UOL Esporte Futebol
 
12/05/2010 - 12h22

Givanildo pede reforços e diz que podem cobrar melhora do Sport após pausa

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Sport decepcionou a torcida na noite da última terça-feira e apenas empatou com o Guaratinguetá, por 1 a 1, na Ilha do Retiro. A equipe segue sem vencer na Série B e agora terá uma pausa de 11 dias até a próxima partida na Série B do Campeonato Brasileiro, no sábado, dia 22, às 16h10 (de Brasília), contra o ASA, em Arapiraca.

O SPORT NO TWITTER

Insatisfeito com as atuações do Sport, principalmente ontem, quando queria que a equipe tivesse feito seu dever de casa, o técnico Givanildo Oliveira não concordou com as cobranças feitas ao final do jogo. De acordo com o treinador, os jogadores estão cansados e após essa pausa que terá na tabela, o time vai apresentar uma melhora significativa.

“Se eu for cobrado pelos torcedores depois dos 11 dias, aí tudo bem, mas agora cobrar de uma equipe que foi campeã e não foi pra casa dormir. Jogamos na quarta, quase na quinta, viajamos na sexta para jogar no sábado de tarde, aí volta no domingo para jogar na terça. Tudo isso daí complicou, vocês viram o time como estava nos últimos 15 minutos. Com esses 11 dias que vamos ter, com as contratações que vão chegar, aí é outra história e pode cobrar”, explicou.

Enfrentando alguns problemas com lesões, principalmente no ataque da equipe, o técnico Givanildo Oliveira cobrou reforços da diretoria do Sport. Além dos recém chegados Marcel e Moisés, o treinador disse ainda que para fechar o elenco precisa de no mínimo mais quatro atletas que já foram pedidos.

“Chegou o Moisés, que é um volante que eu conheço bem, o Marcel, o Pedro (Júnior), que já está aí, e o Adriano (Pimenta), que já está treinando e liberado pelo departamento médico, mesmo assim, vamos precisar de umas cinco contratações. Dois laterais, um meia e um atacante, no mínimo quatro reforços, mas o dever de casa tem que se fazer, independente disso que eu estou falando”, cobrou o treinador.

A torcida do Sport vaiou a equipe após o empate de ontem, para o treinador isso é normal no futebol brasileiro. “Para o torcedor não interessa nada disso, não conta que fomos pentacampeões há uma semana, eles estão aí vaiando e cobrando. Isso é a cultura do futebol brasileiro e não vai mudar não, pelo contrário, está indo pra pior.”

Depois do empate contra o Guaratinguetá, na última terça-feira, o elenco do Sport recebeu folga nesta quarta e só volta a se apresentar ao técnico Givanildo Oliveira na tarde da próxima quinta, na Ilha do Retiro, para iniciar os preparativos para o duelo do dia 22, contra o ASA.

 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host