Victor salva, Atlético-MG empata com América-MG e vê Santos se aproximar

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG não saiu de um empate sem gols - 0 a 0 - com o América-MG no estádio Independência, na noite deste domingo (14), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, e perdeu uma boa chance de se consolidar no G-6.

Com o resultado, o Alvinegro permanece na sexta colocação, com 46 pontos, quatro a mais que o Santos, sétimo colocado. O Coelho, por sua vez, chega a 33 pontos e passa o Vitória, na 15ª colocação. O time de Adilson Batista está a dois da zona de rebaixamento.

Os melhores: Carlinhos cria boas chances, e Victor se desta com defesas

Carlinhos foi o principal nome do América-MG. Com liberdade para chegar ao setor ofensivo, o lateral esquerdo levou perigo à meta de Victor em algumas oportunidades e até exigiu boas defesas do goleiro do Galo. O atleta foi quem mais apareceu em campo no quesito criação de jogadas. Em uma delas, Ruy perdeu um gol incrível.

Victor foi o grande nome do Atlético-MG na partida deste fim de semana. O goleiro fez uma defesa difícil em finalização de Ruy e ainda impediu outras chances do rival marcar no confronto.

O pior: Disperso, Juan Cazares faz partida ruim novamente

Escalado como maestro do time de Thiago Larghi, Juan Cazares não foi bem no confronto deste domingo (14). O equatoriano errou lances de forma displicente mais uma vez e falhou ao construir jogadas no setor ofensivo.

Bola aérea vira principal arma do Atlético-MG no Horto

O Atlético-MG abusou dos cruzamentos na partida contra o América-MG na noite de domingo. Com dois pontas abertos e laterais que avançam com frequência, o Galo tentou chegar ao gol de João Ricardo por meio de cruzamentos. A equipe tentou 22 em todo o confronto, enquanto o Coelho buscou apenas oito.

Galo tem início ruim e demora 29 minutos para finalizar

O Atlético-MG não teve um bom início diante do América-MG na noite deste domingo (14), pela 29ª rodada do Brasileirão. Com dificuldades para criar jogadas, o time só finalizou a gol pela primeira vez aos 29 minutos da etapa inicial, quando Tomás Andrade bateu de fora da área e levou susto ao goleiro João Ricardo. A partir daí, o time mineiro passou a criar com mais frequência, mas vacilou no último ato. Luan desperdiçou a melhor chance após vacilo da defesa do Coelho. O atacante tentou driblar João Ricardo, mas demorou a finalizar e conseguiu apenas um escanteio.

Atlético-MG faz ação alusiva ao Outubro Rosa no Independência

O Atlético-MG fez uma ação alusiva ao Outubro Rosa, mês de combate ao câncer de mama e conscientização das mulheres para exames preventivos. Em sua única partida como mandante no local neste mês, o clbe promoveu a entrada de mulheres de instituições ligadas ao tema, entre pacientes e voluntárias, no campo do gramado. Elas acompanharam os jogadores do time de Belo Horizonte até o centro do gramado e, no fim, entregaram rosas ao técnico Thiago Larghi.

Torcida perde paciência e critica Alexandre Gallo

Parte dos 20.526 torcedores que foram ao Independência na noite deste domingo perdeu a paciência com o diretor de futebol Alexandre Gallo. Os atleticanos fizeram duras críticas ao dirigente no metade final do confronto válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Bastante irritados pelo empate com o Coelho, os torcedores soltaram a voz no estádio: "Ei, Gallo, vai tomar...". O diretor assiste às partidas em um local acima dos vestiários do Horto ao lado de outros membros da diretoria.

Tomás Andrade substitui Chará e leva perigo ao gol do rival

Escolhido para a vaga de Chará, Tomás Andrade é o grande nome do setor de criação do Atlético-MG. O argentino criou boas chances de marcar, inclusive deu o primeiro chute do Galo a gol no confronto, de fora da área. O jogador tem substituído o colombiano em campo e costuma aparecer com qualidade ao setor ofensivo. No jogo deste fim de semana, ele foi quem mais vezes finalizou ao gol de João Ricardo. Foram três chutes do jogador durante todo o confronto.

Apagado, Ricardo Oliveira não leva perigo e nem chuta a gol

Centroavante do Atlético-MG desde o início do ano, Ricardo Oliveira não fez uma partida boa no duelo contra o América, neste domingo (14), no Mineirão. O veterano foi pouco acionado e nem teve oportunidades de finalizar. Ele deixou o campo sem dar um chute a gol.

Com Rafael Moura no banco, Adilson opta por esquema sem centroavante

Adilson Batista não tem usado esquema com centroavante no América-MG. Mas não é por falta de opção. Com Rafael Moura no banco de reservas, o técnico optou por entrar em campo com Luan na função. A escolha surpreendeu a todos que foram ao Horto, uma vez que era necessário ter mais controle de bola no setor ofensivo.

Ficha técnica
Atlético-MG 0 x 0 América-MG

Motivo: 29ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de outubro de 2018 (domingo)
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP/Fifa)

Cartão amarelo: Leonardo Silva (Atlético-MG)

Atlético-MG
Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias (Matheus Galdezani), Luan (Nathan), Juan Cazares e Tomás Andrade (Edinho); Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi.

América-MG
João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Zé Ricardo, Juninho, Matheusinho (Robinho) e Ruy (Aylon); Gerson Magrão (Giovanni) e Luan.
Técnico: Adilson Batista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos