Em "jogo de 6 pontos", Bahia vence Botafogo e se afasta da zona de perigo

Do UOL, no Rio de Janeiro

No chamado "jogo de seis pontos", o Bahia levou a melhor sobre o Botafogo, neste sábado, no estádio Nilton Santos (RJ), venceu por 1 a 0 – gol de Edigar Junio – e se afastou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor chegou aos 37 pontos e está momentaneamente na décima colocação. Já o Alvinegro estacionou nos 35 pontos e pode ficar próximo da zona da degola ao final da 30ª rodada.

Faltando agora oito partidas para o término da competição, o Botafogo visita o Atlético-PR, no próximo sábado (27), na Arena da Baixada, enquanto que o Bahia enfrenta o Corinthians, na mesma data, em São Paulo. Antes, porém, os baianos também enfrentam os paranaenses, mas pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, na quarta-feira.

Bahia é mais efetivo

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Mesmo atuando como visitante, o Bahia não se furtou de jogar e procurou o gol, tendo mais efetividade nas jogadas que o Botafogo, embora os donos da casa tivessem mais posse de bola. Ao Alvinegro faltou mais inspiração nas finalizações e o time do técnico Zé Ricardo não soube furar o sistema de marcação do Tricolor. 

Arriscou

Logo aos 3 minutos do primeiro tempo, Gustavo Bochecha fez boa triangulação e arriscou de fora da área. O goleiro Douglas estava atento e fez a defesa.

Que lambança!

A defesa do Botafogo deu um susto na torcida no primeiro tempo após uma lambança entre o zagueiro Marcelo e o volante Jean, que quase resultou em gol do Bahia.

Quase gol de carrinho!

O jovem Ramires quase abriu o placar para o Bahia ao receber um cruzamento da esquerda e chegar de carrinho, já com o gol livre, mas ele concluiu para fora.

Atacante mostra estrela e abre o placar para o Bahia

Em sua primeira jogada após substituir Gilberto no intervalo, o atacante Edgar Junio recebeu lindo cruzamento da direita de Ramires e, de cabeça, abriu o placar para o Bahia com apenas dois minutos do segundo tempo. Os jogadores do Botafogo pediram impedimento em lance duvidoso.

Artilheiro se lesiona

Artilheiro do Bahia no Campeonato Brasileiro e em quinto na disputa geral com 8 gols, o atacante Gilberto precisou ser substituído no intervalo por conta de dores no joelho direito. 

Ramires - O melhor

Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Joia da base do Bahia, o jovem Ramires demonstrou toda sua ousadia e habilidade, incomodando bastante a defesa do Botafogo.

Marcinho - O pior

O lateral direito do Botafogo não conseguiu conectar as jogadas e errou cruzamentos fáceis. 

Zé Ricardo não acerta em escalação

Optando por deixar Erick no banco, o técnico Zé Ricardo não conseguiu efetividade de sua equipe. No segundo tempo, partiu para o ataque o colocando no lugar do volante Jean, mas o time pouco mudou.

Moreira não se intimida

Mesmo atuando fora de casa, o técnico Enderson Moreira não se intimidou e colocou o Bahia para frente. O treinador também teve estrela ao colocar Edgar Júnio no lugar do lesionado Gilberto e ele fazer o gol logo em sua primeira jogada.

"Time sem vergonha"

Nos minutos finais da partida, a torcida do Botafogo passou a entoar o grito de "time sem vergonha" para os jogadores alvinegros.

Élber votado horas antes

Horas antes de a bola rolar, a assessoria de imprensa do Bahia informou que o atacante Élber foi vetado pelo departamento médico por conta de um desconforto na panturrilha esquerda.

E a corrente do Bahia antes do jogo?

Rivalidade recente

Botafogo e Bahia tiveram uma rivalidade recente, quando os baianos levaram a melhor e se classificaram sobre os cariocas nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

BOTAFOGO 0 X 1 BAHIA

Data e hora: 20/10/2018, sábado, às 16h (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso, Marcelo (BOT); Zé Rafael (BAH)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Edgar Junio, aos 2 minutos do segundo tempo (BAH)

Botafogo
Saulo; Marcinho, Marcelo, Rabello e Gilson; Jean (Erik), Lindoso, Bochecha (Brenner) e Luiz Fernando; Rodrigo Pimpão (Marcos Vinícius) e Kieza
Técnico: Zé Ricardo

Bahia
Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Léo; Nilton, Gregore, Zé Rafael (Vinícius),  Ramires e Paulinho (Flávio); Gilberto (Edgar Junio)
Técnico: Enderson Moreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos