Jardine coloca Jucilei no banco do São Paulo, e cobra pesado em treino

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Jardine cobrou os jogadores durante o treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda

    Jardine cobrou os jogadores durante o treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda

O treino do São Paulo foi bastante movimentado nesta quinta-feira (29), no CT da Barra Funda. Na preparação para a última partida do Tricolor paulista na temporada, André Jardine comandou o coletivo e esboçou a equipe que vai enfrentar a Chapecoense, no domingo (2), fora de casa. A principal novidade foi a saída de Jucilei, no meio de campo, para a entrada de Hudson - que retornou após se recuperar de fadiga muscular. Liziero foi mantido entre os 11.

Durante a atividade, o treinador parou diversas vezes os lances para passar instruções e cobrar os pupilos. Frases como "tem que amar defender"; "vamos trabalhar, cambada" e "vamos tirar o sangue, porque nada vem de graça" foram proferidas por Jardine em momentos do coletivo. Quando a bola parou de rolar, Jardine conversou por alguns minutos com Jucilei e, depois deu um abraço no volante.

Outra mudança em relação ao time titular é na lateral esquerda. Reinaldo, que recebeu o terceiro cartão amarelo, cumpre suspensão automática. O jogador até participou da atividade no campo, mas foi substituído por Edimar, favorito para ficar com a vaga. Caíque teve a oportunidade de mostrar serviço no time principal em parte do coletivo.

Recuperado de febre, Arboleda foi para o campo e formou a dupla titular com Bruno Alves. Tréllez, que levou uma pancada no empate com o Sport, não foi para o gramado e trabalhou no Reffis - o colombiano deve ficar fora da lista de relacionados para o confronto de domingo. Bruno Peres, com estiramento no anterior da coxa esquerda, está vetado pelo departamento médico.

Desta maneira, o São Paulo deve entrar campo com: Jean; Araruna, Arboleda, Bruno Alves e Edimar (Caíque); Hudson, Liziero e Nenê; Helinho, Diego Souza e Everton. Com 63 pontos na tabela de classificação, o Tricolor torce por um tropeço do Grêmio para ainda sonhar com um lugar no G4 do Brasileirão e, consequentemente, com a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos