UOL Esporte Futebol
 
11/05/2010 - 23h12

Com dois a mais, Santo André vacila e cede empate ao Brasiliense

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Com dois jogadores a mais, jogando em casa, o Santo André decepciou a pequena torcida que encarou o frio do estádio Parque Antarctica na noite desta terça-feira e, com dois homens a mais em campo, cedeu o empate ao Brasiliense em 1 a 1 pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Cicinho abriu o placar aos 30min da segunda etapa, mas Dezinho empatou nove minutos depois.

As duas equipes assumem juntas a segunda colocação da competição, com 4 pontos, já que ambas vinham de vitórias por 2 a 1 na primeira rodada ( o Santo André sobre o Icasa e o Brasiliense sobre o Sport). O Guaratinguetá, que empatou fora de casa com o Sport em 1 a 1 nesta terça-feira é o líder.

O jogo

Com o estádio Bruno José Daniel vetado por falta de um laudo de engenharia, o Parque Antarctica foi a casa do Santo André nesta terça. A equipe do ABC jogava sem cinco de seus principais jogadores na campanha no Paulistão: Nunes, Rodriguinho, Bruno César, Carlinhos e Ricardo Conceição. Outros, que ficaram, mas têm proposta para sair, pareciam mais preocupados em não correr risco de sofrerem lesão. Com isso, quem chamou a responsabilidade e brilhou na equipe do ABC foi o lateral Cicinho.

Logo aos 15min, Cicinho se inspirou em seu xará mais famoso, fintou dois zagueiros e arriscou um chute de longe, de direita, acertando o ângulo esquerdo do goleiro Guto, que se esticou todo e fez linda defesa. O Brasiliense só levou perigo no primeiro tempo em um lance de falta em dois lances, em que Iranildo bateu por cima da barreira e exigiu boa defesa de Julio César.

Aos 38min, novamente Cicinho se destacou. Ele arrancou pela direita e foi derrubado por trás pelo lateral esquerdo do Brasiliense, William, que recebeu o segundo amarelo e deixou os visitantes com um homem a menos.

Nem em vantagem numérica o Santo André jogava bem. Sérgio Soares, na saída do intervalo explicou o motivo: “Falta entrosamento. Não tivemos tempo para trabalhar. O jogador faz o movimento e tem que levantar a cabeça para achar um companheiro. Mas isso vamos ganhar com o tempo”.

Roberto Fernandes tentou reestruturar o Brasiliense com a entrada de mais um Cicinho, no lugar de Iranildo. Não adiantou e a equipe candanga continuou sem assustar o Santo André, que chegava pouco, mas conseguiu abrir o placar aos 30min. Andrezinho cruzou da esquerda, a bola passou por todo mundo e encontrou Cicinho, que dominou e bateu no canto direito de Guto. Os três gols do Santo André na competição tiveram assistência do lateral, contratado ao final do Paulistão junto ao Botafogo-SP.

Nem deu tempo de o Brasiliense reagir. No lance seguinte, Gil chegou bem no ataque e exigiu grande defesa de Guto, que se machucou no lance e precisou ser substituído por Eduardo. A coisa parecia ter ficado pior aos 37min, quando Alisson fez falta dura em Gil e foi expulso.

Com dois a menos, porém, o Brasiliense foi buscar o empate. Em um escanteio da direita, Dezinho subiu mais alto que a zaga, que deu bobeira, e igualou o placar. A equipe candanga ainda segurou o resultado e saiu de campo comemorando muito o ponto conquistado.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host