Sem empolgar, Fluminense fica no 0 a 0 com o Sport em pleno Maracanã

Do UOL, em São Paulo

No início de sua espécie de Copa do Nordeste, o Fluminense ficou no empate por 0 a 0 com o Sport, neste domingo (11), no Maracanã, no Rio de Janeiro. O Tricolor carioca até tentou pressionar o adversário, mas não conseguiu converter as oportunidades que teve e recebeu vaias de parte da torcida. Já o Sport viu sua situação no Campeonato Brasileiro continuar complicada. 

Com o resultado, a equipe do técnico Marcelo Oliveira passou a somar 41 pontos na tabela de classificação, na décima posição. Já o Rubro-negro pernambucano se manteve em 16º, com 37 (dois pontos à frente do Vitória, o primeiro na zona da degola).

Pela próxima rodada do Brasileirão, o Fluminense tem uma dura missão. A equipe carioca vai enfrentar o líder Palmeiras, na quarta-feira (14), no Allianz Parque, em São Paulo. Depois de medir forças com os paulistas, a equipe de Marcelo Oliveira recebe o Ceará e visita o Bahia. No planejamento da comissão técnica, a meta é sem qualquer risco de rebaixamento ao fim da partida na Fonte Nova. Já o Sport recebe o Vitória, que luta para deixar a zona de rebaixamento, também na quarta, na Ilha do Retiro, em Recife. 

Pressão tricolor

Para tentar se afastar ainda mais de qualquer possibilidade de ser rebaixado para a Série B, o Fluminense partiu para cima do adversário. A equipe criou boas oportunidades no início do confronto. Everaldo fez boas jogadas e Marcos Júnior, de bicicleta, por pouco não abriu o placar.

Resposta do Leão e trave salva

Aos poucos, o Sport passou a equilibrar um pouco mais as ações. Apesar de o Fluminense ter mais volume, os rubro-negros chegaram com perigo no contragolpe. Michel Bastos arriscou e só não empatou porque o seu chute parou na trave. 

Disposição e vaias

O Fluminense demonstrou empenho para tentar abrir o placar. Porém, a equipe carioca errava geralmente no último passe. O Sport, por outro lado, seguiu apostando nos contragolpes. Insatisfeita com o futebol apresentado pelos tricolores, a torcida vaiou os jogadores ao fim do primeiro tempo.  

Sport parte para cima, Flu contra-ataca

Os visitantes partiram para o ataque e passaram a criar as melhores oportunidades no segundo tempo. Já o Fluminense arriscava mais nos contragolpes. Marcelo Oliveira não aprovou o rendimento do time e trocou Júnior Dutra por Daniel. Com a mudança, os cariocas conseguiram reequilibrar o jogo e também tiveram algumas chances. 

Não valeu

No finalzinho, a torcida do Fluminense até comemorou o gol, mas a alegria durou pouco. Danielzinho cobrou falta pela direita, Richard desviou de cabeça, e Luciano marcou. No entanto, a auxiliar Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo anotou a posição irregular do jogador do Tricolor carioca.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE x SPORT

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10/11/2018
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes:  Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Claudio Winck e Gabriel (Sport)


FLUMINENSE
Júlio César; Igor Julião, Paulo Ricardo, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Jadson, Júnior Dutra (Daniel), Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano; Marcos Júnior (Cabezas). Técnico: Marcelo Oliveira.

SPORT
Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão Silva, Jair e Michel Bastos; Gabriel (Neto), Mateus Gonçalves (Rogério) e Hernane (Andrigo). Técnico: Milton Mendes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos