tomaram conta da partida e até chegaram com certa frequência ao gol de Santos. Já o time paranaense voltou a pressionar na reta final da etapa inicial, e teve mais uma boa chance com o mesmo Nikão – e mais uma boa defesa de Vanderlei. Um duelo à parte no primeiro tempo na Vila Belmiro.

Pênalti polêmico marca segundo tempo

A etapa final não foi tão diferente da primeira. Início bastante animado e chances construídas pelas duas equipes para fazer o gol. Mas o único tento veio só nos acréscimos e depois de muita polêmica após pênalti de Rony em cima de Dodô. Carlos Sanchez cobrou com frieza e deu a vitória ao Santos. Após o apito final, um tumulto foi registrado no túnel que leva para os vestiários.

Kaio Jorge estreia como profissional

Nos minutos finais da partida, Cuca mandou a campo o jovem Kaio Jorge, de apenas 16 anos. Foi a sua estreia como profissional do Santos.

Bruno Henrique volta a preocupar

O atacante Bruno Henrique precisou deixar o jogo nos minutos finais por conta de uma pancada que levou no olho direito, o mesmo que o deixou de molho por vários meses nessa temporada. Ele deve ser reavaliado nesta segunda-feira.

Santos e Atlético-PR sem seus artilheiros

Os principais goleadores dos dois times não estiveram em campo neste domingo. Gabigol, artilheiro do Campeonato Brasileiro com 13 gols, desfalcou o Santos por suspensão. Já Pablo, que soma dez tentos e ocupa a vice-artilharia da competição, foi preservado no Atlético-PR após ter uma fadiga muscular detectada.

Rodrygo completa 50 jogos e entra para história

Ainda aos 17 anos, o jovem Rodrygo completou 50 jogos com a camisa do Santos e entrou para a história do clube ao se tornar o quarto jogador mais jovem a atingir esta marca. Ele fica atrás apenas de três lendas do Peixe: Coutinho, Pelé e Edu.

1º jogo após 'dia do fico' de Peres

Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo
O duelo contra o Atlético-PR acontece um dia após um dos dias mais importantes da história do Santos na questão política. No último sábado (29), mais de três mil sócios compareceram à Vila Belmiro para votar na permanência ou no impeachment do presidente José Carlos Peres. E optaram pela primeira opção, mantendo o atual mandatário no cargo.

SANTOS 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Data/Hora: 30/09/2018 (domingo), às 16h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Cartões amarelos: Paulo André, Lucho González, Nikão (Atlético-PR); Gustavo Henrique (Santos)
Público total: 7.802
Renda: R$ 141.227,00
Gol: Carlos Sanchez, aos 51min do segundo tempo

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu (Luiz Felipe), Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Bruno Henrique (Kaio Jorge), Rodrygo e Sasha (Derlis González)
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-PR
Santos; Diego Ferreira, Léo Pereira, Paulo André e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães), Nikão e Raphael Veiga; Marcelo Cirino e Marcinho (Rony)
Técnico: Tiago Nunes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos