Com dois de Uribe, Flamengo atropela Fluminense e encosta na liderança

Do UOL, em São Paulo

O Flamengo fez mais uma exibição para reforçar a condição de candidato ao título do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (13), o time do técnico Dorival Júnior não tomou conhecimento do Fluminense e venceu por 3 a 0 o clássico disputado no Maracanã pela 29ª rodada do torneio. 

Uribe, duas vezes, e Léo Duarte fizeram os gols do rubro-negro, que já havia vencido o Corinthians fora de casa na semana passada pelo mesmo placar. O resultado positivo deixa a equipe provisoriamente na segunda posição, com 55 pontos, a apenas um do Palmeiras, que, no entanto, ainda joga neste domingo, diante do Grêmio, no Pacaembu. Os flamenguistas também vão prestar atenção no embate entre Internacional (53) e São Paulo (52) no Beira-Rio.

O Flamengo volta a campo no dia 21, domingo, quando enfrenta o lanterna Paraná em Curitiba. No mesmo dia, o Fluminense, neste momento oitavo colocado com 37 pontos, recebe o Atlético-MG. Resta saber se o técnico Marcelo Oliveira poupará jogadores, já que três dias depois a equipe tricolor abre o embate de quartas de final contra o Nacional, do Uruguai, pela Copa Sul-Americana.

O melhor: Uribe

Thiago Ribeiro/AGIF

Dorival Júnior acabou com o rodízio e decidiu dar sequência ao colombiano como referência no ataque rubro-negro. No clássico, deu muito certo. Uribe abriu o placar de cabeça e ainda anotou o terceiro, em lance de oportunismo e sorte. Ele tinha apenas um gol com a camisa flamenguista até este sábado. Saiu no fim do segundo tempo aplaudido pela torcida. 

O pior: Digão
Ricardo Moraes/Reuters

O zagueiro do Fluminense deu azar no lance do primeiro gol - a bola cabeçeada por Uribe desvia nele antes de entrar. No segundo, foi dele a falta em Éverton Ribeiro que originou o gol de Léo Duarte. Para completar, Digão também se envolveu no terceiro gol rubro-negro, não conseguindo fazer o corte após chute de Paquetá. 

Fim de jejuns

Em início de clássico movimentado, a primeira chance foi tricolor. Luciano chutou forte e César defendeu em dois tempos. Em seguida, a equipe rubro-negra pressionou. Paquetá e Arão perderam boas chances antes de Uribe marcar de cabeça aos 10 minutos, aproveitando cruzamento de Vitinho. Este foi apenas o segundo gol do colombiano com a camisa do Flamengo - o último havia sido no final de julho, contra o Sport. Mais que isso. Foi o primeiro gol de um centroavante do time desde 12 de agosto, quando Henrique Dourado anotou contra o Cruzeiro. 

Bola aérea funciona de novo

O Flamengo seguiu melhor após o gol, chegando a ter mais de 60% da posse de bola. Sem Sornoza, na seleção equatoriana, o Fluminense pouco assustava e não encontrava espaços. Aos 46 minutos, novamente pelo alto, a equipe de Dorival Júnior ampliou a vantagem. Vitinho cobrou falta e Léo Duarte testou para as redes.

De costas também vale

Dois lances chamaram atenção no final da primeira etapa. Primeiro Gum recuou a bola de costas para o goleiro Júlio César (assista acima). Pouco depois, Éverton Ribeiro mostrou que também tem este, digamos atributo e ainda sofreu falta de Digão (veja abaixo). Na sequência, sairia o segundo gol do Flamengo. 

Feio é não fazer gol

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Daniel na vaga de Mateus Norton. Mal deu tempo para esboçar uma reação. Aos 3 minutos, Lucas Paquetá chutou mal, mas Digão não conseguiu cortar e a bola sobrou para Uribe. O colombiano dividiu com Júlio César e, meio sem querer, desviou para as redes. 

Chances perdidas

O ritmo do clássico caiu bastante após o terceiro gol flamenguista. O Fluminense passou a ter mais a bola, enquanto o time rubro-negro aguardava a chance de contra-atacar. Os tricolores quase descontaram com Ayrton Lucas, que parou em boa defesa de César. Já no fim da partida, Berrío saiu na cara de Júlio César e só não marcou o quarto porque Jadson tirou. Nada que evitasse a festa da torcida rubro-negra, que terminou o jogo aos gritos de "olé".

Ficha técnica

Flamengo 3 x 0 Fluminense

Data: 13/10/2018
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 17h (de Brasília)
Renda: R$ 1.140.402,00
Público pagante: 48.894 
Público presente: 52.924 
Cartões amarelos: Willian Arão e Pará (Flamengo); Mateus Norton, Gum e Richard (Fluminense) 
Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Uribe, aos 10 minutos do primeiro tempo e aos 3 minutos do segundo tempo. Léo Duarte, aos 46 minutos do primeiro tempo. 

Flamengo: César; Pará, Léo Duarte, Réver (Rhodolfo) e Renê; Cuéllar e Willian  Arão; Vitinho, Lucas Paquetá e Éverton Ribeiro (Berrío); Uribe (Rômulo). Técnico: Dorival Júnior

Fluminense: Júlio César; Ibañez (Dodi), Gum e Digão; Mateus Norton (Daniel), Richard, Jadson e Ayrton Lucas; Marcos Júnior (Matheus Alessandro), Everaldo e Luciano. Técnico: Marcelo Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos