Chape vence com 2 de Leandro Pereira e coloca Sport na zona de rebaixamento

Do UOL, em Santos (SP)

Chapecoense e Sport entraram na Arena Condá na noite desta quinta-feira (22) sabendo que uma vitória era essencial para permanecer na elite do futebol brasileiro. E foram os anfitriões que deram um passo importante para alcançar este objetivo. Com dois gols de Leandro Pereira logo no início do jogo, um de pênalti e outro de cabeça, o time de Chapecó venceu os pernambucanos por 2 a 1 e agora respira no Campeonato Brasileiro. Michel Bastos descontou para os visitantes.

Com o resultado, a Chapecoense chega a 40 pontos na tabela, deixa a zona de rebaixamento e joga o Sport – que estaciona nos 38 – para a degola, basicamente trocando de posição com o adversário. Assim, passa a depender apenas de suas forças para seguir na Série A em 2019.

A Chapecoense agora vai à capital paulista para encarar o Corinthians, no domingo (25), às 19h, na Arena Corinthians. Já o Sport entra em campo só na segunda (26): visita o São Paulo no estádio do Morumbi, às 20h.

OS MELHORES: LEANDRO PEREIRA E MAÍLSON

O atacante da Chapecoense participou do lance do pênalti, converteu a cobrança e ainda marcou um belo gol de cabeça. Mais do que decisivo.

Já o goleiro Maílson, apesar da derrota, evitou que o Sport saísse de Chapecó goleado. Foram pelo menos três grandes defesas, especialmente no primeiro tempo.

O PIOR: ERNANDO

Não deu conta do setor ofensivo da Chapecoense pelo lado direito. Ainda deu azar e cometeu o pênalti que originou o primeiro gol.

INÍCIO FULMINANTE DA CHAPE E LEI DO EX

Renato Padilha/AGIF
Nem o torcedor mais otimista da Chapecoense poderia esperar um início de jogo tão promissor. Foram dois gols em sete minutos, ambos marcados por Leandro Pereira, ex-Sport. O primeiro de pênalti, aos 3min, após bola que bateu na mão de Ernando. O segundo de cabeça, aproveitando cruzamento da direita de Eduardo, um dos jogadores mais criticados pela torcida.

CHAPE QUASE AMPLIA. SPORT RESPONDE

Com 2 a 0 contra, o Sport não teve outra alternativa a não ser partir para o ataque. Mas foi da Chapecoense as duas próximas chances de gol na partida, com Wellington Paulista e Leandro Pereira. Já no fim do primeiro tempo, o Sport finalmente criou uma grande oportunidade, mas Douglas apareceu em cima da linha para salvar a finalização de Mateus Gonçalves. A Chape respondeu com Amaral de cabeça, mas Mailson fez milagre.

MICHEL BASTOS RECOLOCA SPORT NO JOGO

O Sport pouco criava no segundo tempo, mas contou com uma jogada individual de Michel Bastos para voltar para o jogo. O meia tirou o defensor e acertou um chute forte de dentro da área; a bola bateu na trave, em Jandrei e foi para as redes. O time pernambucano ainda teve uma grande chance com Hernane, mas a cabeceada parou nas mãos de Jandrei.

SPORT DE LUTO POR DIRIGENTE

Os jogadores do Sport entraram em campo com uma braçadeira preta, em luto pelo falecimento do Coronel Adelson Wanderley, ex-gerente de futebol do clube que faleceu no último domingo.

CHAPECOENSE 2 x 1 SPORT

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 22/11/2018 (quinta-feira)
Horário: 21h (Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Público: 12.384 pessoas
Renda: R$ 187.190,00
Cartões amarelos: Diego Torres (Chapecoense)
Gols: Leandro Pereira, aos 3 e aos 7min do primeiro tempo; Michel Bastos, aos 22min do segundo tempo

CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Alan Ruschel (Roberto); Marcio Araújo, Amaral e Canteros; Wellington Paulista, Diego Torres (Elicarlos) e Leandro Pereira (Bruno Silva)
Técnico: Claudinei Oliveira

SPORT
Mailson; Claudio Winck (Andrigo), Ronaldo Alves, Adryelson e Ernando; Marcão, Jair (Matheus Peixoto), Michel Bastos e Gabriel; Mateus Gonçalves (Marlone) e Hernane
Técnico: Milton Mendes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos