Com 2 de Damião, Inter vira, se mantém em 2º e aumenta seca do São Paulo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Em grande partida de futebol no Beira-Rio, prevaleceu a força do mandante Internacional, neste domingo (14), para aumentar a cinco jogos a seca do São Paulo no Brasileirão. De virada, com dois gols de Leandro Damião e outro de Nico López, o time colorado ganhou por 3 a 1 e assim manteve a condição de vice-líder da competição, agora com 56 pontos. 

A partida até começou bem para o São Paulo, que abriu o marcador com gol de Liziero, a escolha de Diego Aguirre para substituir Everton. Quando Pottker se lesionou e Odair Hellmann lançou mão de Damião, aos 27min do primeiro tempo, o Internacional se encheu de moral: teve mais presença na área e foi em busca de uma virada com autoridade, em grandes jornadas também de D'Alessandro e Nico. 

O objetivo de título para o São Paulo, após outra rodada sem vencer, parece cada vez mais longe. Com 52 pontos, estacionado e agora a sete do líder Palmeiras, que ganhou outra, o time de Aguirre se vê nas cordas da Série A.   

O melhor: Leandro Damião

Jeferson Guareze/AGIF

Preterido, também por motivos físicos, na escalação inicial, o centroavante jogou pouco mais de 60 minutos e decidiu. Bem acompanhado por D'Alessandro e Nico López, foi duas vezes às redes e ainda sofreu penalidade no fim.  

O pior: Nenê

Substituído mais uma vez, pareceu sentir o ritmo pesado do jogo no Beira-Rio. Pouco conseguiu criar no meio-campo tricolor. 

Experiência de D'Ale faz diferença. Nico também brilha

Jeferson Guareze/AGIF

Escalado como titular por Odair, o meia mostrou que ainda pode ajudar o Internacional também desde o começo. D'Alessandro mostrou qualidade na cadência do jogo, iniciou as jogadas dos dois primeiros gols e foi fundamental. Nico López, com assistência, gol e muita luta, cresceu quando voltou para a ponta e foi decisivo. 

Aguirre escala Jean, Liziero e é premiado no começo

No dilema que parece eterno a cada jogo que não tem Everton, o São Paulo se voltou a Liziero como opção na meia esquerda. O garoto formado em Cotia abriu o placar cedo, em cruzamento de Reinaldo. Outra mudança importante foi a troca de goleiros: o criticado Sidão deu lugar a Jean. 

Odair opta por D'Alessandro e perde Pottker no começo

Jeferson Guareze/AGIF

Odair mudou a forma do Inter jogar. Preferiu deixar Damião no banco, já que ele se recupera de uma lesão muscular na coxa direita, e D'Alessandro entrou. O 4-1-4-1 deu lugar ao 4-2-3-1 com Patrick aberto pela esquerda, Pottker na direita e Nico López centralizado. Dourado e Edenílson foram os volantes. Na zaga, Moledo, ainda lesionado, seguiu fora. 

Polêmica em gol anulado do Inter

Uma discussão em torno da arbitragem por esse gol anulado. O impedimento foi marcado, mas a bola não saiu de um passe colorado, e sim de uma travada dos dois jogadores. Braulio da Silva não deu gol. 

Uma lesão inesperada, porém, transformaria o jogo colorado

Pottker sentiu um problema muscular aos 27min e precisou sair. Damião entrou e, por consequência disso, Nico passou a atuar aberto. Com D'Ale ditando o ritmo e o uruguaio inspirado, as oportunidades surgiram. Veio pressão, gol anulado, bola na trave...

Nico cruza e Damião empata

A virada do Internacional 

Pelo alto, veio o segundo gol do Internacional na bola parada. D'Alessandro cobrou no limite do impedimento, Cuesta escorou e Damião colocou para as redes já no começo da etapa final.  

De pênalti, o terceiro gol colorado

Nos acréscimos, mais de Damião, que sofreu pênalti. Nico López não deixou o 'hat-trick' para o colega e bateu o pênalti. 

Carneiro e Tréllez entram para tentar o empate

Aguirre apostou em dois atacantes para tentar deixar o São Paulo mais ofensivo, mas não conseguiu superar o Internacional na base da força, sem muitos espaços para jogar. O uruguaio Carneiro chegou a marcar em jogada de bola parada, mas a arbitragem assinalou falta em Lomba. Antes, o Tricolor havia tido duas grandes chances para o empate. Diego Souza e Hudson, porém, não conseguiram o gol. 

SP joga de forma ríspida. Olha a entrada do Jucilei...

Dupla tricolor fica fora do próximo jogo

Jeferson Guareze/AGIF

Por acúmulo de cartões, o lateral Bruno Peres e o zagueiro Anderson Martins serão ausências para Aguirre no próximo fim de semana, contra o Atlético-PR, na capital. Bruno levou um amarelo, e Anderson acabou não apenas amarelado, mas também expulso nos acréscimos. 

Aguirre recebe chuva de cumprimentos no Beira-Rio

Jeferson Guareze/AGIF

Campeão gaúcho e semifinalista da Libertadores com o Internacional em 2015, Diego Aguirre foi bastante cumprimentado antes do jogo no Beira-Rio. Com muitos amigos no clube, conversou com funcionários e torcedores na prévia da partida. O uruguaio teve o nome gritado e tirou fotos com colorados. 

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 x 1 SÃO PAULO

Data e hora
: 14/10/2018, às 16h (horário de Brasília)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Braulio da Silva Machado
Auxiliares: Neuza Ines Back e Kléber Lúcio Gil 
Público/Renda: 45263 (total), 40474 (pagantes) e R$ 1.307.521,00
Cartões amarelos: Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins, Jucilei
Cartão vermelho: Anderson Martins

Gols: Liziero, aos 2min, Leandro Damião, aos 45min do primeiro tempo, e Leandro Damião, aos 6min. Nico López, aos 49min do segundo tempo

Internacional
Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos (Klaus), Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado e Edenílson; Pottker (Leandro Damião), D'Alessandro (Wellington Silva) e Patrick; Nico López.
Treinador: Odair Hellmann

São Paulo
Jean; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson e Jucilei; Rojas, Nenê (Carneiro) e Liziero (Tréllez); Diego Souza. 
Treinador: Diego Aguirre

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos