Topo

Esporte


Inter elege prioridades e imagina elenco praticamente pronto para 2019

Internacional vê elenco praticamente pronto para próxima temporada e contratará pouco - Ricardo Moraes/Reuters
Internacional vê elenco praticamente pronto para próxima temporada e contratará pouco Imagem: Ricardo Moraes/Reuters

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

14/11/2018 04h00

O Internacional entende que seu elenco está praticamente pronto para 2019. Sem reformulação, a ideia é a manutenção da base de jogadores montada nas últimas duas temporadas. Desta forma, reforços pontuais e em número reduzido devem ser apresentados no início do ano.

Antes mesmo de pensar em nomes novos, a direção do Colorado já se vê com de dois a três jogadores prontos para o ano que vem. O primeiro é Paolo Guerrero, principal reforço de 2018 mas que não conseguiu atuar devido a suspensão por doping que vence em abril. Além dele há Martín Sarrafiore, que completa adaptação no time B, e Rithely, que deve ter contrato renovado a partir de evolução clínica.

Com eles, restam até quatro lacunas no grupo. A primeira a ser atacada é o centro de campo. Um jogador com capacidade de fazer o jogo de transição, ou seja, defenda e ataque com a mesma intensidade. Que possa carregar a bola até os jogadores de criação e também recomponha defensivamente.

Nesta lacuna, o predileto para chegar é William Arão, do Flamengo. No entanto, mesmo admirador do atleta, o Inter espera a definição eleitoral do clube carioca para agir.

Um meia-atacante também pode ser contratado. Alguém que possa fazer a função de D'Alessandro quando ele não tiver condição de jogo. Camilo, com mais seis meses de vínculo, está entre os que podem sair, deixando esta posição vaga.

Um volante também será analisado. Além da possibilidade de negociação de Rodrigo Dourado, que novamente desperta interesse de uma série de clubes fora do Brasil, a carência de reposição faz o Inter analisar o mercado. Ainda que Rithely possa fazer esta função, o ideal é ter um atleta de outra característica como alternativa além de Gabriel Dias e Charles, que podem ser emprestados.

Por fim, um atacante de lado não está descartado. A incerteza sobre as manutenções de Wellington Silva e Rossi e a possibilidade de negociação de Pottker ampliam a necessidade de avaliar atletas para este setor. Mesmo que da base surjam boas opções, como Sarrafiore e Richard.

No comando de ataque, o plano inicial é renovar o vínculo de Damião, contando com a permanência de Alvez até o meio do ano e com o tempo que Guerrero possa precisar para deslanchar.

O processo de chegadas, porém, tende a demorar um pouco. Com eleições em dezembro, o Internacional irá aguardar o pleito para movimentar-se oficialmente. Enquanto isso, trabalha apenas nos bastidores atrás de novos jogadores.

Confira a situação dos jogadores do elenco do Inter:

Quem pode sair vendido?
Iago, Dourado, Klaus e Pottker

Quem pode sair emprestado?
Camilo, Gabriel Dias, Thales, Charles, Brenner e Dudu

Fim de contrato/emprestados:
Fabiano, Rossi, Wellington Silva, Damião e Rithely*

Quem chega da base?
Richard, Sarrafiore, Ramon*, Nonato* e Bruno Fuchs*

*Situação indefinida

Mais Esporte