Vitória vence a Chape em SC e deixa temporariamente a zona do rebaixamento

Do UOL, em São Paulo

O Vitória encerrou uma indigesta série de quatro derrotas consecutivas e, de quebra, venceu um adversário direto na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na Arena Condá, a equipe baiana bateu a Chapecoense por 1 a 0, neste domingo (14), e saiu temporariamente da zona da degola - os demais resultados da 29ª rodada podem recolocar os baianos no rebaixamento.

O triunfo conquistado graças ao gol de Lucas Fernandes foi apenas o segundo do Vitória fora de casa na competição. Os três pontos levaram o time baiano para a 14ª colocação, com 32 pontos. Já a Chapecoense entrou na zona de rebaixamento, em 17º, com 31 pontos.

Na próxima rodada, o Vitória tem mais um confronto contra um time próximo da zona de rebaixamento. No domingo (21), os baianos recebem o Corinthians no Barradão. No mesmo dia, a Chapecoense visita o Cruzeiro.

O melhor: Lucas Fernandes

A Chapecoense sofreu muito para contar as jogadas laterais do Vitória. Um dos responsáveis foi Lucas Fernandes. Pela direita, o atacante constantemente aproveitava as jogadas criadas por Erick, do outro lado. A dobradinha rendeu o gol do Vitória, que saiu da cabeça de Lucas Fernandes.

O pior: Doffo

Responsável pela armação da Chapecoense, Doffo não conseguiu criar jogadas que resultassem em perigo para o Vitória. Nas melhores oportunidades que teve, se mostrou afobado em querer decidir e arriscar chutes em perigo – um deles chegou a incomodar a torcida presente na Arena Condá. Sem as jogadas pelo chão, coube à Chapecoense abusar dos cruzamentos para a área.

Erick e Lucas Fernandes dominam o 1º tempo e são recompensados com gol

O primeiro tempo se resumiu a jogadas de ataques criadas por Erick e Lucas Fernandes. Na maioria das vezes, o primeiro partia para cima de Marcos Vinicius na esquerda e criava a jogada para o segundo completar. Na primeira mais clara, aos 19 minutos, Jandrei evitou o gol com uma bela defesa. No rebote, Walter Bou mandou de bicicleta para fora.

O bom primeiro tempo dos dois foi recompensado aos 37 minutos do primeiro tempo. Rodrigo Andrade fez boa jogada e abriu na esquerda para Erick. O atacante tentou o chute e na sequência cruzou na cabeça de Lucas Fernandes, que mandou para o fundo das redes.

Campo molhado gera um show de escorregadas

A chuva não deu trégua antes e durante a partida. O gramado molhado causou uma série de escorregadas ao longo do primeiro tempo. Na mais perigosa delas, o goleiro Ronaldo caiu no chão enquanto Leandro Pereira avançava pela esquerda. O atacante da Chapecoense tentou aproveitar o vacilo do jogador do Vitória, mas chutou para fora.

Com menos de 20 minutos de jogo, o lateral Jeferson, do Vitória, já havia deixado o gramado para trocar a chuteira e controlar os escorregões.

Inofensiva, Chapecoense quase marca sem querer

O primeiro tempo trouxe uma Chapecoense com grandes dificuldades para conseguir criar jogadas de ataque. Os dois lances de mais perigo da equipe catarinense vieram sem querer. A primeira foi a já citada escorregada de Ronaldo e o chute para fora de Leandro Pereira. Depois de sofrer o gol, veio mais uma: após cruzamento da esquerda, Ramon desviou e quase enganou o goleiro do Vitória, que se esticou e conseguiu tocar com a ponta dos dedos para evitar o gol.

Bola no travessão do Erick

O segundo tempo voltou com o Vitória mais cauteloso e uma Chapecoense sofrendo para criar jogadas ofensivas. Ainda assim, foi o time baiano quem teve a oportunidade primeiro. Erick acertou o travessão de Jandrei em cobrança de falta.

Alteração rende a melhor chance da Chapecoense

O técnico Guto Ferreira apostou em duas alterações para o segundo tempo na tentativa de mudar o cenário do jogo: Osman entrou no lugar de Barreto e Bruno Silva substituiu Vinicius. A segunda mudança resultou no melhor lance do clube catarinense na partida até então.

Aos 19 minutos do segundo tempo, Bruno Silva foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Aderllan não conseguiu tirar e a bola ficou livre para Doffo, que mandou por cima do gol de Ronaldo.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 1 VITÓRIA
Competição: Campeonato Brasileiro 2018
Data: 14/10/2018, às 11h (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardie e Rafael da Silva Alves, ambos do RS
Gols: Lucas Fernandes (37'/1ºT), para o Vitória
Cartões amarelos: Alan Ruschel, Amaral e Osman, para a Chapecoense; Léo Gomes e Ramon, para o Vitória
Cartões vermelhos: -

CHAPECOENSE: Jandrei; Marcos Vinícius, Rafael Thyere, Douglas, Alan Ruschel; Amaral, Barreto (Osman), Yann Rolim, Doffo; Vinicius (Bruno Silva), Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira.

VITÓRIA: Ronaldo; Jeferson, Ramon, Aderllan, Fabiano; Willian Farias, Léo Gomes, Rodrigo Andrade (Arouca); Erick, Lucas Fernandes (Neilton) e Walter Bou (André Lima). Técnico: Paulo César Carpegiani

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos