Lisca faz gesto de roubo após ser expulso contra o Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

Conhecido pelo apelido de 'doido', o técnico Lisca, do Ceará, foi expulso após reclamações na expulsão de Deyverson no fim do primeiro tempo. Inconformado ainda com o pênalti marcado para o Palmeiras, o treinador saiu de campo e fez sinal de que o juiz estaria roubando o Ceará.

Lisca não aceitou o pênalti marcado a favor do Palmeiras no início da partida. O árbitro André Luiz de Freitas Castro não havia marcado o pênalti, mas foi avisado pelo quarto árbitro que a bola havia tocado no braço de Edinho e marcou a falta, para desespero dos jogadores do Ceará.

Auxiliar de Lisca, Márcio Hahn comandaria o Ceará no segundo tempo, mas ele foi expulso antes do reinício da partida. O preparador Flavinho assumiu a função. O Palmeiras ganhava a partida por 2 a 0, mas teve Deyverson expulso no fim do primeiro tempo. Arthur ainda diminuiu o placar, mas o Palmeiras venceu o Ceará por 2 a 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos