UOL Esporte Futebol
 
11/08/2009 - 23h49

Em má fase, Portuguesa perde do Duque de Caxias e segue fora do G-4

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Com a derrota do Ceará, a Portuguesa entrou em campo diante do Duque de Caxias dependendo apenas de si para retornar ao G-4. No entanto, não conseguiu superar o momento conturbado que culminou com a recente demissão de Paulo Bonamigo. Com uma apresentação aquém do esperado, perdeu por 2 a 1, na noite desta terça-feira, e conheceu seu terceiro resultado negativo consecutivo na Série B.

Desta forma, a pressão deve aumentar no time do Canindé, que, para sua sorte, aparece na quinta colocação, com 27 pontos. Após a surpreendente derrota para o Juventude, na capital paulista, na semana passada, a diretoria decidiu mudar o treinador. Diante do impasse para anunciar o novo nome, colocou o preparador físico Flávio Trevisan como interino para o duelo desta noite, além de "promover" o atacante Christian, contundido, para auxiliar. Não deu certo.

Por outro lado, o resultado comprova a ascensão do Duque de Caxias. Venceu a terceira partida consecutiva --antes, Paraná e ABC--, sobe para 23 pontos e se desgarra da incomoda zona de rebaixamento. Além disso, o atacante Edivaldo, que fez um dos gols dos donos da casa, atingiu a marca de 12 tentos e assumiu, ao lado de Rafael Coelho (Figueirense), a artilharia da segunda divisão nacional.

O jogo
A expectativa da diretoria da Portuguesa era que a mudança pudesse mexer com o ânimo de um elenco abatido pelas duas derrotas seguidas. Mas o que se viu no primeiro tempo foi uma equipe desorganizada. A Portuguesa pouco produzia ofensivamente e ainda dava espaços para o Duque de Caxias, que atacava muito pela direita. E foi por esse lado que chegou ao seu primeiro gol.

Aos 15min da etapa inicial, o zagueiro Bruno Rodrigo foi cortar cruzamento, mas acabou marcando contra. A Portuguesa sentiu o gol. Deu sinais de recuperação apenas aos 29min. Num dos raros momentos de lucidez, o próprio Bruno Rodrigo cruzou para a área e encontrou Dinei. O atacante cabeceou forte e deixou tudo igual.

O Duque de Caxias não se assustou e manteve a tranquilidade. Não bastasse isso, soube aproveitar a desatenção da zaga da Lusa. Aos 42min, Oziel acreditou na jogada e bateu para o gol. Atento, Fábio fez uma bela defesa, mas a bola sobrou para Edvaldo, que teve deixou o time do Rio novamente à frente do marcador.

O interino Flávio Trevisan tentou mexer com a equipe para o segundo tempo. Colocou Fellype Gabriel, Fernandinho e até Tatá. Mas o time paulista só "acordou" a partir dos 30min. Pressionou muito. Edno, Héverton e Dinei, que acertou uma bola no travessão, tiveram chances. Porém, não evitaram outro revés. No próximo sábado, a Portuguesa terá pela frente o vice-líder Vasco, no Canindé, enquanto o Duque de Caxias recebe o Figueirense, novamente em Mesquita.

DUQUE DE CAXIAS 2 x 1 PORTUGUESA

Duque de Caxias
Vinícius; Oziel, Gustavo, Santiago e Leandro Chaves; Silva, Pessanha (Leandro), Bruno Moreno e Clayton (Juninho); Thiago Santos (Lucas) e Edivaldo
Técnico: Rodney Gonçalves

Portuguesa
Fábio; César Prates (Tatá), Bruno Rodrigo, Thiago Gomes e Anderson Paim (Fernandinho); Ygor, Guilherme (Fellype Gabriel), Acleisson e Héverton; Dinei e Edno
Técnico: Flávio Trevisan (interino)

Data: 11/08/2009 (terça-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Local: estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita (RJ)
Árbitro: Paulo Henrique Bezerra (SC)
Auxiliares: José Ricardo Linhares e Adailson Alves Pereira (ES)
Cartões amarelos: César Prates, Dinei, Acleisson e Bruno Rodrigo (Portuguesa); Thiago Santos e Gustavo (Duque de Caxias)
Gols: Bruno Rodrigo (contra), aos 15min, Dinei, aos 29min, e Edivaldo, aos 41min do primeiro tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host