Com Milton Mendes, Sport supera Vasco e deixa cariocas em situação perigosa

Do UOL, no Rio de Janeiro

Não foi dessa vez que o Vasco conseguiu desgarrar na zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino foi derrotado pelo Sport de seu ex-técnico Milton Mendes neste sábado, na Ilha do Retiro (PE), por 2 a 1 – gols de Mateus Gonçalves (SPO), Cláudio Winck (SPO) e Fabrício (VAS) – e voltou a ficar ameaçado pelo grupo perigoso. Os pernambucanos, por sua vez, mantiveram a chama da esperança acesa.

Com o resultado, o time de São Januário se manteve com 34 pontos. O Rubro-Negro foi a 31. Neste domingo, Ceará e Chapecoense, que também têm 31 e abrem a zona da degola, entram em campo.

Faltando oito rodadas para o término da competição, o Vasco recebe na próxima sexta-feira o Internacional em casa. O Sport, por sua vez, visita o Grêmio, no sábado, em Porto Alegre (RS).

Jogo eletrizante

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Sport e Vasco fizeram uma partida eletrizante na Ilha do Retiro (PE). O jogo foi movimentado e com muitas chances de gol, principalmente pelo lado dos pernambucanos, que estavam mais efetivos no ataque. No cruzmaltino, Maxi López se encontrava isolado, mas nas vezes em que a bola chegou, ele deu trabalho. O time da casa acabou se aproveitando dos velhos erros defensivos dos vascaínos. 

No travessão!

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Mateus Gonçalves cruzou da esquerda e Michel Alves cabeceou. A bola bateu caprichosamente no travessão.

Golaço do Sport!

Após uma bela arrancada de Sander pela esquerda, Mateus Gonçalves recebeu, cortou para o meio e deu um lindo chute colocado para abrir o placar para o Sport aos 24 minutos do primeio tempo.

Fabricio, com categoria, empata

Aos 38, o meia Fabricio, que tem sido criticado pela torcida, invadiu a área, teve calma para driblar o goleiro e, de direita, empurrou para o fundo do gol, empatando a partida para o Vasco.

Pikachu é substituído e se irrita

Artilheiro da equipe na temporada, o lateral/meia Yago Pikachu sofreu uma pancada na cabeça aos 13 minutos do primeiro tempo, teve uma rápida perda de consciência e foi forçado pelo médico vascaíno Carlos Fontes a ser substituído. A decisão do profissional revoltou o jogador, que queria retornar, mas foi impedido. 

Sport marca após insistência

Aos 22 minutos do segundo tempo, Mateus Gonçalves fez boa jogada em cima de Rafael Galhardo e chutou meio sem ângulo. O goleiro Fernando Miguel deu rebote e a bola voltou para Gonçalves, que cruzou na cabeça de Cláudio Winck para fazer o Sport novamente ficar à frente do placar.

Gol foi impedimento ou não?

Aos 33 minutos do segundo tempo, Andrigo recebeu cruzamento da direita, a zaga do Vasco parou, ele dominou, girou e fez o gol. Inicialmente, o árbitro havia validado o lance, mas um dos assistentes acusou impedimento após reclamação dos vascaínos.

Sport desperdiça pênalti

Aos 46 da etapa final, Gabriel recebeu livre e chutou na trave, mas no momento do toque, levou um carrinho de Giovanni Augusto e o árbitro deu pênalti. Na cobrança, o mesmo Gabriel bateu e Fernando Miguel defendeu para o Vasco.

Mais polêmica

Ainda nos acréscimos, Giovanni Augusto tentou invadir a área pela direita e foi tocado. Os jogadores do Vasco reclamaram muito de pênalti, mas a arbitragem não deu. 

"Pênalti claro. O jogador do Sport estava de frente para o gol e não me viu. Acabou me acertando, tanto que a bola não foi para frente, e sim para o lado. Pênalti claro. Tem um cara perto do lance que não vê, fica difícil", disse ao Sportv.

Fabrício dá volta por cima

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Após viver fortes emoções no último domingo ao ser vaiado e depois aplaudido quando deu uma assistência para gol, Fabrício voltou a se superar ao fazer um gol e realizar uma boa partida neste sábado. 

O melhor - Maxi López

Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Ícone do Vasco, o atacante Maxi López novamente foi o destaque da equipe. Desta vez nem participando tanto, mas quando foi acionado, demonstrou sua habitual visão de jogo. 

O pior - Rafael Galhardo

O lateral do Vasco cedeu muitos espaços que geraram jogadas de perigo para a equipe do Sport. 

Milton Mendes substitui bem

O técnico do Sport, Milton Mendes, foi bem ao sacar um pouco produtivo Hernane Brocador para a entrada de Rogério, que deu muito mais mobilidade ao time pernambucano. 

Formação de três volantes de Valentim não funciona

O técnico do Vasco, Alberto Valentim, apostou numa formação com três volantes para dar mais sustentação defensiva, mas o time não só conseguiu se defender bem como também se tornou pouco produtivo ofensivamente. 

Pikachu e sua família

No detalhe, as caneleiras de Yago Pikachu, personalizadas com fotos de sua família:

Martín Silva fora

Mesmo de volta ao Vasco após amistosos com a seleção do Uruguai, Martín Silva foi poupado da partida deste sábado pelo técnico Alberto Valentim. Mais do que a questão física, o treinador explicou que optou por essa decisão levando em consideração a parte tática.

"Lógico que tem o cansaço, a duração da viagem. Mas não só isso. Foi por ele não ter participado dos treinos da semana. Aproveitamos muito. Então a decisão foi por essas duas coisas, mas acho que a viagem ele teria recuperado tranquilamente", declarou Valentim.

Telão, música e cerveja

Para acompanhar a partida diante do Sport, o Vasco organizou um evento na sede do Calabouço (RJ) que contou com telão, DJ, bebida e comida. Sócios e não-sócios puderam comparecer.

SPORT 2 X 1 VASCO
Local: 
Ilha do Retiro, Recife (PE)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Rafael Galhardo, Leandro Castan, Giovanni Augusto (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Mateus Gonçalves, aos 24 minutos do primeiro tempo (SPO); Fabrício, aos 38 minutos do primeiro tempo (VAS); Cláudio Winck, aos 22 minutos do segundo tempo (SPO)

Sport
Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Sander; Marcão, Jair e Michel Bastos (Nonoca); Gabriel, Mateus Gonçalves (Andrigo) e Hernane (Rogério)
Técnico: Milton Mendes

Vasco
Fernando Miguel; Rafael Galhardo, Werley, Leandro Castan e Ramon; Bruno Ritter (Giovanni Augusto), Desábato (Bruno Cosendey), Willian Maranhão e Fabrício; Yago Pikachu (Andrés Rios) e Maxi López
Técnico: Alberto Valentim

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos